Alcatraz

San Francisco, Califórnia - United States of America

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (1)

Images (1)

Alcatraz”, também referida como “The Rock”, localiza-se na Baía de São Francisco, na cidade e condado de São Francisco, estado da Califórnia, nos Estados Unidos da América.

Inicialmente utilizada como uma fortificação, posteriormente foi convertida em prisão militar, vindo a adquirir reputação como prisão de segurança máxima. Nela se ergue o Farol de Alcatraz, o mais antigo em funcionamento na costa oeste do país.

História

A ilha foi descoberta em 1775 pelo navegador espanhol Juan de Ayala, que a batizou de “La Isla de los Alcatraces” (“A ilha dos Pelicanos”).

Com a independência do México (1821), a região da Califórnia passou a constituir-se numa província mexicana. O mais antigo registo de propriedade da ilha de Alcatraz pertenceu a Julian Norman, tendo -lhe sido concedido por Pio Pico, último governador mexicano da Alta Califórnia (1845-1846) com o entendimento de que Norman ali construiria um farol. Julian Norman era o nome de batismo de William Workman, co-proprietário do Rancho La Puente e amigo pessoal de Pio Pico. Após ter obtido o controlo da ilha, Workman cedeu a posse da mesma a seu genro, Francis Temple.

No contexto da Guerra Mexicano-Americana (1846-1848), ainda em 1846 colonos estadunidenses da região proclamaram a República da Califórnia. Mais tarde, no mesmo ano, agindo nas suas faculdades de Governador Militar da Califórnia, John Charles Frémont, campeão do “Destino Manifesto” e líder da recém-proclamada república, adquiriu a ilha a Francis Temple por 5.000 dólares, em nome do Governo dos Estados Unidos.

Com a vitória estadunidense no conflito, pelos termos do Tratado de Guadalupe-Hidalgo (1848) a Califórnia foi adquirida pelos Estados Unidos. Alguns meses antes do fim do conflito, grandes reservas de ouro foram encontradas no vale do rio Sacramento. Por essa razão, dezenas de milhares de pessoas, vindas de outras partes do país, do Canadá e de países europeus, correram a instalar-se na Califórnia, cuja população saltaria de 15 mil habitantes no início de 1848 para mais de 100 mil no final de 1849. A Califórnia tornar-se-ia o 31.º estado norte-americano em 9 de setembro de 1850.

Nesse meio tempo, o Exército estadunidense começara a estudar a possibilidade de utilizar a ilha para a instalação de baterias costeiras, com a função de defesa da baía de São Francisco. Mediante a expressiva valorização económica da região, em 1850 o presidente estadunidense Millard Fillmore (1850-1853) transformou a ilha em uma base militar.

Frémont esperara uma compensação expressiva pela sua iniciativa em adquirir e manter a ilha de Alcatraz para o Governo dos Estados Unidos, mas este veio a invalidar a venda e nada pagou a Frémont. Ele e os seus sucessores procuraram a indemnização em uma longa batalha judicial sem sucesso, que se prolongou até à data de 1890.

Em 1853 o Corpo de Engenharia do Exército dos Estados Unidos, sob a direcção de Zealous B. Tower, iniciou os trabalhos de fortificação, que foram concluídos em 1858. A primeira guarnição da ilha, um contingente de 200 homens, juntamente com 11 peças de artilharia, chegou à ilha no final desse ano.

No contexto da Guerra Civil Americana (1861-1865), a artilharia da ilha montava a 85 peças, número elevado para 105 peças em 1866, instaladas em casamatas em seu perímetro, ainda que, o reduzido efectivo de sua guarnição, na prática significasse que apenas uma parte das mesmas poderia ser utilizada ao mesmo tempo. À época, Alcatraz serviu também como arsenal de San Francisco, onde eram guardadas as armas de fogo para impedir que caíssem nas mãos de simpatizantes dos Confederados. Concebida como um "local militar poderosamente fortificado na costa oeste", formava um triângulo defensivo com Fort Point e Lime Point, garantindo a segurança da baía. A ilha também foi o local do primeiro farol ainda operacional na costa oeste dos Estados Unidos. Alcatraz nunca chegou a entrar em combate, ainda que, durante o conflito tenha servido como cárcere para simpatizantes e corsários Confederados na costa Oeste.

Após o conflito, o Exército concluiu que as fortificações e o armamento de Alcatraz eram obsoletos, face aos avanços tecnológicos registados à época. Diversos projetos para a modernização da fortificação foram concebidos, mas nenhum se materializou, até que o Exército decidiu estabelecer no local uma prisão militar. As obras, em alvenaria de tijolos, tiveram lugar em 1868 e, no ano seguinte (1869) Alcatraz foi designada oficialmente como centro de detenção de longo prazo para prisioneiros militares.

No contexto da Guerra Hispano-Americana (1898) a população carcerária na ilha aumentou de 26 para 450 prisioneiros.

Após o terramoto de 1906 os prisioneiros de Alcatraz foram transferidos para uma prisão da região. Em 21 de março de 1907 o estabelecimento foi designado como Prisão Militar do Oeste dos Estados Unidos. Em 1909 teve início a ampliação do setor de celas e, para acomodar o novo bloco de celas, três dos antigos quartéis foram demolidos até ao primeiro pavimento, o que efetivamente o deixou abaixo do nível do solo. Além disso, o prédio foi construído sobre um poço escavado, para reforçar o seu potencial defensivo. O primeiro pavimento foi, então, incorporado ao bloco de novas celas, dando origem à lenda popular sobre masmorras abaixo do bloco principal. Em 1912 a prisão já atingia a sua máxima lotação. Após a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), Alcatraz começou a ganhar maiores contingentes com a ação criminosa de contrabandistas e marginais que se multiplicariam com a criação da Lei Seca (1919-1933) e o deflagrar da Crise de 1929. Pequena demais para o número de detidos, registou-se o interesse do governo em transformar a ilha em uma prisão federal.

