Relato sobre a Guerra do Paraguai escrito pelo primeiro voluntário da Província de Santa Catarina

O jornal O Despertador, de 7 de setembro de 1868, publica o relato escrito por Fernando Gomes Caldeira de Andrada, em Desterro (atual Florianópolis), datado do dia 4 de setembro daquele ano.

Caldeira de Andrada foi o primeiro voluntário da Província de Santa Catarina a servir ao Exército na Guerra do Paraguai (1864-1870) e a informar como foram os três anos em que serviu na guerra, relatando as doenças de cólera que dizimaram os soldados, as batalhas e a constante resistência para não retornar para casa.

Por fim, Caldeira detalha os motivos de sua sentença de prisão de quatro meses, realizada na corte, por conta de um confronto com um comandante, quando ficou preso na Fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim.

Manifesta seu agradecimento ao comandante da Fortaleza de Santa Cruz, Brigadeiro Torres e Bruce, pelo tratamento que recebeu (ele e sua esposa) durante seu tempo de sentença.

  • Printed Document
  • Fernando Gomes Caldeira de Andrada
  • Jornal O Despertador
  • 1868
  • Florianópolis
  • Portuguese
  • In: O Despertador, nº 587, ano VI, Desterro, 7 de setembro de 1868, p. 3-4. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=709581&PagFis=2254; acesso em 21/7/2016.
  • Download

Contribution

Updated at 10/09/2016 by the tutor Projeto Fortalezas Multimídia (Daniela Marangoni Costa).



Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Bibliography > Relato sobre a Guerra do Paraguai escrito pelo primeiro voluntário da Província de Santa Catarina