Castle of Simancas

Simancas, Valladolid - Spain

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (1)

Images (1)

O “Castelo de Simancas” (em castelhano, “Castillo de Simancas”) localiza-se na cidade e município de Simancas, na província de Valladolid, Comunidade Autónoma de Castela e Leão, na Espanha.

História

A primitiva ocupação do local da povoação, em posição dominante em uma elevação à margem do rio Pisuerga, de onde se avista o rio Douro, é anterior à romanização. A partir deste período, figura nos itinerários romanos com o nome de "Setimanca".

No contexto da Reconquista cristã da região, os muçulmanos aqui ergueram um primitivo castelo para defesa da raia do Douro.

No  século XV, a família Enríquez, almirantes de Castela, exerceu o senhorio de Simancas. A Don Fadrique Enríquez se deve a reconstrução da antiga fortificação muçulmana. Data deste período a sua capela.

Pouco depois, os Reis Católicos reclamam o castelo para a Coroa, convertendo-o em prisão do Estado. Aqui esteve detido e foi executado, por garrote vil, Antonio de Acuña, bispo de Zamora, capitão comunero de Castela. A execução foi realizada pelo prefeito Rodrigo Ronquillo y Briceño em 1521, por ordem expressa do soberano, em um dos cubos do castelo, hoje chamado Torre del Obispo. Este personagem teve um papel ativo na batalha de Villalar (23 de abril de 1521). Os três comuneros (Juan de Padilla, Juan Bravo e Francisco Maldonado) foram executadas no dia seguinte à batalha, mas o bispo foi encerrado na torre do castelo, dando-lhe a oportunidade de se arrepender. Ele, além de não se arrependeu, estrangulou o alcaide do castelo e ao tentar se evadir, foi novamente capturado. O prefeito Ronquillo sentenciou-o à morte.

O marechal Pedro de Navarra, que foi preso em 1516 na segunda contraofensiva para recuperar o Reino de Navarra após a sua conquista, foi assassinado neste castelo (24 de novembro de 1522).

Filipe II de Espanha (1554-1598) transformou o castelo em “Archivo General del Reino”, atual "Archivo General de Simancas", um dos mais importantes da Europa, com 35 milhões de documentos. Data desse momento a atual feição do castelo, com projeto a cargo do arquitecto Juan de Herrera e Francisco de Mora. Destaca-se a traça da cúpula em forma de sino da Torre del Obispo.

Novas reformas se sucederam nos séculos XVII e XVIII.

Encontra-se classificado como "Bien de Interés Cultural” desde 10 de outubro de 1997, sob o n.º RI-AR-0000010 no catálogo de monumentos do Património Histórico de Espanha.

Características

Exemplar de arquitetura militar e civil.

Apresenta planta no formato pentagonal irregular. 

A muralha que o cerca, os cubos, as ameias, o fosso, a entrada e as duas pontes são de final do século XV. A capela, reformada pela família Enríquez no século XV foi novamente reformada na década de 1950. Nela destaca-se uma bonita abóbada estrelada pintada, onde figuram as armas dos seus fundadores: Don Alonso Enríquez e Doña Maria de Velasco. A câmara de torturas também se encontra preservada.

No interior sofreu extensas transformações para se adaptar à função de arquivo, com destaque para a construção de uma câmara à prova de fogo, onde se conserva a maioria dos documentos.



 Related character


 Print the Related character

Contribution

Updated at 02/03/2020 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contributions with medias: Carlos Luís M. C. da Cruz (1).


  • Castle of Simancas


  • Castle





  • Spain


  • Restored and Well Conserved

  • National Protection
    Encontra-se classificado como "Bien de Interés Cultural” desde 10 de outubro de 1997, sob o n.º RI-AR-0000010 no catálogo de monumentos do Património Histórico de Espanha.



  • +34 983 59 00 03


  • Federal Public Organ

  • ,00 m2

  • Continent : Europe
    Country : Spain
    State/Province: Valladolid
    City: Simancas

    Calle Miravete, 17,
    47130 Simancas, Valladolid, Espanha


  • Lat: 41 -36' 30''N | Lon: 4 49' 44''W










Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Castle of Simancas