Forte de Santo Antônio

Lucena, Paraíba - Brazil

O Forte de Santo Antônio localizava-se sobre a ponta de Santo Antônio, à margem esquerda da barra do rio Paraíba do Norte, no litoral do Estado da Paraíba.

No contexto da Guerra Holandesa (1630-54), remonta a um simples Reduto sob a invocação de Santo Antônio (Reduto de Santo Antônio), iniciado em 1631 em frente ao Forte do Cabedelo, com quem cruzava fogos. Comandado pelo Capitão Duarte Gomes da Silveira (BARRETTO, 1958:122), resistiu ao ataque holandês de dezembro desse ano.

Foi ampliado e reforçado a partir de 1633, pelo Engenheiro militar Diogo Paes, transformando-se em um forte, passando a contar com dois baluartes. Ainda incompleto, sob o comando do Capitão Lourenço de Brito Correia (Lourenço Cavalcanti?), com o reforço de tropas do chefe indígena potiguar Simão Soares Jaraguari, resiste em fevereiro do ano seguinte aos ataques do holandês Sigismund van Schkoppe. À época, recebe reforços na artilharia e melhorias na sua defesa, ficando guarnecido com 60 homens, sob o comando do Capitão Luiz de Magalhães. Com os parapeitos ainda por construir, quando do maciço assalto holandês de dez/1634 ao Forte de Santa Catarina, o Forte de Santo Antônio, sob o comando do Capitão Valcassar, capitula (23/dez) (BARRETTO, 1958:122).

Ocupado, será reformado por determinação do Conde Johan Maurits van Nassau-Siegen (1604-79), quando de sua visita em 1637. BARLÉU (1974) relata as providências, confiadas a Elias Herckman, diretor da Paraíba, na ocasião:

"(...) Abandonou, na margem setentrional do rio um outro forte - o de Santo Antônio -, por causa das grandes despesas, deixando ali somente uma torre para a defesa do lugar." (op. cit., p. 76)

Mas Nassau, no "Breve Discurso" de 14/jan/1638, sob o tópico "Fortificações", informa:

"O forte do norte [da barra do rio Paraíba do Norte], denominado Santo Antônio, é quadrangular com quatro baluartes e está ainda no estado em que o tomamos ao inimigo, exceto que, como era muito escarpado, quando o levantaram, e, por isso, ameaçava cair, foi necessário adelgaçá-lo por fora, para dar-se-lhe mais forma."

Na iminência do ataque de uma frota espanhola ao Brasil holandês (c. 1639), havia sido reforçado por determinação de Nassau: "Ele próprio, dirigindo-se à Paraíba, mandou restaurar as fortificações arruinadas, providenciando cuidadosamente todo o necessário à defensão desta província. (...) Reduziu, porém, o forte de Santo Antônio do norte a uma torre de vigia, refazendo-lhe o parapeito e provendo-o de três peças contra os opugnantes." (BARLÉU, 1974:159)

O "Relatório sobre o estado das Capitanias conquistadas no Brasil", de autoria de Adriaen van der Dussen, datado de 04/abr/1640, confirma:

"O forte situado ao Norte, de Santo Antônio, à margem setentrional da barra, é batido do mar; o baluarte que olha para o lado da terra foi transformado num reduto, cercado de forte paliçada. Há aí 3 peças."

BARLÉU (1974) transcreve o Relatório de Dussen: "(...) o de Santo Antônio do Norte, quase sorvido pelo mar, e que se reduz a uma torre protegida por uma cerca e sua artilharia." (op. cit., p. 144)

Os holandeses perdem o controle da cidade de Frederica (Filipéia de Nossa Senhora das Neves) em 1645, ficando restritos à ocupação do Forte do Cabedelo e deste Forte de Santo Antônio, que quando da capitulação em Recife (1654), são abandonados e reocupados por forças portuguesas comandadas pelo Coronel Francisco de Figueiroa.



 Related character

Maurício de Nassau
Netherlands
 

 Print the Related character

Related bibliography 


 Print the Related bibliography



Related links 

Forte de Santo Antônio
Página da Enciclopédia Wikipédia versando sobre o Forte de Santo Antônio, que se localizava sobre a ponta de Santo Antônio, à margem esquerda da barra do rio Paraíba do norte, no litoral do Estado da Paraíba, no Brasil.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Forte_de_Santo_Ant%C3%B4nio
Forte de Santo Antônio
Website of Atlas of Dutch Brazil, about the Forte de Santo Antônio, also known as Forte do Norte, that was located on the north shore of the Paraíba river, state of Paraíba.

http://atlasofdutchbrazil.org/fortification/3/po

 Print the Related links

Contribution

Updated at 23/05/2013 by the tutor Roberto Tonera.

With the contribution of contents by: Carlos Luís M. C. da Cruz.


  • Forte de Santo Antônio


  • Fort

  • 1631 (AC)




  • Portugal


  • Missing






  • Disappeared

  • ,00 m2

  • Continent : South America
    Country : Brazil
    State/Province: Paraíba
    City: Lucena

    Localizava-se sobre a ponta de Santo Antônio, à margem esquerda da barra do Rio Paraíba do Norte, no litoral na atual cidade de Lucena, no Estado da Paraíba.


  • Lat: 6 54' 6''S | Lon: 34 51' 26''W




  • Conforme o "Relatório sobre o estado das Capitanias conquistadas no Brasil", de autoria de Adriaen van der Dussen, datado de 04/abr/1640, havia no forte, três peças de artilharia.

  • Remonta a um simples Reduto.
    Foi ampliado e reforçado a partir de 1633, transformando-se em um forte, passando a contar com dois baluartes.
    Nassau, no "Breve Discurso" de 14/jan/1638, sob o tópico "Fortificações", informa: "O forte do norte [da barra do rio Paraíba do Norte], denominado Santo Antônio, é quadrangular com quatro baluartes (...)".
    O "Relatório sobre o estado das Capitanias conquistadas no Brasil", de autoria de Adriaen van der Dussen, datado de 04/abr/1640 observa que, à época, o forte estava reduzido a uma torre protegida por uma cerca e sua artilharia (BARLÉU, 1974:144).

  • Foi ampliado e reforçado a partir de 1633.
    Foi reformado por determinação do Conde Johan Maurits van Nassau-Siegen quando de sua visita em 1637.




Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Forte de Santo Antônio