Fort of São João da Barra de Tavira

Tavira, Faro - Portugal

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (1)

Images (1)

O “Forte de São João da Barra”, também referido como “Forte de São João Baptista”, “Forte de São João” e “Forte da Conceição”, localiza-se junto à Ria Formosa na freguesia de Cabanas de Tavira, cidade e concelho de Tavira, distrito de Faro, em Portugal.

Este trecho da costa possui um grande banco de areia natural, outrora utilizado por navios portugueses como porto de abrigo, antes de entrar no mar Mediterrâneo pelo estreito de Gibraltar.

Nos séculos XVI e XVII a ação dos piratas da Barbária era uma ameaça constante para as embarcações Portuguesas e Espanholas nessas águas, e frequentemente eram registados assaltos aos assentamentos costeiros. Em meados do século XVI havia sido erguido o Forte do Rato para defesa da entrada do porto de Tavira. Entretanto, no século XVII o banco de areia deslocara-se significativamente para leste, tornando essa defesa ineficaz.

História

Remonta a uma fortificação erguida em faxina e terra apiloada no contexto da Guerra da Restauração da Independência Portuguesa (1640-1668), por iniciativa do Governador e Capitão-general do Reino do Algarve, conde de Val de Reis, em 1656, conforme inscrição epigráfica sobre o portão de armas. Tinha a função de defesa da barra da Ria Formosa e o acesso ao porto de Tavira.

Acredita-se que o francês Pierre de Saint-Colombe tenha estado envolvido no seu projeto, à semelhança de outras fortificações na região, o mesmo se aventando para o italiano João [Giovanni de] Vanicelli. (ANICA, 2011)

Foi ampliado a partir de 19 de dezembro de 1670, conforme a mesma fonte, estando esses trabalhos concluídos em 1672.

Foi danificado pelo terramoto de 1 de novembro de 1755.

Sob o reinado de Maria I de Portugal (1777-1816) foi reedificado em 1793, pelo então Governador e Capitão-general do Reino do Algarve, Nuno José Fulgêncio de Mendonça e Moura, conde de Val de Reis, trineto do primeiro promotor da obra, sendo inspetor dela o doutor José Caetano de Andrade Castro, conforme inscrição epigráfica complementar, também sobre o portão de armas.

Após a Guerra Civil Portuguesa (1828-1834), foi parcialmente desativado, conservando uma pequena guarnição até 1897, com a função de alfândega.

Com o assoreamento da ria e o desvio da barra para leste, a fortificação perdeu as suas funções militares e, no início do século XX, foi totalmente desativada. Em 1905 o imóvel foi adquirido por particulares.

Encontra-se classificado como Imóvel de Interesse Público pelo Decreto n.º 43.073, pelo Diário do Governo, I Série, n.º 162, de 14 de julho de 1960.

Foi utilizado como locação na rodagem do filme português "À Flor do Mar" (1986), dirigido por João César Monteiro.

De 2007 a 2008 conheceu obras de recuperação e adaptação a unidade hoteleira de Turismo da Natureza, com projeto dos Arquitetos Vitor Mestre e Sofia Aparício: o Hotel Forte de São João da Barra. O projeto aproveitou os edifícios remanescentes no interior da praça de armas, nomeadamente as cavalariças, os paióis, a casa do governador e a capela.

Características

Exemplar de arquitetura militar, moderna, de enquadramento rural, erguido sobre uma pequena colina que permitia vigiar a costa adjacente, assim como o canal entre a costa e o banco de areia.

Apresenta planta quadrangular, com baluartes nos vértices, acedidos por rampas a partir da praça de armas.

O seu portão de armas, de arco pleno, voltado ao lado de terra e antecedido por um fosso, possui espaldar, no qual foram colocados o brasão real, a inscrição comemorativa da construção, que reza (leitura modernizada):

SENDO REGENTE DOS REINOS E SENHORIOS DE PORTUGAL O SERENÍSSIMO PRÍNCIPE DOM PEDRO O CONDE DE VALE DE REIS DOS CONSELHOS DE ESTADO E GUERRA CAPITÃO GERAL DESTE REINO ACHANDO ESTE SÍTIO CAPAZ MANDOU FAZER ESTA FORTALEZA DE PEDRA E CAL ESTANDO DESENHADA JÁ DE TERRA E FAXINA REINANDO O SENHOR REI DOM JOÃO O IV DA GLORIOSA MEMÓRIA NO ANO DE 1656 O MESMO CONDE DE VALE DE REIS MANDOU FAZER A PONTE DA CIDADE DE TAVIRA E GOVERNANDO ESTA FORTALEZA O SARGENTO MAIOR DOMINGOS DE CARPIÃO CASTANHEDA SE LHE ENCARREGOU A ADMINISTRAÇÃO DESTA OBRA A QUAL FEZ DAR PRINCÍPIO EM 19 DE DEZEMBRO DO ANO DE 1670.

A esta segue-se uma outra inscrição, que a seu turno complementa (leitura modernizada):

FOI REEDIFICADA ESTA FORTALEZA POR SEU TERCEIRO NETO NUNO JOSÉ FULGÊNCIO DE MENDONÇA E MOURA CONDE DE VALE DE REIS GOVERNADOR E CAPITÃO GERAL DO DITO REINO GENTIL HOMEM DA CÂMARA DO PRÍNCIPE NOSSO SENHOR E DEPUTADO DA JUNTA DESTE REINANDO DONA MARIA I SENDO INSPECTOR DELA O DOUTOR JOSÉ CAETANO DE ANDRADE CASTRO ANO DE 1793.

No interior, dispunham-se em redor da praça de armas as edificações de serviço: casa do governador, quartéis, capela, paiol, armazéns e, descentrado, um poço.

Pelo exterior o forte era envolvido por um fosso seco.

  • Fort of São João da Barra de Tavira

  • Forte de São João Baptista, Forte de São João, Forte da Conceição

  • Fort

  • 1656 (AC)




  • Portugal


  • Restored and Well Conserved

  • National Protection
    Encontra-se classificado como Imóvel de Interesse Público pelo Decreto n.º 43.073, pelo Diário do Governo, I Série, n.º 162, de 14 de julho de 1960.





  • Tourist-cultural Center

  • ,00 m2

  • Continent : Europe
    Country : Portugal
    State/Province: Faro
    City: Tavira



  • Lat: 37 -9' 40''N | Lon: 7 35' 33''W






  • 2007-2008: obras de recuperação e requalificação como unidade hoteleira de Turismo da Natureza.




Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Fort of São João da Barra de Tavira