Fort Santa Cruz

Oran, Oran - Algeria

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (3)

Images (3)

O "Forte de Santa Cruz" localiza-se no alto do Monte Murdjadjo, também conhecido como Pico de Aidour, na cidade e província de Orão, na costa noroeste da Argélia.

Estrategicamente situada sobre o golfo de Orão, é um dos três fortes da cidade, com a função de defesa do segundo maior porto do país. Os outros dois são o "Fort de la Moune", na extremidade oeste do porto, e o "Fort St. Philippe", que substituiu o antigo "Castillo de los Santos", no centro histórico da cidade. No passado, o forte serviu de residência aos governadores de Orão. Do alto dos seus muros descortina-se a cidade de Orão a leste, assim como a baía de Orão e o importante porto militar de Mers-el-Kebir, a oeste.

História

Remonta a uma pequena fortificação erguida pelos Otomanos no local, atacada e conquistada por forças espanholas em 1509, pelo lado de um corte que a separava do vasto planalto de Moulay Abdelkader el-Meida.

Na posse espanhola, a fortificação foi reconstruída e ampliada entre 1577 e 1604. Os trabalhos demandaram o transporte de todos os materiais necessários, montanha acima, por trilhos tortuosos e difíceis, assim como o aprofundamento do primitivo corte que o separa do planalto.

Ao longo dos séculos, os danos causados pelos ataques sofridos e pelos elementos levaram a diversas campanhas de reparos e reforços, assim como a mudanças nas funções das suas dependências. Destacam-se a tentativa de conquista pelo xerife marroquino Moulay Ismail em 1707, que teve o seu exército dizimado, e o grande terremoto de 1791, que deixou a maior parte da cidade em ruínas, conduzindo à sua evacuação pelos espanhóis no ano seguinte (1792).

Em 1831 forças francesas ocuparam a cidade e este forte. Data deste período a reforma que conferiu ao antigo forte a sua atual feição, conforme uma inscrição epigráfica em seu interior, que recorda aos visitantes: "Fort Santa-Cruz / Construit au XVIe. Siècle par / l'Armée Espagnole. / Restauré de 1854 à 1860 par / le Génie Militaire Français."

A 400 metros acima do nível do mar, a fortificação está inscrita no perímetro do maciço do Murdjajou, classificado como sítio natural pelo Governador-geral desde 6 de outubro de 1950.

Características

A fortificação é do tipo abaluartado, composta por grossas muralhas com um perímetro de mais de dois quilómetros e meio, dominadas por uma "kasbah" (cidadela) onde os governadores espanhóis possuíam o seu quartel-general.

Em seu interior dispunha de dependências para o Comandante, quartéis para as tropas, sala da guarda, armazéns e paióis. Destacavam-se três grandes cisternas para captação de águas pluviais, a maior dos quais com capacidade para 300.000 litros e a única que permanece desobstruída em nossos dias.

Há uma comunicação subterrânea entre todas as fortalezas da cidade, com galerias subterrâneas que sobem e descem sob as colinas. A permissão para visitá-las deve ser obtida junto ao Coronel de Engenheiros local.

Uma pequena capela, sob a invocação de Santa Cruz, ergue-se vizinha ao forte, por iniciativa do bispo de Orão no contexto de uma grande epidemia de cólera que se abateu sobre a cidade em 1847. Foi acrescida de uma torre, com uma estátua da Virgem Maria de grandes dimensões, que se afirma ser uma réplica da de Notre Dame de la Garde, em Marselha, denominada como Notre Dame de la Salut de Santa Cruz, e que se constitui em local de peregrinação anual para a população católica.

Bibliografia

CHAILA, Houari. "Oran, Histoire d'une ville (2ª ed.)". EDIK, 2002. ISBN 9961-31-006-3

  • Fort Santa Cruz


  • Fort

  • 1577 (AC)

  • 1604 (AC)



  • Spain


  • Restored and Well Conserved

  • Other: tell us by e-mail
    Está inscrita no perímetro do maciço do Murdjajou, classificado como sítio natural pelo Governador-geral desde 6 de outubro de 1950.





  • Tourist-cultural Center

  • ,00 m2

  • Continent : Africa
    Country : Algeria
    State/Province: Oran
    City: Oran



  • Lat: 35 -43' 23''N | Lon: 0 39' 37''






  • Restaurada por tropas francesas entre 1854 e 1860.




Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Fort Santa Cruz