Castle of Encinas de Esgueva

Encinas de Esgueva, Valladolid - Spain

O “Castelo de Encinas de Esgueva” (em castelhano: “Castillo de Encinas de Esgueva”), também referido como “Castillo de los Aguilar”, localiza-se no município de Encinas de Esgueva, província de Valladolid, na Comunidade Autónoma de Castela e Leão, na Espanha.

Integrava a linha defensiva da área, com a função de proteger o acesso ao vale do rio Esgueva.

História

Pertenceu, originalmente, à Merindad del Cerrato. Em 1382 Diego López de Zúñiga, 1.º senhor de Béjar, adquiriu a vila de Encinas. Será ele, senhor também de Curiel, onde se encontram os restos de um dos seus palácios, quem fará erguer o Castelo de Encinas.

Em 1574 Francisco López de Zúñiga, 4.º duque de Béjar, vendeu as vilas de Encinas e de Canillas de Esgueva a Antonio del Río Aguilar, regedor de Segóvia. Este, para convertê-lo num paço, fez rasgar grandes janelas (hoje entaipadas) e, no interior, um pátio renascentista (hoje desaparecido). Nos vértices das torres colocou os brasões de armas da sua família, onde ainda se conservam, semelhantes aos que mandou colocar em sua capela funerária, no Convento del Parral, em Segóvia.

Filipe V de Espanha concedeu o título de conde de Encinas ao seu descendente, Antonio de Aguilar y Zuazo em 1709. Pouco depois, em 1737 empreenderam-se obras de consolidação no pátio e nos corredores do castelo.

O conjunto encontrava-se habitado em 1850, sendo propriedade do marquês de Lorca.

No inicio do século XX, Vicente del Soto Armesto vendeu o imóvel a Cándido Moyano, que desmontou as dependências interiores, deterioradas. Na década de 1950 foi adquirido pelo Ministerio de Agricultura, tendo sido utilizado pelo Servicio Nacional del Trigo como armazém desse cereal até à década de 1970.

Em 1994 foi cedido ao Ayuntamiento de Encinas. Atualmente encontra-se totalmente restaurado. É utilizado unicamente com fins culturais pelos vizinhos e pelo “ayuntamiento”.

Encontra-se sob a protecção da Declaração genérica do Decreto de 22 de abril de 1949, e da Lei n.° 16/1985, publicada no B.O.E. n.º 155, de 29 de junho, sobre o Património Histórico Espanhol.

Características

Exemplar de arquitetura militar e civil.

Em sua atual feição, o Castelo possui um recinto interior e uma barbacã com perfil em talude. É envolvido por um fosso, ultrapassado por uma ponte de pedra, em cantaria lavrada.

Apresenta planta quadrada e, embora pareça ter quatro elevadas torres nos vértices, na verdade são apenas duas: uma delas é a torre de menagem, na qual se rasga a uma janela geminada. A porta de acesso apresenta um arco ligeiramente apontado, protegida por um mata-cão.



 

Related bibliography 


 Print the Related bibliography



Related entries 


 Print the Related entries

Contribution

Updated at 01/01/2021 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.


  • Castle of Encinas de Esgueva

  • Castillo de los Aguilar

  • Castle





  • Spain


  • Restored and Well Conserved

  • National Protection
    Encontra-se sob a protecção da Declaração genérica do Decreto de 22 de abril de 1949, e da Lei n.° 16/1985, publicada no B.O.E. n.º 155, de 29 de junho, sobre o Património Histórico Espanhol.



  • +34 983 68 27 03


  • Municipal Public Organ

  • ,00 m2

  • Continent : Europe
    Country : Spain
    State/Province: Valladolid
    City: Encinas de Esgueva

    Ronda Palacio, 2
    47186 Encinas de Esgueva, Valladolid, Espanha


  • Lat: 41 -46' 42''N | Lon: 4 6' 8''W










Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Castle of Encinas de Esgueva