Fortaleza de Itaipú

Praia Grande, São Paulo - Brazil

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (2)

Images (2)

A Fortaleza de Itaipú localiza-se na ponta de Itaipu em Praia Grande, dominando a barra de São Vicente, no litoral do Estado de São Paulo. É formada por três fortificações denominadas Duque de Caxias, Jurubatuba e General Rego Barros.

Projetado em 1896, destinava-se a controlar o movimento de embarcações na barra de São Vicente, acesso ao porto de Santos, reforçando a defesa da baixada santista. A sua artilharia inicial compunha-se de seis canhões Krupp 150mm L/50 e foi encomendada em 1901.

O Forte Duque de Caxias foi artilhado com quatro canhões Schneider-Canet de 150 mm, com o terrapleno voltado para o mar aberto, e as dependências de apoio protegidas no subterrâneo. O Forte da Ponta de Jurubatuba, concluído em 1920, foi edificado em concreto e armado com dois canhões também Schneider-Canet de 150 mm, com o terrapleno voltado para o interior da baía e dependências de apoio subterrâneas. Já o Forte General Rego Barros, era totalmente subterrâneo, com planta em forma de "U" definindo os dois acessos. Havia ainda a Bateria Gomes Carneiro, armada com canhões Krupp de 75 mm, e uma bateria de obuseiros no alto do morro, obra que não foi concluída, sendo abandonada em 1911 (MORI, 2003:210-11).

Os anos de 1902 e 1903 foram consumidos na execução das obras de infra-estrutura: estradas, contenção de encostas e pontes de acesso, inclusive um viaduto com vão livre de 20m e flecha de 6m. A partir de 1903, inicia-se a construção da primeira bateria, e em seguida, entre 1904 e 1906, são levantados o Quartel, o Paiol, a Casa do Comandante e outras edificações. A partir de 1909 é iniciada a segunda bateria, de obus (Bateria General Carneiro), e no ano seguinte as obras complementares. As suas obras foram executadas pelo Coronel Ximeno Villeroy (GARRIDO, 1940:135). Inaugurado, o forte foi posteriormente ampliado e melhorado.

Durante a Revolução Constitucionalista de 1932, a guarnição do Forte de Itaipú alinhou-se ao lado dos revolucionários que lutavam contra o governo do Presidente Getúlio Vargas (1930-45) (GARRIDO, 1940:136). Bombardeado por uma esquadrilha de hidroaviões governistas, a guarnição substituiu estratégicamente os canhões Schneider (com alcance de 9 Km), por réplicas de madeira, embarcando a verdadeira artilharia e munição no "Fantasma da Morte", um trem adaptado pelos revolucionários, utilizado na linha de combate. Segundo Mori (2003:211) em 1942 os modelos antigos de canhões foram substituídos por Vickers-Armstrong de 152,4 mm, comprados nos Estados Unidos, modelo de 1917, pesando cerca de 11 toneladas, com alcance de tiro de até 18.000 metros e cadência de até 3 tiros por minuto.

Na década de 1950 encontrava-se guarnecido pelo 5º Grupo de Artilharia de Costa, artilhado com canhões Schneider-Canet de 150 mm (BARRETTO, 1958:267). A partir de 1960 abrigou o VI Grupo de Artilharia de Lista Motorizada. Atualmente, as instalações do forte encontram-se abertas à visitação pública, e existe projeto para transformá-lo em complexo turístico.

 



 Related character


 Print the Related character

Related bibliography 

Fortificações do Brasil: Resumo Histórico
Anníbal Barretto

Book
1958
 
Fortificações do Brasil
Carlos Miguez Garrido

Book
1940
 
Arquitetura Militar: um panorama histórico a partir do Porto de Santos
Adler Homero Fonseca de Castro
Carlos A. C. Lemos
Victor Hugo Mori

Book
2003
 
Circuito dos fortes da Costa da Mata Atlântica: cinco séculos em 8 pontos estratégicos
Governo do Estado de São Paulo

Folder
2005
 
Circuito dos fortes da Costa da Mata Atlântica: cinco séculos em 8 pontos estratégicos
Carlos Zundt
Tamara Gakiya Medvechikoff
André Santana Meireles
Francisco Gomes da Costa Neto

Catalog
2005
 
Circuito Turístico dos Fortes: Região Metropolitana da Baixada Santista.
Elcio Rogério Secomandi

Book
2005
 
Fortes e Fortificações do Litoral Santista
J. Muniz Jr.

