Praça-forte de Larache

Larache, Larache - Marocco

A “Praça-forte de Larache” localizava-se na margem esquerda da foz do rio Lucos, na atual cidade e província de Larache (al-Araish),na região de Tânger-Tetuão, no litoral do Marrocos. Tinha como função a defesa do estuário do rio e o acesso a Alcácer-Quibir (al-Qas al-kabir).

Foi na expedição para a conquista de Larache que Sebastião I de Portugal (1557-1578) perdeu o exército português e a própria vida na batalha de Alcácer-Quibir (1578).

História

Considerada um prolongamento histórico e geográfico da cidade fenícia (depois cartaginesa) de Lixo, a três quilómetros de distância, terá sido fundada no início do século IX.

Em 1471, forças portuguesas estabelecidas em Arzila e Tânger subiram o estuário do Lucus até um local de portagem próximo da cidade, onde começaram a construir uma fortificação que, segundo alguns autores, não teria sido concluída, rechaçados que foram por combatentes tribais e pelo exército de Mulei Nacer, da Dinastia Oatácida. Este mandou construir muralhas e um forte chamado "Al Fath" ("Leqbibat", "Castelo de Santo António") com o objetivo de proteger a cidade desde o mar e evitar mais incursões pelo rio.

Outras versões relatam que em 1491 os portugueses expulsaram todos os habitantes de Larache, que só voltaria a ser povoada em 1578, quando o sultão saadiano Mohammed ech-Cheikh faz construir uma fortificação exterior à medina, pela parte do campo, nomeando-a como "An-Nasr" (“A Vitória”), conhecida posteriormente, pelos espanhóis, como "Castillo de Nuestra Señora de Europa" ou, popularmente, como "Castillo de las Cigüeñas".

Em 1610, o sultão Muley Sayj, derrotado por seu rival Muley Zaydán, doou a cidade a Filipe III de Espanha (1598-1621), em recompensa pelo apoio recebido para recuperar o trono saadiano.

Renomeada como San Antonio de Alarache, permaneceu em mãos espanhol até 1689, quando foi conquistada pelo segundo sultão alauita, Ismaíl de Marrocos.

Sob o reinado de Muley Mohammed ibn Abdellah Larache conheceu um expressivo desenvolvimento urbanistico e comercial.

Em 1765, uma armada francesa conduziu uma expedição a Larache, sem sucesso.

Em 1820 a cidade foi duramente bombardeada pela frota austríaca, e em 1860 por belonaves espanholas no contexto da chamada Guerra de África, entre a Espanha e o Marrocos.

Constituiu-se em um protetorado espanhol entre 1911 e 1956.

Atualmente, na área do porto, na parte baixa da cidade, podem ser observados troços das muralhas seiscentistas.



 Related character


 Print the Related character

Related bibliography 


 Print the Related bibliography

Contribution

Updated at 20/05/2013 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.


  • Praça-forte de Larache


  • Fortified City





  • Marocco











  • ,00 m2

  • Continent : Africa
    Country : Marocco
    State/Province: Larache
    City: Larache

    Cidade e província de Larache (al-Araish), região de Tânger-Tetuão, Marrocos.


  • Lat: 35 -12' 11''N | Lon: 6 9' 8''W










Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Praça-forte de Larache