Fortificações de Igaraçú

Ilha de Itamaracá, Pernambuco - Brazil

As Fortificações de Igaraçú estavam localizadas na Ilha de Itamaracá, defendendo a Vila (nova) de Igaraçú (canoa grande, em língua tupi), depois Vila da Conceição, atual cidade de Itamaracá, no Estado de Pernambuco.

A chamada Vila velha de Igaraçú (Vila dos [Santos] Cosmos [Cosme e Damião]), situada no continente, ao sul da Ilha de Itamaracá, foi uma das primeiras povoações fundadas pelos portugueses na costa brasileira (Duarte Coelho, 1535), remontando provávelmente a uma feitoria de pau-brasil levantada por Cristóvão Jacques quando da expedição de 1526, após ter reconstruído ou reforçado a Feitoria da ilha de Itamaracá. Ambas as posição estão indicadas em gravura da época, ilustrando os combates entre indígenas e portugueses (Theodore de Bry, 1548), a primeira como uma paliçada à moda indígena, artilhada com seis peças.

Ao longo do século XVI, dada a expansão da lavoura canavieira na região, a primitiva Vila dos Cosmos perdeu importância estratégica para a Vila [nova] de Igaraçú (Vila de Nossa Senhora da Conceição, ou simplesmente Vila da Conceição, na Ilha de Itamaracá, onde estava instalada a Alfândega de Itamaracá em 1628), e econômica para Goiana, onde se fixaram os colonos mais bem sucedidos.

No contexto da Guerra Holandesa (1630-54), a Vila Velha de Igaraçú (no continente) é conquistada por forças holandesas a 01/mai/1632, e a Vila da Conceição (na Ilha de Itamaracá), em jun/1633. Nassau, no "Breve Discurso" de 14/jan/1638, sob o tópico "Fortificações", informa acerca das defesas da povoação conquistada na ilha:

"A pequena cidade de Schkoppe, sita na mesma ilha [de Itamaracá], está fortificada desde velhos tempos, como foi fortificada quando nós a tomamos. O extenso parapeito feito pelos portugueses, que não havia tropa que o guarnecesse, tinha necessáriamente de ser abandonado, e nós deixamos que se arruinasse; a igrejinha que fica ao sul da cidade, foi ligada à bateria que flanqueia o rio, ficando assim a salvo de algum súbito acontecimento do inimigo ou então da tropa que havia na terra; mas não é isso bastante contra o inimigo que, com notável poder, vier de fora, encontrando-se ainda tudo ao modo antigo. No extremo norte da pequena cidade, na entrada do passo de Tapessima, há um redutozinho que serve de guarda avançada, e não é grande defesa."

O "Relatório sobre o estado das Capitanias conquistadas no Brasil", de autoria de Adriaen van der Dussen, datado de 04/abr/1640, complementa, atribuindo-lhe a Companhia do Capitão Cappel, com um efetivo de 93 homens:

"(...) a cidade Schkoppe, onde a igreja e a bateria estão cercadas com um muro, mas não é obra de importância; nessa bateria, que domina o porto, há 11 peças: 2 de bronze de 32 libras, peças espanholas de berço e 9 de ferro a saber: 5 de 6 lb, 3 de 4 lb, 1 de 3 lb. No extremo norte da cidadezinha, sobre a estrada, situa-se um reduto que serve de atalaia e para defesa da porta [da cidade]."

BARLÉU (1974) transcreve a informação: "(...) Constitui a fortaleza da vila de Schkoppe uma munição construída em redor de uma igreja e de uma bateria. Essa fortificação protege o porto, e uma torre de atalaia, ao norte, guarda a porta da vila. Na bateria acham-se montados onze canhões, dois de bronze e nove de ferro. Na boca setentrional, há outra torre quadrada, que garante a entrada do canal com três peças de ferro." (Op. cit., p. 143) Atribui-lhe o mesmo efetivo de 93 homens (op. cit., p. 146).

De acordo com BENTO (1971), a cidade de Schkoppe foi abandonada pelas forças holandesas após a ofensiva das forças combinadas do Mestre-de-Campo João Fernandes Vieira (1602-81), do Mestre-de-Campo André Vidal de Negreiros (1606-80), e do Sargento-mór Antônio Dias Cardoso, que apresam três embarcações holandesas fundeadas entre a ilha de Itamaracá e o continente (jun/1646).



 

Related bibliography 


 Print the Related bibliography



Related links 

Feitorias de Igaraçu e na Ilha de Itamaracá
Página da enciclopédia Wikipédia versando sobre as Feitorias de Igaraçu e na ilha de Itamaracá, que se localizavam na altura da foz do rio Igaraçu e na vizinha ponta sul da ilha de Ascensão (hoje Itamaracá), nos atuais municípios de Igarassu e de Ilha de Itamaracá, no litoral do Estado de Pernambuco, no Brasil.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Feitorias_de_Igara%C3%A7u_e_na_Ilha_de_It...

 Print the Related links

Contribution

Updated at 21/05/2013 by the tutor Roberto Tonera.

With the contribution of contents by: Carlos Luís M. C. da Cruz.


  • Fortificações de Igaraçú


  • Fortifications Group





  • Portugal


  • Missing








  • ,00 m2

  • Continent : South America
    Country : Brazil
    State/Province: Pernambuco
    City: Ilha de Itamaracá

    Localizadas na Ilha de Itamaracá, defendendo a Vila (nova) de Igaraçú (canoa grande, em língua tupi), depois Vila da Conceição, atual cidade de Itamaracá, no Estado de Pernambuco.


  • Lat: 7 44' 51''S | Lon: 34 49' 36''W




  • BARLÉU (1974) transcreve a informação: "(...) Constitui a fortaleza da vila de Schkoppe uma munição construída em redor de uma igreja e de uma bateria. Essa fortificação protege o porto, e uma torre de atalaia, ao norte, guarda a porta da vila. Na bateria acham-se montados onze canhões, dois de bronze e nove de ferro. Na boca setentrional, há outra torre quadrada, que garante a entrada do canal com três peças de ferro." (Op. cit., p. 143) Atribui-lhe o mesmo efetivo de 93 homens (op. cit., p. 146).






Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Fortificações de Igaraçú