Resposta do médico encarregado dos lazaretos de Ratones e Santa Cruz às críticas recebidas

O jornal A Regeneração, de 25 de abril de 1886, publica carta do médico Dr. Francisco de Paula Oliveira Guimarães, encarregado dos lazaretos das fortalezas de Ratones e de Santa Cruz de Anhatomirim, em resposta às críticas da Câmara Municipal de Desterro (atual cidade de Florianópolis) referentes ao funcionamento do Lazareto da Fortaleza de Ratones. O médico esclarece que encontram-se naquele lazareto somente os doentes infectados por varíola e que estavam a bordo do cruzador Trajano. Os demais passageiros em quarentena contra a febre amarela permanecem em observação na Fortaleza de Anhatomirim. Além disso, esclarece que os casos suspeitos de febre amarela presentes na cidade não foram consequência do contato de pessoas com os doentes internados no lazareto de Ratones.

  • Printed Document
  • Jornal A Regeneração
  • 1886
  • Florianópolis
  • Portuguese
  • In: A Regeneração, nº 88, ano XVIII, Desterro, 25 de abril de 1886, p. 2. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/709603/7368; acesso em 19/09/2016
  • Download

Contribution

Updated at 21/02/2017 by the tutor Projeto Fortalezas Multimídia (Daniela Marangoni Costa).



Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Bibliography > Resposta do médico encarregado dos lazaretos de Ratones e Santa Cruz às críticas recebidas