Castillo de Villahaleva

Torralba del Pinar, Castellón - España

O “Castelo de Villahaleva”, também referido como “Castillo de Vilahaleva”, “Castillo de Vialeva”, “Castillo de Villafaleva” e “Castelo de Torralba del Pinar”, localiza-se no município de Torralba del Pinar, comarca do Alto Mijares, província de Castellón, na comunidade autónoma da Comunidade Valenciana, na Espanha.

Ergue-se em posição dominante sobre uma elevação junto à via que une Torralba del Pinar a Ayódar, no centro do vale do rio Mijares.

História

Remonta a uma fortificação de origem muçulmana, erguida em algum momento entre os séculos X e XII, possivelmente com a função de controlo do vale e dos caminhos e passos até Villamalur.

No contexto da Reconquista cristã da região, após o pacto firmado em Calatayud (1229) passou das mãos de Zayd Abū Zayd, último governador Almóada da Taifa de Valência, para as de Jaime I de Aragão (1213-1276). Em troca da vassalagem de Abū Zayd, o soberano ofereceu-lhe auxílio para expulsar de Valência o usurpador Abū Yumail Zayyān (Zahen), com a proteção de Ximén Pérez, dos Azagra e de outros cavaleiros aragoneses. Por este compromisso Abū Zayd obrigava-se a entregar a Jaime I a quarta parte de todas as terras, vilas e castelos que conseguisse recuperar.

Em 1232 firmou-se o segundo tratado de vassalagem e proteção com Jaime I, pelo qual Abū Zayd cedeu todos os direitos sobre Valência. Com estes pactos Abū Zayd passou de governador Almóada a senhor feudal cristão.

O castelo integrou o senhorio de Abū Zayd na bacia do rio Mijares, em 1236.

Abū Zayd desposou Dominga López, com quem teve uma filha, Alda Fernández que por sua vez foi desposada por don Blasco Jiménez, filho de Jimén Pérez de Tarazona. O irmão de Alda, Fernando, recebeu de seu pai, entre outras povoações, Torralba de Villamalur, Ayodar, Argelita, Buynegro, Villamarchante, Villamalur e Villafalena. Fernando faleceu sem filhos e, em seu testamento, afirma que deixava Torralba de Villamalur (atual Torralba del Pinar) “a mi madre María Ferrandis”, “la Torre de Argelita a Sancha Eximenez, la hija de Blasco Eximénez, mi sobrina y el castillo de Buynegro excepto Argelita a Teresa Eximénez mi sobrina”.

O lugar de Villahaleva seguramente deve ter ficado despovoado em 1609, com a expulsão dos mouriscos.

Encontra- protegido pela Declaração Genérica como “Bien de Interés Cultural” (BIC) na categoria “Monumento”, desde 7 de maio de 2007, sob o n.º RI-51-0012070.

Atualmente encontra-se em ruínas, sendo escassos os seus vestígios arquitetónicos. Podem ser apreciados os restos das muralhas que se fundem com as paredes rochosas que circundam a colina sobre a qual se ergue.

Características

Exemplar de arquitetura militar, muçulmano e gótico, de implantação rural, isolado.

De pequenas dimensões, apresenta planta poligonal orgânica (adaptada ao terreno em que se inscreve).



 Personajes relacionados


 Imprima Personajes relacionados

Contribuciones

Actualizado en 30/01/2015 por el tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.


  • Castillo de Villahaleva

  • Castillo de Vilahaleva, Castillo de Vialeva, Castillo de Villafaleva, Castelo de Torralba del Pinar

  • Castillo





  • España


  • Ruinas abandonadas

  • Protección Nacional
    Encontra- protegido pela Declaração Genérica como “Bien de Interés Cultural” (BIC) na categoria “Monumento”, desde 7 de maio de 2007, sob o n.º RI-51-0012070.





  • Ruinas

  • ,00 m2

  • Continente : Europa
    País : España
    Estado/Província: Castellón
    Ciudad: Torralba del Pinar



  • Lat: 39 -59' 14''N | Lon: 0 25' 48''










Imprima el contenido


Registre su correo electrónico para recibir noticias sobre este proyecto


Fortalezas.org > Fortificación > Castillo de Villahaleva