Forte de São Luís da Praia de Fora

Florianópolis, Santa Catarina - Brasil

Búsqueda de Imágenes de fortificación

Fecha 1 Fecha 2

Medias (32)

Imágenes (31)
Videos (1)

O Forte de São Luís da Praia de Fora, já desaparecido, ficava localizado no final da antiga Praia de Fora, próximo à "Pedra Grande", junto à atual Avenida Beira Mar Norte, no final da Avenida Mauro Ramos, em Florianópolis, no litoral do estado de Santa Catarina.

Em 1760, por determinação do Marquês de Pombal (1750-77), o governador do Rio de Janeiro, Capitão-general Gomes Freire de Andrade (1733-63), enviou o Engenheiro Militar, Tenente-coronel José Custódio de Sá e Faria, do Real Corpo de Engenheiros, para fazer um levantamento das defesas da Ilha de Santa Catarina, erguidas pelo Engenheiro Militar, Brigadeiro José da Silva Paes. Cumprindo a determinação, propõe e executa, para complemento da defesa do acesso norte à então Vila de Nossa Senhora do Desterro, duas fortificações: o Forte de Santana do Estreito e o Forte de São Francisco Xavier, na Praia de Fora, este último destinado complementarmente a coibir a atracação de contrabandistas no local.

Posteriormente, com a mesma finalidade, o Forte de São Luís será construído na Praia de Fora, por volta de 1771, no governo de Francisco de Souza de Menezes (1765-1775), com projeto atribuído ao Sargento-mór Francisco José da Rocha, autor também do projeto da Bateria de São Caetano da Ponta Grossa.

No levantamento de José Correia Rangel, de 1786, a bateria de canhões e o Paiol da Pólvora aparecem situados junto ao mar, com o Quartel da Tropa, a Casa do Comandante e a Cozinha, localizados numa única edificação mais afastada da praia. O forte possuía então cinco peças (canhões) de ferro, uma de calibre 8 libras e quatro de 6 lb. (TONERA&OLIVEIRA, 2015: p. 138-139). Segundo Cabral (1972), o Forte de São Luís, juntamente com o Forte de São Francisco Xavier, foi vendido em hasta pública: o primeiro, a 02/dez/1839 e o segundo a 31/ago/1841 por um "preço menor do que valia a cantaria de seus portões", segundo críticos da época. Segundo Paiva (1873) ambas as fortificações e outras, como a de São Caetano, foram demolidas no contexto da Revolução Farroupilha (1835-45), com o receio de que a cidade caísse em poder dos revolucionários, e que estes deles se servissem para melhor conservá-la.

Com a demolição do forte, no início do século XIX, adaptou-se ali uma fonte pública, transformando o local em um largo e posteriormente em uma praça, com área livre para montagens de feiras. Recentemente (2016/2017), o terreno onde existiu o forte, de propriedade do Exército Brasileiro, passou para o domínio do município de Florianópolis, recebendo o nome de Praça Forte de São Luís da Praia de Fora. A urbanização da praça deve ser precedida de um trabalho de investigação arqueológica que certamente encontrará muitos vestígios da antiga fortificação.



 Personajes relacionados


 Imprima Personajes relacionados

Bibliografías relacionadas 

Fortificações no Brasil
Augusto Fausto de Souza

Artículo
1885
 
As defesas da Ilha de Santa Catarina no Brasil-Colônia
Oswaldo Rodrigues Cabral

Libro
1972
 
Notícia Geral da Província de Santa Catarina
Arcipreste Joaquim Gomes d'Oliveira e Paiva

Libro
1873
 
Notas para a História Catarinense
Lucas Alexandre Boiteux

Libro
1912
 
Forte de São Luiz
Prefeitura Municipal de Florianópolis

Folleto
1999
 
Fortalezas Multimídia
Roberto Tonera

Cd-Rom
2001
 
Defesa da Ilha de Santa Catarina e do Rio Grande de São Pedro
José Correia Rangel de Bulhões

Documento Manuscrito
1786
 
Fortificações do Brasil: Resumo Histórico
Anníbal Barretto

Libro
1958
 
Fortificações Portuguesas no Brasil - Fortaleza de Santa Catarina
Arnaldo Manuel de Medeiros Ferreira

Artículo
2002
 
Fortificações Portuguesas no Brasil
Arnaldo Manuel de Medeiros Ferreira

Libro
2004
 
Fortificações do Brasil
Carlos Miguez Garrido

Libro
1940
 
Historia Militar da Ilha de Santa Catarina: Notas
Cândido Caldas

Libro
1992
 
Fortificações Catarinenses: patrimônio de Santa Catarina e do Brasil
Roberto Tonera

