Fort Hubberstone

Milford Haven, Wales - United Kingdom

O “Forte Hubberstone” (em inglês: “Fort Hubberstone”) localiza-se a Oeste do porto de Milford Haven, no condado de Pembrokeshire, no Sudoeste do País de Gales, no Reino Unido.

Integra um conjunto de fortes erguidos como parte da linha interna de defesa do Haven conforme orientações da Royal Commission on the Defence of the United Kingdom. Cruzava fogos com o Forte Popton, na costa oposta, e, juntos, constituíam a última linha de defesa que protegia o estaleiro da Royal Navy em Pembroke Dock.

História

A sua construção teve início em 1860 e foi concluída em 1863 ao custo de £55.000.

O quartel tinha capacidade para 250 homens, oriundos do Royal Pembrokeshire Artillery e do 24th Regiment of Foot. O recrutamento, no entanto, foi frequentemente constrangido pelo isolamento do forte, sem o apelo de mais estações urbanas. O forte era frequentemente requisitado para exercícios de tiro real e, em 1894, participou de testes de iluminação de alvos com holofotes para combate noturno. Em 1875 foi objeto de notícias devido ao assassinato de um Tenente Walter, da milícia, assassinado por um Doutor Alder numa briga de bêbados.

Em consequência das Reformas Haldane (1906-1912) o forte foi abandonado após a Primeira Guerra Mundial (1914-1918). Uma proposta de 1919 para converter a estrutura em habitação social não foi concretizada.

A Segunda Guerra Mundial (1939-1945) trouxe o forte ao ativo uma vez mais, tendo sido usado como abrigo antiaéreo e campo do exército para militares americanos. Ao final do conflito o forte caiu em abandono.

Encontra-se classificado como um “listed builging” no Grau II.

Em um local aprazível, na posse da Milford Haven Port Authority, foram tentados vários projetos malsucedidos para restaurar a estrutura. O local não está aberto ao público, e tem sido palco de ferimentos não fatais para invasores. Em 2011, foi nomeado como o 5.º sítio arqueológico mais ameaçado do Reino Unido pela British Archaeology, que promoveu uma campanha para buscar um uso sustentável a longo prazo do local. Em 2019, foram anunciados planos para converter o local em um campo residencial de base militar para ex-militares. Esses planos foram posteriormente abandonados devido a um escândalo nos media envolvendo Camp Valour. Em setembro de 2020, o imóvel foi adquirido por um investidor privado, que anunciou que o abriria ao público como uma "ruína viva".

Características

Exemplar de arquitetura militar, acasamatado.

Constitui-se numa bateria de grandes dimensões, artilhada com 11 peças em casamatas, 8 em uma bateria aberta na parte superior, e 9 em uma bateria aberta de flanco, e um grande quartel atrás. A estrutura apresenta planta em forma de “D”, com cobertura à prova de bombas, protegendo os quartéis e outros edifícios de tiros de morteiros. A sua defesa era complementada, pelo lado de terra, por um profundo fosso e, pelo lado do mar, por uma galeria de contraescarpa. A bateria acasamatada associada está localizada mais abaixo na linha de costa, separada do forte.



 



Related entries 


 Print the Related entries

Contribution

Updated at 26/11/2020 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.


  • Fort Hubberstone


  • Fort

  • 1860 (AC)

  • 1863 (AC)



  • United Kingdom


  • Ruins Badly Conserved

  • National Protection
    Encontra-se classificado como um “listed builging” no Grau II.





  • Without defined use

  • ,00 m2

  • Continent : Europe
    Country : United Kingdom
    State/Province: Wales
    City: Milford Haven

    Milford Haven SA73 3HB, Reino Unido


  • Lat: 51 -43' 32''N | Lon: 5 3' 18''W










Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Fort Hubberstone