Forte de Cumaú

Macapá, Amapá - Brazil

O Forte de Cumaú estava localizado na ponta da Cascalheira, à margem esquerda do rio Amazonas, na antiga Província do Tucujus, cerca de 15 Km ao sul de Macapá, no atual Estado do Amapá.

Uma expedição enviada por uma Companhia de Comércio inglesa, da qual o próprio Duque de Buckingham era sócio, sob o comando de Roger Fray, erige no início do século XVII, na altura da atual ponta da Cascalheira, o Forte de Cumaú, artilhado com sete peças. Esta feitoria fortificada, destinava-se ao armazenamento de drogas do sertão, e de acordo com TINÉ (1969:45), ela, e os demais estabelecimentos ingleses erguidos na Amazônia à época, tiveram a autorização dos reis da Inglaterra, James I (1603-25) e Charles I (1625-45). CASTRO (1983:23) complementa que estes reis ingleses doaram terras na região a fidalgos da sua Corte, entre os anos de 1613 e 1627.

TINÉ (1969:45), sobre o episódio, entende que após a rendição de Purcell no Forte do rio Tauregue, que periodiza em 1628, Roger North chega com reforços. Repelido pelas forças portuguesas [no Gurupá], ergue na ponta de Macapá, o Forte de Cumaú, conquistado pelo Capitão-mor do Pará, Jácome Raimundo de Noronha (1631). ALBUQUERQUE (1968) ratifica o nome de Jácome Raimundo de Noronha e a data de 1631, acrescentando a participação de Pedro da Costa Favela no episódio (Pequeno Dicionário de História do Brasil).

Em 1631, uma nau e dois patachos, que se dirigiam ao Forte do rio Tauregue com gente e reforços, ciente da queda deste desde 1629, retorna à Inglaterra. Um dos patachos, entretanto, com parte dos 40 tripulantes doente, dirige-se a Cumaú na tentativa de obter auxílio.

Cientes dessa movimentação, o Capitão-mór Feliciano Coelho de Carvalho, com os reforços de Ayres Chichorro e Pedro Baião de Abreu, à frente de um destacamento de Belém, apoiados por índios flecheiros Tocujus em canoas, atacam e conquistam a posição inglesa em Cumaú (09/jul/1631) (GARRIDO, 1940:25). O comandante do forte não é encontrado entre os defensores - fora ao encontro da nau com os reforços. Ayres Chichorro persegue-o, e encontrando a nau (14/jul), aborda-a com os índios flecheiros, tomando-a (perecendo Roger Fray no assalto) e retornando a Belém com a embarcação apresada, a artilharia da fortificação e os despojos dos vencidos (GARRIDO, 1940:25; REIS, 1949).

SOUZA (1885) remonta este forte a 1620, atribuindo a sua destruição Feliciano Coelho [de Carvalho], em 1632. (Op. cit., p. 33-34)

BARRETTO (1958) periodiza a construção do forte no ano de 1631, e sua conquista no ano seguinte, por Feliciano Coelho de Carvalho e Pedro Baião (Op. cit., p. 44).

Sobre as suas ruínas será erguido um fortim de faxina e terra com o mesmo nome, por Francisco da Mota Falcão (1658), sucedido pelo Forte de Santo Antônio do Macapá (1688).



 Related character

Roger Fray
United Kingdom
 

 Print the Related character

Related bibliography 


 Print the Related bibliography



Related links 

Forte inglês de Cumaú
Página da Enciclopédia Wikipédia versando sobre o Forte inglês de Cumaú (também grafado como Camaú), que localizava-se na altura da atual ponta da Cascalheira, à margem esquerda do rio Amazonas, na antiga Província dos Tucujus, cerca de quinze quilômetros ao Sul de Macapá, no atual Estado do Amapá, no Brasil.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Forte_ingl%C3%AAs_de_Cuma%C3%BA

 Print the Related links

Contribution

Updated at 23/05/2013 by the tutor Roberto Tonera.

With the contribution of contents by: Carlos Luís M. C. da Cruz.


  • Forte de Cumaú


  • Fort

  • 1631 (AC)


  • Roger Fray


  • United Kingdom


  • Missing






  • Disappeared

  • ,00 m2

  • Continent : South America
    Country : Brazil
    State/Province: Amapá
    City: Macapá

    Localizado na ponta da Cascalheira, à margem esquerda do Rio Amazonas, na antiga Província do Tucujus, cerca de 15 Km ao sul de Macapá, no Estado do Amapá.


  • Lat: 0 3' 4'' | Lon: 51 5' 55''W










Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Forte de Cumaú