Artículo - Revista
2012
 
Geografia das fortalezas: um ensaio geográfico
Augusto César Zeferino

Artículo
2013
 
Fortificações Catarinenses: patrimônio de Santa Catarina e do Brasil
Roberto Tonera

Artículo - Revista
2013
 
Ilha de Santa Catarina: Florianópolis
Gilberto Gerlach

Libro
2015
 
Registro da patente do capitão de ordenanças Anastácio da Silveira de Souza, de 14 de janeiro de 1815
Luiz Maurício da Silveira

Documento Manuscrito
1815
 
Memória histórica da Província de Santa Catarina
Manoel Joaquim de Almeida Coelho

Libro
1856
 
Relatório do Ministro da Guerra, Sebastião do Rego Barros, em 1838
Sebastião do Rego Barros

Documento Impreso
1838
 
Manoel Joaquim de Almeida Coelho - Obra completa
Manoel Joaquim de Almeida Coelho

Libro
2005
 
Fortalezas da Ilha de Santa Catarina: um panorama.
Rosângela Maria de Melo Machado

Libro
1994
 
Patrimônio Cultural de Origem Militar: contribuições do ICOFORT RIO 2017

Anales
2019
 
As Defesas da Ilha de Santa Catarina e do Rio Grande de São Pedro em 1786.
Mário Mendonça de Oliveira
Roberto Tonera

Libro
2015
 
A invasão espanhola na Ilha de Santa Catarina
Maria de Fátima Fontes Piazza

Disertación
1978
 
A manutenção do território na América portuguesa frente à invasão espanhola da ilha de Santa Catarina em 1777
Jeferson Mendes

Capítulo
2014
 
Mapas da Ilha de Santa Catarina: suas fortificações e informações segundo cartógrafos e engenheiros espanhóis (1776-1778)
Maria Regina Boppré

Artículo
2010
 
Plano da Ilha de Santa Catarina e parte da Terra Firme desde o Rio Embaú até a Enseada das Garoupas

Documento Manuscrito
1777
 
QUEM RESTAUROU ANHATOMIRIM? A luta de memórias e a memória do poder instaladas no processo de patrimonialização da Fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim
Pedro Mülbersted Pereira

Artículo - Actas
2016
 
Hombres, poder y conflicto: estudios sobre la frontera colonial sudamericana y su crisis
Paulo César Possamai
Emir Reitano

Libro
2015
 
Ofício do Vice-Rei Luiz de Vasconcelos e Souza para o Governador da Capitania de Santa Catarina, José Pereira Pinto, de 29 de maio de 1789
Luiz de Vasconcelos e Souza

Documento Manuscrito
1789
 
Tombamento do terreno do Forte de São Luís
Candido Gonçalves de Oliveira

Documento Impreso
1868
 
Arrendamento de casa que serviu de quartel ao demolido Forte de São Luís
Alfredo Theotonio da Costa

Documento Impreso
1881
 
Muralhas de pedra, canhões de bronze, homens de ferro: fortificações do Brasil de 1504 a 2006 - Tomo IV
Adler Homero Fonseca de Castro

Libro
2019
 
Restauração das Fortalezas da Ilha de Santa Catarina: Depoimentos
Roberto Tonera

Revista
2019
 
Arqueologia das fortificações: perspectivas
Fernanda Codevilla Soares

Libro
2015
 
Ofício do engenheiro Patrício Antônio de Sepúlveda Everard para João Carlos Pardal, Presidente da Província de Santa Catarina, de 13 de dezembro de 1837
Patrício Antônio de Sepúlveda Everard

Documento Manuscrito
1837
 
Fortificações da Ilha
Roberto Tonera

Artículo - Revista
2007
 
Forte de São João do Estreito: resgate de memória através da vitalidade do espaço público
Aline Steinheuser

Proyecto Final
2018
 
Fortificaciones en Iberoamérica
Ramón Gutiérrez

Libro
2005
 
A Casa de Chácara da Rua Bocaiuva: histórias da Praia de Fora
Eliane Veras da Veiga
Aline Steinheuser
Leonardo Bertoldi Borges

Libro
2019
 
Ofício do engenheiro Patrício Antônio de Sepúlveda Everard para João Carlos Pardal, Presidente da Província de Santa Catarina, de 24 de agosto de 1838
Patrício Antônio de Sepúlveda Everard

Documento Manuscrito
1838
 
Relatório do Ministro da Guerra, José Bernardino Bormann, em maio de 1910
José Bernardino Bormann

Documento Impreso
1910
 
Relatório do Ministro da Guerra, Fernando Setembrino de Carvalho, em setembro de 1923
Fernando Setembrino de Carvalho