Book
1982
 
Fortalezas Multimídia
Roberto Tonera

Cd-Rom
2001
 
Actas virtuais do 6° Seminário Regional de Cidades Fortificadas e 1° Encontro Técnico de Gestores de Fortificações
Universidade Federal de Santa Catarina

Annals
2010
 
Casa do Trem Bélico (1734): resgate das fortificações coloniais de defesa do Porto de Santos pelo aproveitamento turístico
Elcio Rogério Secomandi

Article
2010
 
A primeira e a última linhas de tiro do Brasil: as fortalezas de Santos
Sergio Willians

Article
2011
 
Nossas guerras. Considerações históricas dos seus recursos
Antonio Gonçalves Meira
Coralio B. P. Cabeda

Book
2009
 
Armada no mar & Bandeiras na terra
Elcio Rogério Secomandi

Book
2013
 
Fortaleza de Itaipu
Paulo Roberto Rodrigues Teixeira

Article - Magazine
2014
 
Porto de Santos: armada no mar e bandeiras na terra
Elcio Rogério Secomandi
Clotilde Paul

Book
2014
 
Os Fortes do Brasil
Ricardo Siqueira Prado
Ricardo Chaves Prado

Article - Magazine
1998
 
 

 Print the Related bibliography



Related links 

Forte de Itaipu
Página da Enciclopédia Wikipédia versando sobre o Forte Duque de Caxias de Itaipu, melhor conhecido simplesmente por Forte de Itaipu, que localiza-se na ponta de Itaipu, em Praia Grande, dominando a barra de São Vicente, no litoral do Estado de São Paulo, no Brasil.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Forte_de_Itaipu
Porto de Santos - Armada no mar & Bandeiras na terra
Website sobre as fortificações da Baixada Santista, no litoral do Estado de São Paulo.

http://www.secomandi.com.br
Fortaleza de Itaipu
Website do Sistema Cultural do Exército, apresentando algumas informações acerca do Fortaleza de Itaipu. A fortificação localiza-se na ponta de Itaipu em Praia Grande, dominando a barra de São Vicente, no litoral do Estado de São Paulo.

http://www.dphcex.ensino.eb.br/?page=itaipu
Fundação Cultural Exército Brasileiro: Projetos
Website da Fundação Cultural Exército Brasileiro, versando sobre as informações referentes ao Projeto Cultural Fortaleza de Itaipu.

http://www.funceb.org.br/projetos/projetoitaipu.html
Fortificações de São Paulo
Website Folha Online, versando sobre as seguintes fortificações: Fortaleza de Itaipú, Forte Augusto, Casa do Trem Bélico, Fortaleza de Santo Amaro da Barra Grande, Forte dos Andradas, Fortaleza de Itapema, Forte São Luiz e Forte São João. Apresenta informações referentes a localização e telefone para contato.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/turismo/noticias/ult338u5386.shtml
Fortaleza de Itaipú
Website Guia Praia Grande, versando sobre a Fortaleza de Itaipú, que se localiza na ponta de Itaipú, em Praia Grande, dominando a barra de São Vicente, no litoral do Estado de São Paulo. O website traz fotos e curiosidades relacionadas à fortificação.

http://www.guiapraiagrande.com.br/pontos-turisticos.asp?ponto-turistic...
Fortificações em São Paulo
Website Guia Viagem Turismo, versando sobre as seguintes fortificações localizadas no Estado de São Paulo: Forte de São Tiago da Bertioga (ou São João), Fortaleza de Santo Amaro da Barra Grande e Fortaleza de Itaipú.

http://www.guiaviagemturismo.com.br/roteiros-fortes-santos.aspx
Fortaleza de Itaipú
Website Novo Milênio, versando sobre a Fortaleza de Itaipú, que se localiza na ponta de Itaipu em Praia Grande, dominando a barra de São Vicente, no litoral do Estado de São Paulo. Este conteúdo se estende por 8 páginas que se acessam por link em forma de seta, localizado no canto inferior direito da página do site.

http://www.novomilenio.inf.br/pg/pgh004.htm
Fortificações em Santos
Website Brasil Viagem, versando sobre as seguintes fortificações em Santos, Estado de São Paulo: Forte de São João da Bertioga, Fortaleza de Santo Amaro da Barra Grande e Fortaleza de Itaipú.

