Fort of Curuzú

Curuzú, Ñeembucú - Paraguay

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (5)

Images (5)

O "Forte de Curuzú" localizava-se à margem esquerda do rio Paraguai, a dois quilómetros ao sul do Forte de Curupaiti, no Paraguai.

História

No contexto da Guerra da Tríplice Aliança (1864-1870), da mesma forma que o Forte de Curupaiti, constituía-se numa defesa avançada da Fortaleza de Humaitá. Este complexo defensivo paraguaio controlava o acesso por via fluvial à capital, Assunção.

Foi conquistado na batalha de Curuzú (1 a 3 de setembro de 1866) pelas forças do 2.º Corpo do Exército Brasileiro, sob o comando do general Manuel Marques de Sousa, visconde de Portalegre, transportadas pela Esquadra Imperial Brasileira. O combate foi decidido por uma manobra conjunta em que a Marinha, por um canal menor do rio, oculto no Chaco, conseguiu desembarcar tropas do Exército na retaguarda Paraguaia, causando a debandada destes.

Durante a batalha, foi afundado o encouraçado "Rio de Janeiro" e danificadas outras embarcações da Marinha Imperial. Registaram-se 800 baixas entre as forças aliadas e 700 mortos, 1700 feridos e 30 prisioneiros entre as forças do Paraguai.

Atualmente em Curuzu podem ser observados os restos da caldeira do "Eponina", um antigo navio mercante de bandeira Argentina, afretado pela Marinha Imperial Brasileira e convertido em navio-hospital. Chegou a Curuzú depois do combate, quando aí acampavam as forças Aliadas, mas logo foi presa de um violento incêndio, supostamente causado por uma vela, tendo perecido 400 de seus pacientes. Posteriormente, ao secar-se o canal onde afundou, surgiram os restos de uma caldeira, que por muito tempo se afirmou serem os restos do encouraçado "Rio de Janeiro". Entretanto, uma investigação empreendida pela "Asociación Cultural Manduara" com a colaboração do historiador naval, capitão Jaime E. Grau, que além de seus conhecimentos facultou documentos e cartografia da época, permitiu dar a conhecer publicamente que os ditos restos correspondem ao navio-hospital e não ao vaso de guerra.

Características

À semelhança do Forte de Curupaiti, esta estrutura compunha-se de um fosso defensivo e de muros levantados com a terra dele retirada, apiloada, ao longo do qual se encontravam dispostas a artilharia e a linha de atiradores.



 Related character


 Print the Related character

Related bibliography 


 Print the Related bibliography


  • Fort of Curuzú


  • Fortifications Group





  • Paraguay


  • Missing






  • Disappeared

  • ,00 m2

  • Continent : South America
    Country : Paraguay
    State/Province: Ñeembucú
    City: Curuzú



  • Lat: 27 13' 59''S | Lon: 58 34' 51''W










Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Fort of Curuzú