Documento Impreso
1923
 
Exposição do Presidente da Província, Marechal de Campo Francisco José de Souza Soares D' Andréa, em 1840.
Francisco José de Souza Soares de Andréa

Documento Impreso
1840
 
Permuta do Forte de São Luís por terreno do Morro do Antão

Documento Impreso
1910
 
Dimensión Antropológica

Revista
2016
 
Las fortificaciones en Brasil
Roberto Tonera

Artículo - Revista
2016
 
Actas virtuais do 6° Seminário Regional de Cidades Fortificadas e 1° Encontro Técnico de Gestores de Fortificações
Universidade Federal de Santa Catarina

Anales
2010
 
A presença portuguesa na arquitetura da Ilha de Santa Catarina: séculos XVIII e XIX
Sara Regina Silveira de Souza

Libro
1981
 
Fortalezas de Santa Cruz, Santo Antônio e São José - Patrimômio mantido pela UFSC
Roberto Tonera

Artículo
2010
 
Memória histórica da Província de Santa Catarina, relativa às pessoas que a tem governado

Artículo
1913
 
Fortificações coloniais em Santa Catarina: imagens, história e memória
Rodrigo Simas Aguiar

Libro
2012
 
Memória das fortalezas, parte 3
Jaqueline Li

Artículo - Revista
2008
 
“Fortificações mutiladas em último estado de ruína”: as fortificações catarinenses na primeira metade do século XIX
Pedro Mülbersted Pereira

Proyecto Final
2013
 
Ofício do Presidente da Província de Santa Catarina, Antero José Ferreira de Brito, para a Câmara Municipal da cidade de Desterro, de 5 de janeiro de 1841
Antero José Ferreira de Brito

Documento Manuscrito
1841
 
As defesas da Ilha de Santa Catarina e do Rio Grande de São Pedro em 1786
Roberto Tonera

Póster
2017
 
As fortificações no Sul do Brasil e a sua documentação no Banco de Dados Internacional sobre Fortificações: www.fortalezas.org
Roberto Tonera

Capítulo
2015
 
Especulação sobre a invasão da Província de Santa Catarina pela Prússia, em 1872

Documento Impreso
1872
 
 

 Imprima Bibliografías relacionadas



Links relacionados 

Forte de São Luís da Praia de Fora
Página da Enciclopédia Wikipédia versando sobre o Forte de São Luís da Praia de Fora, que localizava-se no final da antiga praia de Fora, no caminho que levava ao norte da ilha de Santa Catarina, à altura da atual Praça Lauro Müller, em Florianópolis, no litoral do Estado de Santa Catarina, no Brasil.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Forte_de_S%C3%A3o_Lu%C3%ADs_da_Praia_de_F...
Tratado de San Ildefonso (1777)
Tratado preliminar sobre los límites de los estados pertenecientes a las Coronas de España y Portugal en la América Meridional, firmado a 1 de octubre de 1777.

https://es.wikisource.org/wiki/Tratado_de_San_Ildefonso_entre_Espa%C3%...

 Imprima Links relacionados



Textos relacionados 

Fortificações da Ilha de Santa Catarina
Texto versando sobre a a criação, abandono e restauração do sistema defensivo da Ilha de Santa Catarina.

 Imprima Textos relacionados


  • Forte de São Luís da Praia de Fora

  • Forte São Luís;

  • Fuerte

  • 1771 (DC)

  • 1786 (DC)

  • Francisco José da Rocha

  • Francisco de Sousa de Menezes

  • Portugal

  • 1839 (DC)

  • Desaparecida






  • Desaparecida

  • ,00 m2

  • Continente : Sudamérica
    País : Brasil
    Estado/Província: Santa Catarina
    Ciudad: Florianópolis

    O Forte de São Luís da Praia de Fora ficava localizado no final da antiga Praia de Fora, próximo à "Pedra Grande", junto à atual Avenida Beira Mar Norte, no final da Avenida Mauro Ramos, em Florianópolis, no litoral do estado de Santa Catarina.


  • Lat: 27 34' 60''S | Lon: 48 32' 41''W




  • No levantamento de José Correia Rangel, de 1786, a bateria de canhões e o Paiol da Pólvora aparecem situados junto ao mar. A fortificação contava então com cinco peças (canhões) de ferro, uma de calibre 8 libras e quatro de 6 lb. (TONERA&OLIVEIRA, 2015: p. 138-139).

  • Alvenaria de pedra e cal





Imprima el contenido


Registre su correo electrónico para recibir noticias sobre este proyecto


Fortalezas.org > Fortificación > Forte de São Luís da Praia de Fora