http://www.brasilviagem.com/materia/?CodMateria=52&CodPagina=183
Circuito Turístico dos Fortes
Website animado da Unisantos, mostrando o circuito turístico dos fortes da região metropolitana da Baixada Santista, no Estado de São Paulo. Colorido e bem estruturado, o website possui versões em português, inglês e espanhol e traz imagens e informações sobre os fortes de São João da Bertioga, São Luiz, Nossa Senhora do Montserrat, Augusto e dos Andradas, Fortaleza de Itapema, de Santo Amaro, de Itaipu e Casa do Trem Bélico.

http://www.unisantos.br/circuitofortes/
Fortes, Fortins e Fortalezas por Coronel Elcio Secomandi - www.secomandi.com.br
Página do website VIMEO reunindo vídeos produzidos pela jornalista Nívea Francisco e que abordam os trabalhos de educação patrimonial realizados pelo professor Élcio Rogério Secomandi tendo como tema as fortificações brasileiras, em especial aquelas localizadas na região da Baixada Santista, no litoral de São Paulo.

https://vimeo.com/album/3875130

 Print the Related links

Contribution

Updated at 23/05/2013 by the tutor Projeto Fortalezas Multimidia (Mayra).

With the contribution of contents by: Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contributions with medias: Projeto Fortalezas Multimidia (Mayra) (1), Projeto Fortalezas Multimidia (Elisangela) (1).


  • Fortaleza de Itaipú

  • Fortaleza de Itaipús

  • Fortress

  • 1902 (AC)


  • Erico Augusto de Oliveira


  • Brazil


  • Restored and Semiconserved




  • (13)3473-2511


  • Military Active Unit

  • ,00 m2

  • Continent : South America
    Country : Brazil
    State/Province: São Paulo
    City: Praia Grande

    Localiza-se na ponta de Itaipu em Praia Grande, Av. Mal. Mallet s/n°, Canto do Forte - Boqueirão, dominando a barra de São Vicente, no litoral do Estado de São Paulo.


  • Lat: 24 1' 53''S | Lon: 46 23' 60''W



  • Atualmente, as instalações do forte encontram-se abertas à visitação pública, aos sábados, domingos e feriados (diariamente durante a temporada de verão) das 10h00 às 18h00.
    Como chegar:
    1 - Partindo do centro de Praia Grande: Av. Presidente Castelo Branco - Rua Gaspar Viana - Av. Mal. Mallet.
    2 - Vindo pela Rodovia Pe. Manoel da Nóbrega, de São Vicente ou da Rodovia dos Imigrantes: ao chegar ao trevo de entrada de Praia Grande, entrar na Av. Mal. Mallet, seguindo até seu final.


  • Foi artilhada, inicialmente, com seis canhões Krupp 150mm L/50.
    O Forte Duque de Caxias foi artilhado com quatro canhões Schneider-Canet de 150 mm; o Forte da Ponta de Jurubatuba, concluído em 1920, foi armado com dois canhões também Schneider-Canet de 150 mm. Havia ainda a Bateria Gomes Carneiro, armada com canhões Krupp de 75 mm.
    Em 1942 os modelos antigos de canhões foram substituídos por Vickers-Armstrong de 152,4 mm, comprados nos Estados Unidos, modelo de 1917, pesando cerca de 11 toneladas, com alcance de tiro de até 18.000 metros e cadência de até 3 tiros por minuto (MORI, 2003:210-11).

  • Possui o estilo "cortina invisível", por apresentar construção subterrânea.
    A partir de 1903, inicia-se a construção da primeira bateria, e em seguida, entre 1904 e 1906, são levantados o Quartel, o Paiol, a Casa do Comandante e outras edificações. A partir de 1909 é iniciada a segunda bateria, de obus (Bateria General Carneiro), e no ano seguinte as obras complementares. As suas obras foram executadas pelo Coronel Ximeno Villeroy (GARRIDO, 1940:135). Inaugurado, o forte foi posteriormente ampliado e melhorado.
    Entre 1911 e 1917, deu-se a construção do Forte Duque de Caxias. Em seguida, outros fortes foram construídos: Jurubatuba, em 1919, e General Rego Barros, em 1942.





Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Fortaleza de Itaipú