Castelo de Foix

Foix, Ariège - França

Pesquisa de Imagens da fortificação

Data 1 Data 2

Mídias (1)

Imagens (1)

O “Castelo de Foix” (em francês: "Château de Foix") localiza-se na cidade e comuna de Foix, na região administrativa de Midi-Pyrénées, departamento de Ariège, na França.

Situa-se na confluência do rio Arget com o rio Ariège, no chamado Pays de Foix, comarca que corresponde aproximadamente ao núcleo do antigo Condado de Foix. O castelo é conhecido quer por ser um dos locais associados ao Catarismo, como pela relação que existiu entre a nobreza de Foix e a de Andorra.

História

Erguido ao estilo das fortificações do século VII, o castelo é referido documentalmente a partir de 987. Encontra-se mencionado em 1012 no testamento de Roger I, o Velho, conde de Carcassone, Couserans e Razés, que o legou a seu filho mais novo, Bernard Roger de Foix, 1.º conde de Foix.

O domínio da família sobre a região era exercido a partir deste castelo, uma vez que a sua posição estratégica permitia o controlo das vias de acesso ao vale do alto Ariège. Em 1034, tornou-se capital do Condado de Foix, vindo a desempenhar um papel decisivo na história militar medieval. Durante os dois séculos seguintes, o castelo foi o lar de condes com personalidades brilhantes, que se tornaram a alma do Occitânico, centro de resistência durante a Cruzada Albigense (1209-1244). O condado tornou-se um refúgio privilegiado para os Cátaros perseguidos, e o castelo sustentou com sucesso vários ataques, entre os quais se destacaram os de Simon de Monfort em 1211 e 1212.

O castelo foi conquistado em 1486, numa traição motivada por disputas entre dois ramos da família condal de Foix. Digno de nota é o fato de, à época, os condes de Foix terem conseguido preservar o seu território da anexação a outros Estados e, terem mesmo vivido uma ascensão política.

Desde o século XIV, os condes de Foix, entre os quais Gastão III Febus (1343-1391), passavam cada vez menos tempo no antigo castelo, em favor do Palácio dos Governadores (“Palais des Gouverneurs”). A partir de 1479, os condes de Foix tornaram-se reis de Navarra e o último deles, coroado como Henrique IV de França (1572-1610), anexou os seus domínios nos Pireneus à França.

Como sede do governador da região de Foix, a partir do século XV o castelo continuou a garantir a defesa da área, nomeadamente no contexto das guerras religiosas na França (1562-1598). De implantação isolada, ficou imune às ordens de destruição dos demais castelos da região expedidas pelo Cardeal Richelieu (1632-1638).

Até à Revolução Francesa (1789) este castelo manteve uma guarnição. A sua história foi marcada por grandes recepções aos seus governadores, incluindo o conde de Tréville, capitão de Mosqueteiros sob o reinado de Luís XIII de França (1610-1643), e o Marechal Philippe Henri de Ségur, um dos ministros de Luís XVI de França (1774-1792).

As torres do castelo serviram como prisão civil e política por quatro séculos, até 1862.

Encontra-se classificado como “Monument Historique” pelo Ministério da Cultura da França desde 1940.

Ainda nesse século foi objeto de uma extensa intervenção de restauro, que visou recuperar o seu aspeto medieval.

Desde 1930, o castelo acolhe as coleções do Museu Departamental de Ariège, cujo acervo conserva peças de arqueologia e etnográficas, que narram a história de Ariège.

Características

Exemplar de arquitetura militar, de enquadramento urbano, na cota de 60 metros acima do nível do mar.

As duas torres de planta quadrada – a coberta e a descoberta - foram construídas nos séculos XIII ou XIV, sobre elementos mais antigos, anteriores ao século XI. A torre descoberta também é conhecida como “Tour d'Arget”, uma vez que a sua função é a de vigilância do vale do rio Arget.

A torre de planta redonda, mais moderna, data do século XVI. Possui três salas recobertas por abóbadas de aresta.

Todas as três, erguendo-se a alturas entre os 25 a 30 metros, são rematadas por ameias, assim como os panos de muralha que as ligam.

As barbacãs foram construídas no século XIII.

Contribuições

Atualizado em 13/03/2019 pelo tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contribuições com mídias: Carlos Luís M. C. da Cruz (1).


  • Castelo de Foix

  • Château de Foix

  • Castelo





  • França


  • Restaurada e Bem Conservada

  • Proteção Nacional
    Encontra-se classificado como “Monument Historique” pelo Ministério da Cultura da França desde 1940.



  • +33 5 61 05 10 10


  • Museu Histórico

  • ,00 m2

  • Continente : Europa
    País : França
    Estado/Província: Ariège
    Cidade: Foix

    Place du Palais de Justice,
    09000 Foix, França


  • Lat: 42 -58' 4''N | Lon: 1 -37' 43''E







  • Castelo cátaro



Imprimir o conteúdo


Cadastre o seu e-mail para receber novidades sobre este projeto


Fortalezas.org > Fortificação > Castelo de Foix