Tower of Quitapesares

Pantón, Lugo - Spain

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (1)

Images (1)

A “Torre de Quitapesares” (em castelhano: “Torre de Quitapesares”) localizava-se algures entre os rios Sil e Miño, em um trecho do Camiño Real entre Los Peares e Monforte de Lemos.

Existem controvérsias acerca de sua localização de vez que fontes situam-na na vila de Cotillón, na paróquia de Acedre, à margem do Rio Cabe, devido a um documento de 17 de fevereiro de 1591, pelo qual Don Rodrigo, conde de Lemos, a aforava a Álvaro de Lornís, tendo sido anteriormente aforada pelo Mosteiro de San Vicenzo de Pombeiro. A frase controversa é: "la mi possa de Quitapesares, que yo tengo y está en el monte de Cotillón cerca de Pombeiro".

A associação cultural Secretos de Pantón, após investigação para o efeito, finalmente determinou que essa fortificação seria na Torre de Villamirón, paróquia de San Vicente de Pombeiro, concelho de Pantón, na comarca da Terra de Lemos, província de Lugo, Comunidade Autónoma da Galiza, na Espanha.

História

Constituiu-se numa torre senhorial erguida na primeira metade do século XV por Fadrique Enríquez, duque de Arjona.

Na toponimia local são comuns alusões à torre. Como exemplo, o lugar denominado como "Suatorre" faz referência a "debaixo da torre", o denominado "Forca", que dispensa explicações, e um prado conhecido como "Chaira da Forca". Vizinho à Torre de Vilamirón situa-se a aldeia de Vilamirón, local relacionado com o lugar de Penamirón, onde se situa um castro, de onde lhe advém o nome. Com o passar dos anos, a proximidade da Torre de Quitapesares a Vilamirón teve como resultado a denominação de Torre de Vilamirón.

No Couto de Pombeiro, antes da sua integração ao de Santo Estevo de Ribas de Sil, não estava comprendido o lugar de Cotillón. Entretanto, sabe-se com certeza que a torre foi edificada na área de jurisprudência do Couto, portanto a aldeia nele estava incluída. Geograficamente é um local por onde passa o antigo Camiño Real, proveniente de Bazal e próximo aos rios Miño e Sil como afirmara, a seu tempo, o duque de Arjona.

Posteriormente abandonada, a torre caiu em ruínas, vindo a desaparecer.

Os planos da edificação conservam-se no Archivo Histórico Provincial de Orense.

A lenda da torre

Acerca da Torre de Villamirón, existe uma lenda que explica o seu nome. De acordo com ela, uma rainha de Espanha teve o seu filho desaparecido, tendo-o procurado exaustivamente. Tendo o encontrado, no local fez erguer uma torre, denominando-a de Quitapesares, por aqui se ter livrado de seu mal.

A associação cultural Secretos de Pantón editou uma banda desenhada sobre essa lenda, elaborada por El Fisgón Histórico.



 

Contribution

Updated at 05/04/2021 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contributions with medias: Carlos Luís M. C. da Cruz (1).


  • Tower of Quitapesares


  • Fortified Tower

  • 1401 (AC)

  • 1450 (AC)



  • Spain


  • Missing






  • Disappeared

  • ,00 m2

  • Continent : Europe
    Country : Spain
    State/Province: Lugo
    City: Pantón



  • Lat: 42 -29' 48''N | Lon: 7 41' 13''W










Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Tower of Quitapesares