As instalações prisionais de Alcatraz foram adquiridas pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos a 12 de outubro de 1933 e, após obras de requalificação, foram reinauguradas a 1 de agosto de 1934 como uma unidade da Agência Federal de Prisões. O seu primeiro director, James A. Johnston, estabeleceu as normas rígidas que transformaram Alcatraz em uma penitenciária de segurança máxima. Nesse mesmo tempo, um programa disciplinar foi estabelecido com o intuito de regenerar os detidos por meio do trabalho e de uma rotina cheia de restrições. Entre outras imposições, os presos não deveriam cantar, ouvir rádio e só tomavam banho duas vezes por semana. Durante os seus 29 anos de operação, nela estiveram detidos alguns dos maiores criminosos do país, com destaque para Al Capone, Robert Franklin Stroud (o “Birdman of Alcatraz”), Bumpy Johnson, James "Whitey" Bulger, Alvin Karpis e Frank Morris. As instalações da ilha também ofereciam moradia aos funcionários prisionais e às suas famílias.

Graças aos esforços do promotor Robert Kennedy, o estabelecimento foi encerrado em 21 de março de 1963, menos de um ano após a primeira fuga realizada na prisão. Para esse efeito, Kennedy demonstrou que o custo para a manutenção diária dos presos e funcionários naquela ilha era cerca de três vezes maior do que na de Atlanta. Além disso, a acção das fortes correntes marítimas no local havia erodido gravemente a ilha, ameaçando os edifícios, e as águas da baía estavam sendo muito poluídas pelas águas servidas dos cerca de 250 reclusos e das famílias dos funcionários a residirem na ilha. Desse modo, os prisioneiros, os funcionários e as suas famílias foram transferidos naquele mesmo ano para a Penitenciária de Marion, no estado do Illinois.

A partir de 20 de novembro de 1969 um grupo de nativos norte-americanos de diversas tribos mudou-se para a Área da Baía de São Francisco sob o “Indian Reorganization Act” de 1934, ocuparam a ilha de Alcatraz e reivindicaram um centro de educação, um centro de ecologia, um centro espiritual, um museu e uma escola índia. Segundo os ocupantes, o Tratado de Fort Laramie (1868) assinado entre os Estados Unidos e os sioux devolvia aos nativos americanos todas as terras retiradas, abandonadas ou fora da utilização para as quais foram adquiridas.

Durante os 18 meses de ocupação da ilha, vários edifícios foram danificados ou destruídos por incêndios, inclusive o pátio de recreio dos reclusos, os quartéis da Guarda Costeira e a casa do governador. As origens desses incêndios são desconhecidas. Outros edifícios foram destruídos pelo Governo dos Estados Unidos após o término da ocupação. Os “grafitis” do período de ocupação pelos nativos ainda são visíveis em muitos lugares da ilha.

Durante a ocupação, a cessação da política indígena, concebida para por fim ao reconhecimento federal das tribos, foi revogada pelo então presidente Richard Nixon (1969-1974), e estabeleceu-se uma nova política de autodeterminação, em parte como resultado da publicidade e consciência criada pelos ocupantes. A ocupação terminou em 11 de junho de 1971.

A ilha foi classificada como National Park em 1972, incluída no Registro Nacional de Lugares Históricos em 23 de junho de 1976, e recebeu as designações de National Historic Landmark a 17 de janeiro de 1986.

Em 1993 o National Park Service divulgou o “Alcatraz Development Concept and Environmental Assessment” (Conceito de Desenvolvimento e Avaliação Ambiental de Alcatraz), projeto que permitiu a promoção turística da ilha.

Em nossos dias a ilha é um sítio histórico administrado pelo Serviço de Parques Nacionais como parte do Parque Nacional Golden Gate e está aberto à visitação pública. Os turistas podem chegar à ilha por ferry a partir do molhe 33, próximo a Fisherman's Wharf, em São Francisco.

Contribution

Updated at 17/11/2017 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contributions with medias: Carlos Luís M. C. da Cruz (1).


  • Alcatraz

  • The Rock

  • Prison

  • 1853 (AC)

  • 1858 (AC)



  • United States of America


  • Featureless and Well Conserved

  • National Protection
    A ilha foi classificada como National Park em 1972, incluída no Registro Nacional de Lugares Históricos em 23 de junho de 1976, e recebeu as designações de National Historic Landmark a 17 de janeiro de 1986.





  • Tourist-cultural Center

  • ,00 m2

  • Continent : North America
    Country : United States of America
    State/Province: Califórnia
    City: San Francisco



  • Lat: 37 -50' 24''N | Lon: 122 25' 23''W



  • Aberta à visitação pública, os turistas podem chegar à ilha por ferry a partir do molhe 33, próximo a Fisherman's Wharf, em São Francisco.


  • 1858: 11 peças;
    1861-1865: 85 peças;
    1866: 105 peças instaladas em casamatas em seu perímetro,






Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Alcatraz