Forte do Parú

Almeirim, Pará - Brazil

O Forte do Parú localizava-se na margem esquerda da foz do rio Jenipapo ou Paru, afluente da margem esquerda do rio Amazonas, onde se localizava o aldeamento do Paru (depois vila de Almeirim), hoje cidade de Almeirim, no interior do Estado do Pará.

Estrutura reedificada em local próximo onde, no início do século XVII, existira o Forte do Desterro (foz do rio Uacarapy), por determinação do Governador e Capitão-general do Maranhão e Grão-Pará, Antônio de Albuquerque Coelho de Carvalho. Foi um dos quatro fortes erguidos pelo maranhense capitão Francisco da Mota Falcão, às próprias expensas, nos sítios que lhe fossem indicados, em troca da mercê do governo vitalício de uma delas (vide Forte de Manaus, Forte de Óbidos, e Forte de Santarém). Devido ao seu falecimento, deixando as obras inacabadas, seu filho Manoel da Mota Siqueira, assume e conclui a empreitada (BARRETTO, 1958:50), c. 1697.

Posteriormente foi reconstruído e ampliado (1745), sendo o aldeamento do Paru elevado à categoria de Vila com o nome de Almeirim em 1748 (BARRETTO, 1958:50). Também conhecido como Forte de Almeirim, à época do Império, com suas ruínas encobertas pela vegetação, BAENA (1839) cita: "(...) ainda se podia ver, que essa obra fora desenhada e construída por pessoa, que da arte de fortificar tinha alguma luz por uso." (BAENA, Antônio Ladislau Monteiro. Ensaio Chorographico do Pará. 1839. apud SOUZA, 1885:68)

GARRIDO (1940) considera que o Forte do rio Paru, erguido por Francisco da Mota Falcão entre 1654-58, foi conquistado e arrasado em meados de 1697 pelo Marquês de Ferroles, Governador da Guiana, confundindo-o com o Forte do rio Bataboute (op. cit., p. 21). Com relação ao Forte de Almeirim, que também denomina como Forte do Desterro, e que considera distinto do Forte do Paru, atribui-o a Bento Maciel Parente em 1638, porém localiza-o próximo à atual cidade de Monte Alegre e à foz do rio Jenipapo, tendo sido guarnecido com 30 homens (op. cit., p. 21). Registre-se que a antiga Montalegre situava-se na margem esquerda do rio Gurupatuba, a localidade do Desterro na margem direita da foz do rio Uacarapy, e a do Paru na margem esquerda da foz do rio Paru ou Jenipapo, todos afluentes da margem esquerda do rio Amazonas.



 Related character


 Print the Related character

Related bibliography 

Fortificações do Brasil: Resumo Histórico
Anníbal Barretto

Book
1958
 
Introdução à história militar brasileira

Book
2015
 
Fortificações militares nas capitanias do Cabo do Norte e Pará: território, povoamento e comércio (1668-1706)
Fernanda Aires Bombardi

Chapter
2015
 
O estado das fortificações da Amazônia na quinta década do século XVIII
Arthur Cézar Ferreira Reis

Article - Magazine
1956
 
Das condições defensivas da Capitania do Pará ao findar o século XVIII
Arthur Cézar Ferreira Reis

Article - Magazine
1943
 
A rede de fortificações na Amazônia brasileira: uma abordagem sobre a militarização (séculos XVII e XVIII)
Mírcia Ribeiro Fortes

Article - Magazine
2000
 
Fortalezas Multimídia
Roberto Tonera

Cd-Rom
2001
 
Uti Possidetis, ita possideatis: as fortificações como marcos da formação territorial do Brasil
Adler Homero Fonseca de Castro

Article - Magazine
2020
 
A Pré-indústria e Governo no Brasil: iniciativas de industrialização a partir do Arsenal de Guerra do Rio de Janeiro, 1808-1864
Adler Homero Fonseca de Castro

Thesis
2017
 
A Cartografia das fortificações da Amazônia nos séculos XVII e XVIII
Graciete Guerra da Costa

Article - Magazine
2016
 
Fortes Portugueses na Amazônia Brasileira
Graciete Guerra da Costa

Thesis
2015
 
Fortificação na Amazônia
Graciete Guerra da Costa

Article - Magazine
2014
 
As fortificações da Amazônia no período colonial
Arthur Cézar Ferreira Reis

Article
1984
 
Insubordinados sertões. O Império português entre guerras e fronteiras no norte da América do Sul - Estado do Grão-Pará, 1750-1820.
Adilson Júnior Ishihara Brito

Thesis
2016
 
 

 Print the Related bibliography



Related links 

Forte do Paru de Almeirim
Página da enciclopédia Wikipédia versando sobre o Forte do Paru de Almeirim, que se localizava à margem esquerda da foz do rio Jenipapo ou rio Paru, afluente da margem esquerda do rio Amazonas, onde se localizava o aldeamento do Paru (depois vila de Almeirim), hoje cidade de Almeirim, no interior do Estado do Pará, no Brasil.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Forte_do_Paru_de_Almeirim

 Print the Related links

Contribution

Updated at 23/05/2013 by the tutor Roberto Tonera.

With the contribution of contents by: Carlos Luís M. C. da Cruz.


  • Forte do Parú

  • Forte do Parú de Almeirim; Forte de Almeirim; Forte do rio Paru.

  • Fort

  • 1669 (AC)


  • Francisco da Mota Falcão

  • Antônio de Albuquerque Coelho de Carvalho

  • Portugal


  • Missing






  • Disappeared

  • ,00 m2

  • Continent : South America
    Country : Brazil
    State/Province: Pará
    City: Almeirim

    Localizava-se na margem esquerda da foz do rio Jenipapo ou Paru, afluente da margem esquerda do rio Amazonas, onde se localizava o aldeamento do Paru (depois vila de Almeirim), hoje cidade de Almeirim, no interior do Estado do Pará.


  • Lat: 1 31' 43''S | Lon: 52 34' 37''W






  • Foi reconstruído e ampliado em 1745.




Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Forte do Parú