Blarney Castle

Cork, Munster - Ireland

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (2)

Images (2)

O “Castelo Blarney” localiza-se em Blarney, a oito quilómetros a noroeste da cidade de Cork, no condado de Cork, na República da Irlanda.

História

Próximo ao rio Martin, a sua edificação é anterior a 1200, quando se acredita tenha sido erguida no local uma primitiva estrutura de madeira, embora dela não subsistam vestígios.

Por volta de 1210 os McCarthy, de Muskerry, substituíram-na por uma fortificação em pedra, dominada por uma torre senhorial acedida por uma porta ao nível do segundo pavimento, a cerca de 20 pés de altura, rasgada na face norte. As muralhas mais baixas elevavam-se a quinze pés.

A fortificação foi posteriormente ocupada por Cormac McCarthy, rei de Munster, que se afirma ter contribuído com quatro mil homens para as forças de Robert, o Bruce, na batalha de Bannockburn em 1314. A lenda afirma que o último rei ofereceu metade da pedra de Scone a McCarthy como agradecimento. Esta é, atualmente, conhecida como a “Pedra de Blarney”, estando incorporada às ameias do castelo, onde pode ser beijada pelos visitantes.

O castelo foi destruído em 1446, e veio a ser reconstruído por Cormac Laidir McCarthy, Senhor de Muscry, que também construiu castelos em Kilcrea e Carrignamuck.

O conde de Leicester foi designado por Isabel I da Inglaterra (1558-1603) para tomar posse do castelo. Entretanto, todas as vezes que este tentou levar a cabo a sua missão, McCarthy sugeria a realização de um banquete ou alguma outra forma de protelamento, de modo que, em resposta aos pedidos de relatório de situação da soberana, o conde enviou-lhe uma longa missiva, ao final da qual confessava que não havia tomado posse do castelo. Afirma-se que a rainha ficou tão irritada que observou que os relatórios do conde eram todos "Blarney”.

No contexto das Guerras Confederadas Irlandesas (1641-1651) o castelo foi assediado em 1646 por forças parlamentares sob o comando de Lord Broghill, general de Oliver Cromwell. Este fez assentar uma peça de artilharia no topo de Card Hill, em posição dominante no lado oposto ao lago da atual mansão (“Blarney House”), logrando assim abrir uma brecha nas paredes da torre. No entanto, quando os seus homens penetraram no recinto do castelo, encontraram apenas dois guardas idosos. A guarnição havia escapado por um sistema de cavernas subterrâneas abaixo do castelo, conhecido como “Badgers Caves”. Existem três passagens, uma para Cork, uma para o lago e outra, aparentemente, para Kerry. De qualquer modo, os ocupantes escaparam com uma valiosa placa de ouro.

Um dos subsequentes proprietários do castelo fez drenar o lago, no fundo do qual se supunha houvesse sido lançada a placa de ouro. Uma fortuna foi gasta em vão.

Após a Restauração, o castelo foi devolvido a Donough MacCarty, feito 1.º conde de Clancarty (1594–1665).

Durante a Guerra Williamite na Irlanda (1688-1691) Donough MacCarty, 4 º Conde de Clancarty (1668–1734), apoiante de Jaime II de Inglaterra, foi aprisionado e as suas terras (incluindo o Castelo Blarney) confiscadas pelos Williamites.

A partir de então o castelo foi vendido, mudando de mãos diversas vezes. Sir Richard Pyne, Lord Chefe de Justiça da Irlanda, possuiu-o por um curto período, antes de ser adquirido, no alvorecer de 1700, por Sir James St. John Jefferyes, então governador da cidade de Cork.

O seu filho, do mesmo nome, foi ministro plenipotenciário para a Inglaterra na corte de Carlos XII da Suécia. Tendo tomado parte na Batalha de Poltava (8 de julho de 1709) foi recompensado com um retrato de corpo inteiro do soberano e uma espada cravejada de rubis, que posteriormente vendeu para drenar e melhorar as terras em torno do castelo. No início do século XVIII, ainda sob o reinado de Ana da Irlanda (1702-1707), Sir James St. John Jefferyes construiu uma mansão em estilo gótico-georgiano adossada à torre de menagem do antigo castelo, como era o costume, à época, em toda a Irlanda. Ao mesmo tempo, a família Jefferyes contruiu no exterior um jardim paisagístico conhecido como Rock Close, com uma notável coleção de enormes rochas e pedras dispostas em torno do que pareciam ter sido os remanescentes druídicos de tempos pré-históricos. Efetivamente, muitos dos teixos e azinheiras do jardim são extremamente antigos.

Em 1820 a mansão foi destruída por um incêndio e as suas alas formam hoje um pitoresco complemento à torre de menagem, tendo sido intervencionadas na década de 1980 para proporcionar uma melhor visão da torre.

Os Jefferyes uniram-se pelo casamento, em 14 de janeiro de 1846, à família Colthurst, de Ardrum, Inniscarra & Ballyvourney, Co., em Cork, e Lucan, Co., em Dublin. Tendo as suas crianças falecido precocemente, Lady Colthurst decidiu construir uma nova mansão, em estilo baronial escocês, ao sul da torre, com vista para o lago. Esta foi concluída em 1874 e, conhecida como “Blarney House”, tem sido a residência da família desde então.

Atualmente o castelo encontra-se em ruínas, sendo possível reconhecer alguns compartimentos e troços de muralhas.

A lenda da "pedra da eloquência"

O monumento é famoso por uma pedra que, conforme a tradição local, assegura conferir o dom da eloquência a todos aqueles que a beijam. É conhecida como “Pedra da Eloquência” ou “Pedra de Blarney”.

O termo "blarney" (em português lisonja, adulação) foi introduzido na língua inglesa pela rainha Isabel I da Inglaterra, com o significado de conversa camponesa, entendida como conversa ilusória, enganadora, sem, entretanto, ser ofensiva.

A pedra em questão encontra-se no topo da parede fronteira sob uma ameia e, para beijá-la, o visitante tem que inclinar-se para trás, segurando-se num corrimão hoje de aço, a partir do adarve.



Related entries 

Adarve

 Print the Related entries

Contribution

Updated at 19/01/2019 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contributions with medias: Ion Cibotari (1), Carlos Luís M. C. da Cruz (1).


  • Blarney Castle


  • Castle





  • Ireland


  • Conserved Ruins






  • Ruins

  • ,00 m2

  • Continent : Europe
    Country : Ireland
    State/Province: Munster
    City: Cork



  • Lat: 51 -56' 16''N | Lon: 8 34' 15''W










Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Blarney Castle