Forte de Santa Maria de Guaxenduba

Icatu, Maranhão - Brazil

O Forte de Santa Maria de Guaxenduba, hoje desaparecido, estava localizado a nordeste da ilha de São Luís, na baía de São José, à margem direita da foz do rio Munim, na vila velha do Icatú (atual cidade de Icatú), no litoral do Estado do Maranhão.

No contexto da União Ibérica (1580-1640), com o aumento da presença francesa na costa do Maranhão, a resposta espanhola foi o envio de uma expedição composta por quatro navios de guerra e 150 soldados reforçados por índios flecheiros (nov/1614), sob o comando do Capitão-mór Jerônimo de Albuquerque Maranhão (1548-1618).

As forças portuguesas acamparam em Guaxenduba, diante da posição francesa no Forte de Itapary, onde ergueram uma defesa com traça do Engenheiro-mór do Estado do Brasil, Francisco de Frias da Mesquita, "que depois de haver acabado com grande louvor a Fortaleza da Lajem do Recife, se ofereceu para acompanhar Jerônimo de Albuquerque." (MARQUES, 1970: p. 280). Os religiosos franciscanos que acompanhavam a expedição "(...) lançaram sortes para a escolha do nome da fortaleza, e saiu o nascimento de Nossa Senhora, e assim se chamou Forte de Santa Maria (...)." (op. cit., p. 280).

Também conhecido como Forte da Natividade ou Forte de Guaxenduba, constituía-se de uma fortificação de campanha assim descrita:

"(...) Era um sexágono [hexágono], onde se assentavam três peças de artilharia em uma esplanada, que para isso fizeram com seus cestões, enquanto os baluartes e cortinas da obra se formavam de grossas vigas, assentadas sobre grades, e cruzadas de peralto de fortes travessas. Foi construída de modo que com os soldados se vigiava e descortinava tudo (...)." (op. cit., p. 280-281).

O forte português, ainda em construção, foi atacado pelas forças de Daniel de La Touche, senhor de La Ravardière, à frente de sete patachos e quarenta e seis canoas de índios flecheiros, montando um efetivo de 200 franceses e cerca de 2.000 índios. Apesar da desvantagem numérica, as tropas de Jerônimo de Albuquerque e do Sargento-mór Diogo de Campos Moreno resistiram e repeliram com sucesso este efetivo (19/nov/1614) (SOUZA, 1885: p. 71). Em carta desta data, dirigida a Jerônimo de Albuquerque, La Ravardière designa-o como Forte de São Simão (MARQUES, 1970: p. 281).

A 27/nov foi assinado um armistício de um ano entre as partes, para que as duas Coroas - espanhola e francesa -, encontrassem uma saída diplomática. Para isso, o navio francês "Regent" retorna à Europa com emissários portugueses e franceses a bordo, embora não se conheçam os resultados desse esforço diplomático.

Este forte encontra-se cartografado por João Teixeira Albernaz, "o velho" (Capitania do Maranhão, c. 1615. Mapoteca do IHGB, Rio de Janeiro).

Ao redor desta fortificação se desenvolveu uma pequena povoação, o arraial de Santa Maria de Guaxenduba. Elevada a vila com o nome de Vila d'Águas Boas, posteriormente foi transferida para as margens do rio Munim, onde no final do século XIX se erguia a Vila (hoje cidade) do Icatú. A antiga povoação era, então, designada como Vila velha do Icatú (MARQUES, 1885: p. 141-157).



 Related character


 Print the Related character

Related bibliography 


 Print the Related bibliography



Related links 

Forte de Santa Maria de Guaxenduba
Página da enciclopédia Wikipédia versando sobre o Forte de Santa Maria de Guaxenduba, que se localizava a nordeste da ilha de São Luís, na baía de São José, à margem direita da foz do rio Munim, na vila velha do Icatu, no litoral do Estado do Maranhão, no Brasil.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Forte_de_Santa_Maria_de_Guaxenduba

 Print the Related links

Contribution

Updated at 24/11/2008 by the tutor Roberto Tonera.

With the contribution of contents by: Carlos Luís M. C. da Cruz.


  • Forte de Santa Maria de Guaxenduba

  • Forte de Guaxenduba; Forte da Natividade.

  • Fort

  • 1614 (AC)


  • Francisco Frias da Mesquita


  • Portugal


  • Missing






  • Disappeared

  • 0,00 m2

  • Continent : South America
    Country : Brazil
    State/Province: Maranhão
    City: Icatu

    Localizado a nordeste da ilha de São Luís, na baía de São José, à margem direita da foz do rio Munim, na vila velha do Icatú (atual cidade de Icatú), no litoral do Estado do Maranhão.


  • Lat: 2 46' 28''S | Lon: 44 3' 46''W


  • Ao redor desta fortificação se desenvolveu uma pequena povoação, o arraial de Santa Maria de Guaxenduba. Elevada a vila com o nome de Vila d'Águas Boas, posteriormente foi transferida para as margens do rio Munim, onde no final do século XIX se erguia a Vila (hoje cidade) do Icatú.








Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Forte de Santa Maria de Guaxenduba