Relatório do Presidente de Província de Santa Catarina, Francisco José da Rocha, em 1886.

“Relatório apresentado à Assembleia Legislativa da Província de Santa Catarina, na 1° sessão de sua 26ª legislatura, pelo Presidente Dr. Francisco José da Rocha, em 21 de julho de 1886.”

No que diz respeito às fortificações de Santa Catarina, na página 108, o documento informa sobre a abertura do Lazareto de Ratones, na Fortaleza de Santo Antônio, por conta da chegada de um paquete trazendo a bordo três pessoas contaminadas com a febre amarela. Desta mesma página até a página 126 comenta-se as epidemias ocorridas na Província e sobre as medidas de quarentena adotadas, entre elas a utilização das fortalezas de Ratones e Anhatomirim nesse processo (ver também páginas 236 a 259). Os lazaretos ali instalados ficaram ao cargo do médico Dr. Francisco de Paula Oliveira Guimarães (páginas 109-110). Em Ratones ficavam internados os doentes efetivamente infectados e em Anhatomirim os passageiros em observação, durante o período de quarentena. Por contrato, o Sr. José Farinha de Arzilla estabeleceu em Anhatomirim um serviço de hotel, com acomodações diferenciadas em função da "categoria dos passageiros" (página 110). Nesse período era comandante da Fortaleza de Anhatomirim o major Joaquim Vieira de Aguiar (página 112).

Na página 115, informa que em 1º de abril daquele ano ancorou na Fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim o cruzador nacional Trajano, trazendo a bordo alguns marinheiros afetados de beribéri e varíola, que foram tratados no lazareto de Ratones.

Na página 136, informa sobre a inauguração em 1º de junho de 1886 do farolete de Santa Cruz de Anhatomirim, substituindo a luz vermelha que ali existia e que era relativamente fraca. Na mesma página comenta sobre o "encanamento" existente em Sambaqui e que abastecia de água potável ("aguada") os navios de guerra, nacionais e estrangeiros.

Nas páginas 140 a 142, o relatório informa sobre a execução das obras da enfermaria militar e seu orçamento, e sobre obras militares e dados sobre a Companhia de Infantaria, citando a presença de um praça servindo na Fortaleza de Santa Cruz Anhatomirim e um soldado servindo de almoxarife na Barra do Sul.

Na página 143 são prestadas informações sobre o Depósito de Artigos Bélicos e seu comando a cargo do capitão Alexandre Augusto Ignácio da Silveira.

Na página 144, o documento informa sobre a guarnição e construções existentes na Fortaleza de Santa Cruz Anhatomirim. Nesta mesma página relata ainda sobre a dispensa do tenente honorário do Exército Laurindo Pinheiro da Silva e a nomeação do Alferes reformado Affonso Conrado do Livramento no comando do Forte de São João (do Estreito).

Na página 145 a 147, informa sobre a Colônia Militar de Santa Thereza.

  • Printed Document
  • Francisco José da Rocha
  • Typ. do Conservador.
  • 1886
  • Florianópolis
  • Portuguese
  • Relatório do Presidente da Província. Desterro, 21 de julho de 1886, 293 p., disponível em: http://www-apps.crl.edu/brazil/provincial/santa_catarina. Acesso em 04/11//2016.
  • Download

Contribution

Updated at 21/02/2017 by the tutor Projeto Fortalezas Multimídia (Bruna Moraes).



Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Bibliography > Relatório do Presidente de Província de Santa Catarina, Francisco José da Rocha, em 1886.