Forte do Mosqueiro

Loures, Lisboa - Portugal

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (1)

Images (1)

O “Forte do Mosqueiro” ("Obra Militar n.º 57"), também referido como “Reduto do Mosqueiro”, localiza-se na freguesia de Fanhões, concelho de Loures, distrito de Lisboa, em Portugal.

História

Inseria-se na 2.ª Linha do sistema defensivo das Linhas de Torres Vedras. Cobria o lado direito do desfiladeiro de Montachique, controlando os desfiladeiros de Montachique, Ribas e São Gião. Adicionalmente, está próximo e possui vista sobre o Forte do Ribas (Obra Militar n.º 51, também referido como Reduto do Freixial) na mesma escarpa.

Tendo as forças napoleónicas sido detidas na Primeira das Linhas de Torres Vedras, este forte não chegou a entrar em ação.

A preservação deste sistema defensivo, único no Mundo, fez com que, em 2006, os municípios de Arruda dos Vinhos, Mafra, Sobral de Monte Agraço, Torres Vedras, Vila Franca de Xira e Loures, se organizassem e dessem corpo à Plataforma Intermunicipal para as Linhas de Torres (PILT).

Em março de 2012, o município de Loures inaugurou um centro de interpretação das Linhas de Torres Vedras. Encontra-se anexo ao Museu do Vinho em Bucelas e tem o objetivo de divulgar aos visitantes a história dessas fortificações, nomeadamente as da área de Bucelas.

Foi declarado em Vias de Classificação, incluído no processo da “1.ª e 2.ª Linhas de Defesa a Norte de Lisboa durante a Guerra Peninsular, também conhecidas como Linhas de Torres, nos concelhos de Arruda dos Vinhos, Loures, Mafra, Sobral de Monte Agraço, Torres Vedras e Vila Franca de Xira, no distrito de Lisboa” (128 obras militares), pelo anúncio n.º 12/2013, publicado no Diário da República, 2.ª Série, n.º 9, de 14 de janeiro.

O conjunto das fortificações das Linhas de Torres Vedras foi declarado património nacional pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) no dia 1 de março de 2018, sendo classificado como Monumento Nacional em 21 de março de 2019.

Características

Exemplar de arquitetura militar oitocentista, de enquadramento rural, isolado, sobre a escarpa basáltica da Serra de Ribas, na cota de 332 metros acima do nível do mar.

Apresenta planta decagonal irregular, em cujos muros se rasgam 6 canhoneiras. Em seu interior situa-se um través de proteção da entrada e um paiol. Era circundado por uma paliçada e por um fosso seco, com escarpa e contraescarpa. Foi artilhado com 3 peças do calibre 12 e guarnecida por 270 homens.

Próximo a este local é visível o Cabeço de Montachique, ponto mais alto do Concelho de Loures, vestígio de uma chaminé vulcânica que, à época da Guerra Peninsular (1807-1814), abrigou um Poste de Comunicações. O sistema defensivo em causa incorporou não só um sistema de comunicação baseado em semáforos óticos, mas ainda uma rede de estradas militares que garantiam a mobilidade e o abastecimento de víveres e suprimentos militares.



 

  • Forte do Mosqueiro

  • Obra Militar n.º 57, Reduto do Mosqueiro

  • Redoubt

  • 1810 (AC)



  • Maria I of Portugal

  • Portugal


  • Restored and Well Conserved

  • National Protection
    O conjunto das fortificações das Linhas de Torres Vedras foi declarado património nacional pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) no dia 1 de março de 2018, sendo classificado como Monumento Nacional em 21 de março de 2019.





  • Tourist-cultural Center

  • ,00 m2

  • Continent : Europe
    Country : Portugal
    State/Province: Lisboa
    City: Loures



  • Lat: 38 -54' 5''N | Lon: 9 10' 58''W







  • Fortificação das Linhas de Torres Vedras



Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Forte do Mosqueiro