Fortifications of Asuncion

Asunción, Asunción - Paraguay

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (2)

Images (2)

As "Fortificações de Assunção" localizavam-se na cidade e município de Assunção, Distrito Capital, no Paraguai.

História

A cidade foi erguida em posição dominante na margem esquerda do rio Paraguai, na altura da foz do rio Pilcomayo. A sua fundação remonta ao início do século XVI, no contexto da disputa entre as Coroas de Portugal e da Espanha pela posse do rio da Prata.

"Sabendo que o navegador português Pero Lopes de Sousa estivera na região e aí colocara marco de posse para seu país [novembro de 1531], o governo espanhol enviou, pouco depois, uma expedição de 2.500 colonos, sob o comando de Pedro de Mendoza, para empreender a colonização local; foi então fundada 'Santa Maria de Buenos Aires' (1536), logo atacada pelos índios. Este fato determinou a procura de um sítio mais seguro, o que motivou a colonização do Paraguai, cujo núcleo inicial foi Assunção (1537). Deste local interiorizado puderam os espanhóis conquistar grande área da bacia do Prata e, em 1580, levar Juan de Garay a fundar novamente Buenos Aires com o nome de 'Ciudad de la Trinidad'." (CASTRO, 1983:59)

O povoado de Assunção foi fundado pelo Capitão Juan de Salazar y Gonzalo de Mendoza, que ali iniciou um forte a 15 de agosto de 1537. O episódio é relatado por E. de Gandía ("La ciudade de Assunción durante el gobierno de Irala"), na obra "Indios y conquistadores en el Paraguay" (Buenos Aires, 1932. apud STADEN, 1974:61).

Séculos mais tarde, no contexto da Guerra da Tríplice Aliança (1864-1870), quando da passagem de Humaitá (19 de fevereiro de 1868), a força de monitores da Marinha Imperial do Brasil, sob o comando de Delfim Carlos de Carvalho, conseguiu romper as correntes que fechavam o rio Paraguai naquele trecho, atingindo a capital (24 de fevereiro de 1868), que bombardearam. Nesta data, dois couraçados e um monitor dispararam de 35 a 40 tiros de artilharia sobre o forte que defendia esta capital, que devolveu poucos tiros em resposta, tendo a sua guarnição se retirado em seguida.

Transportadas pela Esquadra Imperial, tropas de ocupação brasileiras (1.700 homens) sob o comando do então coronel Hermes Ernesto da Fonseca (1824-1891), pai do futuro presidente da República brasileira de mesmo nome, entraram sem resistência em Assunção (31 de dezembro de 1868), encontrando a capital abandonada, defendida por um forte com poucos soldados e um único canhão. Por terra, as forças do Marquês de Caxias (1803-1880), entram em Assunção a 5 de janeiro de 1869, encerrando esta fase da campanha.

Bibliografia

CASTRO, Therezinha de. "O Brasil da Amazônia ao Prata". Rio de Janeiro: Colégio Pedro II, 1983. 122 p.

STADEN, Hans. "Duas viagens ao Brasil". Belo Horizonte, Ed. Itatiaia; São Paulo, Ed. da Universidade de São Paulo, 1974. 218 p. il.

  • Fortifications of Asuncion


  • Fortifications Group





  • Paraguay


  • Missing






  • Disappeared

  • ,00 m2

  • Continent : South America
    Country : Paraguay
    State/Province: Asunción
    City: Asunción



  • Lat: 25 16' 48''S | Lon: 57 38' 5''W










Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Fortifications of Asuncion