Fort of Albarquel

Setúbal, Setúbal - Portugal

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (1)

Images (1)

O “Forte de Albarquel”, também referido como "Fortaleza de Albarquel”, localiza-se sobre a praia de mesmo nome, na freguesia de União das Freguesias de Setúbal, concelho e distrito de Setúbal, em Portugal.

Na margem direita da foz do rio Sado, integrou, a partir do século XVII, a linha defensiva do trecho do litoral que se estendia de Albarquel a Sesimbra, complementando a defesa da importante povoação marítima de Setúbal.

História

No contexto da Guerra da Restauração da Independência portuguesa (1640-1668), procedeu-se uma ampla remodelação da estratégia defensiva do reino, à qual não foi alheia a defesa da barra do rio Sado, acesso a Setúbal.

Projetado desde 1642, as obras do Forte de Albarquel iniciaram-se no ano seguinte (1643), juntamente com as do Forte de Santiago do Outão. Tinham como função o complemento da defesa proporcionada pelo Forte de São Filipe de Setúbal.

Contribuíram para as obras desta barra, à época, os proprietários das marinhas de sal e os navegantes da Casa do Corpo Santo, tendo as obras deste forte, como as do Outão, sido concluídas sob o reinado de Pedro II de Portugal (1667-1706). O cargo de Governador do forte de Albarquel foi concedido por João IV de Portugal (1640-1656) ao 1.º Guarda-mor do Sal de Setúbal. O título havia sido instituído de “juro e herdade” (i. é, hereditariamente) por Filipe IV de Espanha (1621-1665) a Diogo Botelho de Moraes Sarmento e, após a Restauração da Independência portuguesa (1640), confirmado por D. João IV ao mesmo titular. Foi último Governador do forte, na mesma família, António Manoel Botelho de Moraes Sarmento, 6.º Guarda-mor do Sal de Setúbal.

Em 1761 foram procedidos reparos no forte.

No contexto da Guerra Civil Portuguesa (1828-1834) a praça esteve sob o comando do Governador Manuel Mâncio Júdice Biker, de 1830 a 1833.

Perdida a sua função defensiva, foi arrendado ao Conselheiro Joaquim de Carvalho (1889).

Na primeira metade do século XX foi erguida, no morro por detrás do forte, uma fortificação acasamatada, artilhada por três canhões Krupp de 150 mm, e guarnecida por cerca de 30 homens. As novas instalações compreendiam dependências como casernas, refeitório e armazéns.

De propriedade do Ministério da Defesa, até recentemente esteve integrado no Regimento de Artilharia de Costa, entretanto extinto, do Exército português, com a designação de 8.ª Bateria.

Em 2001, por Comunicado do Conselho de Ministros datado de 21 de junho, o terreno deveria passar para a Câmara Municipal de Setúbal. No início de 2004 encontrava-se abandonado, cogitando-se a sua requalificação como unidade hoteleira.

Atualmente abandonado, em janeiro de 2015 foi anunciado na imprensa que o forte vai ser transformado num complexo cultural, destinado a exposições e espetáculos.

A fortificação foi gratuitamente cedida pelo Estado Português à Câmara Municipal de Setúbal (29 de janeiro de 2015), por um período prorrogável de 32 anos. A sua requalificação, orçada em cerca de 2 milhões de euros, será impulsionado pela Câmara em parceria com a fundação inglesa "The Helen Hamlyn Trust", que também já apoia a realização do Festival de Música de Setúbal.

A intervenção vai requalificar ainda o espaço envolvente ao forte, com a construção de um passadiço destinado a ligar o Parque Urbano de Albarquel à praia. Outro privado, a Fundação Buehler-Brockhaus, constituída por um casal alemão radicado em Setúbal, assumirá esta intervenção, enquanto a autarquia ficará responsável pela construção de um parque de estacionamento.

Características

O forte apresenta planta no formato trapezoidal, com um pequeno baluarte no vértice sudeste e uma guarita no sul, ambos voltados para o mar. No lado nordeste da praça de armas ergue-se a edificação com as dependências de serviço.

O portão de armas abre-se no vértice a norte.



 Related character


 Print the Related character

Contribution

Updated at 29/06/2015 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contributions with medias: Carlos Luís M. C. da Cruz (1).


  • Fort of Albarquel

  • Fortaleza de Albarquel

  • Fort

  • 1643 (AC)




  • Portugal


  • Featureless and Badly Conserved

  • Monument with no legal protection





  • Without defined use

  • ,00 m2

  • Continent : Europe
    Country : Portugal
    State/Province: Setúbal
    City: Setúbal



  • Lat: 38 -31' 21''N | Lon: 8 54' 49''W










Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Fort of Albarquel