Forte de Nossa Senhora da Vitória

Lagoa, Região Autónoma dos Açores - Portugal

Pesquisa de Imagens da fortificação

Data 1 Data 2

Mídias (3)

Imagens (3)

O “Forte de Nossa Senhora da Vitória”, também referido como “Forte da Caloura” localizava-se na povoação da Caloura, freguesia de Água de Pau, concelho da Lagoa, costa sul da ilha de São Miguel, na Região Autónoma dos Açores, em Portugal.

Tinha a função de defesa do porto da Caloura contra os ataques de piratas e corsários, outrora frequentes nesta região do oceano Atlântico

História

No final do século XVI FRUTUOSO (2005), acerca da defesa de Água de Pau, referiu:

O porto da Vila de Água do Pau, (…), por outro nome se chama porto de Val de Cabaços, por (…) que os antigos, quando iam por ali descobrindo a costa, viram coberta de umas flores grandes e brancas, de uma erva que se chama legação, de que ainda hoje em dia está bem bastecida, que pareciam flores de cabaças e por isso Ihe chamaram Val de Cabaços. Dista de Vila-Franca duas léguas; é muito bom porto e já fortificado com seu baluarte e cavas, até quebrarem os moradores de Água do Pau uma ponte de pedra de biscoito que ali estava, por onde se podia entrar a terra, com que agora fica amurada, além de um forte, mais defensável que forte, que fizeram em cima na rocha, donde um só homem, com pedras que dela deixe cair, pode tolher a desembarcação aos contrairos sem deles poder ser ofendido. Tem também um poço de água salobra junto do mesmo porto, e bom desembarcadouro e varadouro para os barcos de pescar e de cárrega, pegado com o qual, está uma ermida de Nossa Senhora da Concepção, que é a primeira que houve nesta terra desta advocação, onde foi o primeiro mosteiro de freiras de toda esta ilha e de todalas ilhas dos Açores, como a seu tempo contarei.” (Op. cit., Livro IV, capítulo XLI)

No contexto da Guerra da Sucessão Espanhola (1701-1714) encontra-se referido pelo brigadeiro António do Couto de Castelo Branco na relação "Fortificações nos Açores existentes em 1710" como "O Reduto da Villa de Agua de Pau." (Arquivo dos Açores, vol. IV, 1882, p. 179)

CORDEIRO, em 1717 descreve o porto e a sua fortificação: "He pois [Val de Cabassos] porto bom, e facilmente defensavel até com pedras de cima; e he fortilicado com baluarte, e cavas." (Op. cit., Livro V, capítulo V. p. 181)

Ao final do século XVIII, a “Relação dos Castelos e mais Fortes da Ilha de S. Miguel do seu estado do da sua Artelharia, Palamentas, Muniçoens e do q.’ mais precizam”, pelo major engenheiro João Leite de Chaves e Melo Borba Gato, informava:

"Forte de N. S. da Victoria - Na V.a d'Agoa de Páo, aRuinado em hu' angulo, as cazas danificadas, e sem portão, tem 5 canhoneiras, e 5 peças de ferro desmontadas: palamenta o m.mo q.' o d'Alagoa, muniçoens hu'cartuxo de bala de mosquete que tem 8 aRateis: está edificado em hua alta roxa, continuada p.a hu' e outro lado, mais do alcance de ponto em branco das maiores peças, pelo q.' o reputo só necessario p.a signais." (Op. cit., p. 150)

A "Relação" do marechal de campo Júlio José Fernandes Basto, 1.º barão de Basto, comandante da 10.ª Divisão Militar (Açores), em 1862 refere-o como "Forte da Caloura" e informa que se encontra muito arruinado. (Op. cit., p. 268)

REZENDES (2009) assinala-lhe os vestígios, referindo que se encontra entaipado e esquecido junto ao porto. (Op. cit., p. 25. Ver também REZENDES, 2010:7)

Características

Exemplar de arquitetura militar, abaluartado.

Constituiu-se em um forte martítimo de pequenas dimensões, erguido sobre um rochedo, em cujos muros se rasgavam cinco canhoneiras.



 Personagens relacionados


 Imprimir Personagens relacionados

Bibliografias relacionadas 


 Imprimir Bibliografias relacionadas



Links relacionados 

Fortificação - Ilha de São Miguel
Página do Instituto Histórico da Ilha Terceira (IHIT) com a bibliografia publicada no Boletim daquela instituição sobre as fortificações da ilha de São Miguel.

http://www.ihit.pt/new/fortes/saomiguel.php

 Imprimir Links relacionados

Contribuições

Atualizado em 26/07/2020 pelo tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contribuições com mídias: Carlos Luís M. C. da Cruz (3).


  • Forte de Nossa Senhora da Vitória

  • Forte da Caloura

  • Fortim





  • Portugal


  • Ruínas mal conservadas

  • Monumento Sem Proteção Legal





  • Ruínas

  • ,00 m2

  • Continente : Europa
    País : Portugal
    Estado/Província: Região Autónoma dos Açores
    Cidade: Lagoa



  • Lat: 37 -43' 11''N | Lon: 25 29' 45''W







  • FRUTUOSO - Saudades da Terra



Imprimir o conteúdo


Cadastre o seu e-mail para receber novidades sobre este projeto


Fortalezas.org > Fortificação > Forte de Nossa Senhora da Vitória