Reduto do Furadouro

Torres Vedras, Lisboa - Portugal

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (1)

Images (1)

O “Reduto do Furadouro” ("Obra Militar n.º 128"), também referido como “Forte da Archeira” localiza-se na freguesia de União das Freguesias de Dois Portos e Runa, concelho de Torres Vedras, distrito de Lisboa, em Portugal.

História

Inscrevia-se na 1ª Linha do sistema defensivo das Linhas de Torres Vedras a par dos fortes de Feiteira (Obra Militar n.º 129) e de Catefica (Obra Militar n.º 130) localizados um pouco mais a norte, cujo objetivo seria a defesa dos vales de Runa e da Ribaldeira, sob o comando, respetivamente, de Christian Adolph Friedrich Eben (1773? – 1825), barão de Eben, militar prussiano ao serviço da Grã-Bretanha, e do general Brent Spencer (1760-1828). Constituía-se numa posição estratégica pela facilidade de invasão que o desfiladeiro de Runa poderia oferecer.

O major Brandão de Sousa deu a designação de "O Cheira" a esta obra militar (1810).

Em 1829 o capitão britânico John Thomas Jones, do Corps of Royal Engineers, recordou que, à época do conflito, este forte estava guarnecido por 500 soldados e artilhado com 6 peças do calibre 12.

Em 1895 um mapa militar denomina-o de “Archeira”.

Em junho de 1980, R. W. Bremner visitou o forte que se encontrava em razoável estado de conservação.

Foi declarado em Vias de Classificação, incluído no processo da “1.ª e 2.ª Linhas de Defesa a Norte de Lisboa durante a Guerra Peninsular, também conhecidas como Linhas de Torres, nos concelhos de Arruda dos Vinhos, Loures, Mafra, Sobral de Monte Agraço, Torres Vedras e Vila Franca de Xira, no distrito de Lisboa” (128 obras militares), pelo anúncio n.º 12/2013, publicado no Diário da República, 2.ª Série, n.º 9, de 14 de janeiro.

O conjunto das fortificações das Linhas de Torres Vedras foi declarado património nacional pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) no dia 1 de março de 2018, sendo classificado como Monumento Nacional em 21 de março de 2019.

Em nossos dias inscreve-se na Paisagem Protegida Local das Serras do Socorro e Archeira.

Características

Exemplar de arquitetura militar oitocentista, de enquadramento rural, isolado, na cota de 345 metros acima do nível do mar. Fortificação de maiores dimensões na Serra da Caduceira, possui um perímetro de 436,48 m e uma área de cerca de 9.534,44 m2.

Apresenta planta poligonal irregular, artilhado com 6 peças do calibre 12 jogando à barbeta. Foi guarnecido com 500 soldados. No seu interior disponha-se um paiol e um "Mastro de signaes" (posto semafórico).

  • Reduto do Furadouro

  • Obra Militar n.º 128, Forte da Archeira

  • Fort

  • 1809 (AC)



  • Maria I of Portugal

  • Portugal


  • Restored and Well Conserved

  • O conjunto das fortificações das Linhas de Torres Vedras foi declarado património nacional pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) no dia 1 de março de 2018, sendo classificado como Monumento Nacional em 21 de março de 2019.
    Em nossos dias inscreve-se na Paisagem Protegida Local das Serras do Socorro e Archeira.





  • Tourist-cultural Center

  • 9.534,44,00 m2

  • Continent : Europe
    Country : Portugal
    State/Province: Lisboa
    City: Torres Vedras



  • Lat: 39 -3' 55''N | Lon: 9 13' 5''W







  • Fortificação das Linhas de Torres Vedras



Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Reduto do Furadouro