Fuerta de la Carvalha

Arruda dos Vinhos, Lisboa - Portugal

Búsqueda de Imágenes de fortificación

Fecha 1 Fecha 2

Medias (2)

Imágenes (2)

O “Forte da Carvalha” ("Obra Militar n.º 10") localiza-se no Alto da Carvalha, freguesia de São Tiago dos Velhos, concelho de Arruda dos Vinhos, distrito de Lisboa, em Portugal.

Situa-se à esquerda do desfiladeiro de Matos e tinha a função de proteger o vale de Arruda. Cooperava com o Forte do Cego, permitindo o fogo cruzado sobre o inimigo em caso de tentativa de transposição.

História

No contexto da Guerra Peninsular (1808-1814) foi erguido de 1809 a 1810, inserido no Distrito n.º 1 da 1.ª Linha do sistema defensivo das Linhas de Torres Vedras.

Em 1810 o Major Brandão de Sousa deu a designação de “Carvalha” a esta obra militar.

Em 1829 o capitão britânico John Thomas Jones, do Corps of Royal Engineers, recordou que, à época do conflito, a guarnição deste forte era de 400 homens e, a sua artilharia, 3 peças: 2 do calibre 12 e 1 de calibre 9.

Findo o conflito, o conjunto caiu em abandono até aos nossos dias, quando o património das Linhas de Torres voltou a ser revalorizado, entre 2008 e 2010, no âmbito das comemorações do segundo centenário das Linhas de Torres Vedras.

Em junho de 1980, R. W. Bremner visitou o forte que se encontrava em razoável estado de conservação e se apresentava uma cabana com antena de rádio.

Com a autorização do Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (IGESPAR) e recursos oriundos dos Mecanismos Financeiros do Espaço Económico Europeu e da Noruega (EEA Grants e Norway Grants), as obras para a sua recuperação tiveram início a 19 de abril de 2010 por iniciativa do Município de Arruda dos Vinhos, a cargo da empresa Arqueohoje – Conservação e Restauro do Património Monumental, Lda., com o apoio e a participação do Exército Português, através da Direcção de Infraestruturas do Exército, que disponibilizou 8 militares e máquinas para o desenvolvimento dos trabalhos.

Foi declarado em Vias de Classificação, incluído no processo da “1.ª e 2.ª Linhas de Defesa a Norte de Lisboa durante a Guerra Peninsular, também conhecidas como Linhas de Torres, nos concelhos de Arruda dos Vinhos, Loures, Mafra, Sobral de Monte Agraço, Torres Vedras e Vila Franca de Xira, no distrito de Lisboa” (128 obras militares), pelo anúncio n.º 12/2013, publicado no Diário da República, 2.ª Série, n.º 9, de 14 de janeiro.

O conjunto das fortificações das Linhas de Torres Vedras foi declarado património nacional pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) no dia 1 de março de 2018, sendo classificado como Monumento Nacional em 21 de março de 2019.

A fortificação é visitável, estando integrada no “Circuito Arruda dos Vinhos na Rota Histórica das Linhas de Torres”, composto pelo “Centro de Interpretação das Linhas de Torres”, o “Forte do Cego” (Obra Militar n.º 9) e o “Forte da Carvalha” (Obra Militar n.º 10), e o percurso da “Rota Histórica das Linhas de Torres - Grandes Desfiladeiros”. Os circuitos dispõem de sinalética, estacionamentos e zonas de lazer.

Características

Exemplar de arquitetura militar oitocentista, de enquadramento rural, isolado, na cota de 394 metros acima do nível do mar, ponto mais alto do concelho.

Apresenta planta no formato de um dodecágono irregular, em cujos muros se rasgavam 4 canhoneiras. Estas possuíam um piso lajeado, sendo o terreno previamente preparado com enchimento de pedras ligado com argamassa. Em seu terrapleno erguia-se o paiol e diversos traveses construído em terra, que serviam de proteção contra o fogo inimigo.

  • Fuerta de la Carvalha

  • Obra Militar n.º 10

  • Fuerte

  • 1809 (DC)

  • 1810 (DC)


  • María I de Portugal

  • Portugal


  • Recuperada y bien conservada

  • Protección Nacional
    O conjunto das fortificações das Linhas de Torres Vedras foi declarado património nacional pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) no dia 1 de março de 2018, sendo classificado como Monumento Nacional em 21 de março de 2019.



  • +351 263 977 035

  • servicoeducativo@cm-arruda.pt

  • Centro Turístico Cultural

  • ,00 m2

  • Continente : Europa
    País : Portugal
    Estado/Província: Lisboa
    Ciudad: Arruda dos Vinhos



  • Lat: 38 -59' 38''N | Lon: 9 6' 13''W




  • 1809-1810: 3 peças de artilharia: 2 do calibre 12 e 1 de calibre 9.


  • 2010: Intervenção de conservação e restauro por iniciativa da Câmara Municipal de Arruda dos Vinhos.

  • Fortificação da Linha de Torres Vedras



Imprima el contenido


Registre su correo electrónico para recibir noticias sobre este proyecto


Fortalezas.org > Fortificación > Fuerta de la Carvalha