Fort of Santo António de Chaporá

Mapusa, Goa - India

O "Forte de Santo António de Chaporá", também referido como "Forte de Chapurá", localiza-se no concelho de Bardez, distrito de Goa Norte, no estado de Goa, na costa oeste da Índia.

Situa-se em posição dominante sobre um promontório na margem esquerda da foz do rio Chaporá, que à época demarcava o limite setentrional dos territórios de Goa, e tinha como função não apenas a defesa daquela barra, mas também a repressão às incursões dos Maratha por aquela via. Cooperava, nessa linha defensiva, com os fortes de Alorna, Arabó e Colvale, também ao longo do curso do rio Chaporá.

História

Remonta a uma primitiva fortificação erguida pelas forças de Ismail Adil Shah, sultão de Bijapur, o que lhe deu o nome ("Shahpura" = cidade do Shah).

A atual estrutura, entretanto, é obra da engenharia militar portuguesa, datada de 1617. Tinha então a dupla finalidade de defesa da foz do rio e da população de Bardez contra os ataques das forças do Império Maratha, muçulmanos do norte.

Veio a cair em 1648, quando o seu capitão português se rendeu às forças Maratha sob o comando de Shahaji Raje Bhosle, pai de Shivaji Bhosle, fundador do Império Maratha.

Com o recuo Maratha na região, após as forças portuguesas haverem reconquistado as terras de Bardez, em 1717, no início do primeiro governo do Vice-rei, Luís Carlos Inácio Xavier de Meneses, 5.º conde da Ericeira (1717-1720), o forte foi reocupado por forças portuguesas, dando-se início à sua reparação e reforço. A conclusão desses trabalhos, entretanto, só viria a ocorrer mais tarde, durante o governo de Francisco José de Sampaio e Castro (1720-1723), o que levou DIAS (2008-2009) a defender que pelo menos a parte final da obra fosse da responsabilidade de Francisco Xavier da Fonseca, engenheiro do Estado da Índia.

Em 1739 voltou a cair frente aos Maratha, quando Bardez foi por estes ocupada. O marajá de Sawantwadi, governante de Pernem, ocupou-o até que retornou às mãos dos portugueses em 1741.

No início do século XIX, com o forte já em abandono, edificou-se um pequeno fortim à cota ribeirinha, a nordeste das estruturas preexistentes. Perto deste fortim, foram edificados em 1857 um cais, uma alfândega e ainda uma residência para um capitão, iniciativa do major engenheiro Possidónio Joaquim de Faria. (TELLES, 1938). 

Em 1895, diante da perda de sua importância estratégica frente à adição das chamadas "Novas Conquistas" e consequente deslocação das fronteiras do domínio português para o norte, a posição à borda d'água foi igualmente desguarnecida.

Encontra-se classificado como "Monumento" pelo "Archaeological Survey of India" (ASI), sob o n.º S-GA-5.

Características

Exemplar de arquitetura militar, abaluartado.

Apresenta planta poligonal irregular, com baluartes nos vértices, à semelhança da Fortaleza da Aguada e do Forte do Cabo da Rama, na região.

É acedido por um pequeno caminho ascendente que conduz ao seu portão, no lado leste.

Em seu interior erguia-se uma capela sob a invocação de Santo António, hoje desaparecida. Das edificações de serviço restam apenas vestígios. Ainda em seu interior encontram-se alguns túmulos muçulmanos que se acredita serem pré-portugueses.

Bibliografia

DIAS, Pedro, Arte de Portugal no Mundo, 15 vol.s, Lisboa, 2008-2009, vol. 9

MENDES, A. Lopes, Índia Portuguesa, breve descripção das possessões portuguesas na Ásia, 2 vol.s, Lisboa, 1886.

SALDANHA, Manuel José Gabriel de, História de Goa Política e Arqueológica [1925], New Delhi, 2002.

TELLES, Rcardo Michael, As Fortalezas de Goa e suas legendas, Oriente Português, nºs 19-21, 1938.



 Related character


 Print the Related character



Related links 

Forte [de Chaporá]
Página sobre o Forte de Chaporá, na Índia, na base de dados do Património de Influência Portuguesa (HPIP), da Fundação Calouste Gulbenkian.

http://www.hpip.org/Default/pt/Homepage/Obra?a=1453

 Print the Related links

Contribution

Updated at 03/02/2017 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.


  • Fort of Santo António de Chaporá

  • Forte de Chaporá, Forte de Chapurá

  • Fort

  • 1617 (AC)



  • Ismail Adil Shah

  • Portugal


  • Semiconserved Ruins

  • National Protection
    Encontra-se classificada como "Monumento" pelo "Archaeological Survey of India" (ASI), sob o n.º S-GA-5.





  • Tourist-cultural Center

  • ,00 m2

  • Continent : Asia
    Country : India
    State/Province: Goa
    City: Mapusa



  • Lat: 15 -37' 40''N | Lon: 73 -45' 50''E










Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Fort of Santo António de Chaporá