Fort of São Miguel Arcanjo

Nazaré, Leiria - Portugal

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (33)

Images (33)

O “Forte de São Miguel Arcanjo”, também referido como “Forte do Morro da Nazaré” ou simplesmente “Forte da Nazaré”, localiza-se na vila, freguesia e concelho da Nazaré, distrito de Leiria, em Portugal.

Ergue-se em posição dominante sobre a praia da Nazaré, afamado e tradicional ponto de pesca, santuário e balneário, no litoral português.

História

Antecedentes

Uma primitiva fortificação do local terá sido iniciada em 1577, no reinado de Sebastião I de Portugal (1557-1578), com a função de defesa do povoado piscatório no monte da Pederneira, por cujo porto era escoada a madeira do Pinhal d’El Rey (Pinhal de Leiria) e cujos estaleiros já possuíam importância económica de vulto à época.

A Dinastia Filipina

No contexto da Dinastia Filipina (1580-1640), em fins do século XVI foi reconstruída com traça do arquiteto e engenheiro militar Giovanni Vicenzo Casale, contratado por Filipe II de Espanha (1556-1598) em 1589. Foi seu primeiro governador Manuel Gomes Pereira. Ainda em obras, um corsário neerlandês penetrou no porto de Pederneira e apresou uma embarcação portuguesa com carga de madeira de pinho e uma nau de Biscaia que transportava ferro, vinho e armas (1611).

Da Guerra da Restauração aos nossos dias

No contexto da Guerra de Restauração da independência portuguesa (1640-1668) a Coroa determinou a sua modernização e ampliação quando adquiriu a sua atual conformação (1644).

Em 1780 eram ainda referidos revelins e óculos ou escotilhas para peças de artilharia. (FIGUEIREDO, f. 37v.)

Às vésperas da Guerra Peninsular (1808-1814), em 1807, após as suas peças de artilharia terem sido removidas para a Cidadela de Cascais, foi ocupada por um destacamento francês de 50 homens. Este efetivo foi aprisionado pelos habitantes da Pederneira e do Sítio no ano seguinte (1808), tendo-se destacado na ocasião um grupo de 6 estudantes do Batalhão Académico de Coimbra, que lograram convencer os invasores a render-se convencendo-os de que tinham recebido reforços. Complementarmente, deslocando-se de barco a Cascais em um batel, à procura de armamento, lograram repelir os reforços franceses que, da Praça-forte de Peniche, acorriam em socorro da guarnição do forte. Posteriormente os invasores franceses retornaram à região, matando os seus habitantes e incendiando casas e embarcações nas povoações da Nazaré, de Pederneira e do Sítio, em represália.

No contexto da Guerra Civil Portuguesa (1828-1834) foram registadas na região escaramuças entre liberais e absolutistas. Miguel I de Portugal (1828-1834) visitou a povoação em 1830, sendo recebido em ambiente de festa e fazendo uma visita ao forte. que, no ano seguinte (1831) foi objeto de alguns reparos, recebendo uma nova peanha para o seu padroeiro e uma nova calçada de acesso. Após a partida de D. Miguel para o exílio (1 de junho de 1834), ainda como reflexo das lutas entre liberais e absolutistas, a imagem de pedra calcária do Arcanjo S. Miguel, que figurava sobre o Portão de Armas, foi vandalizada pelos liberais, que a removeram e a precipitaram pelas muralhas para o areal da praia.

No alvorecer do século XX, no ano de 1901 ou de 1902, iniciou-se um processo para a expropriação do forte. Tendo os pescadores feito sentir ao governo a necessidade de ali se instalar um farolim e uma casa para o faroleiro, para apoio à atividade piscatória, em 29 de outubro de 1903 iniciaram-se obras de reconstrução parcial de um baluarte danificado para a instalação do Farol da Nazaré, que começou a operar a 1 de dezembro do mesmo ano.

Em 1907 foram promovidas obras de restauro das muralhas.

Em 1941 foram promovidas novas obras de restauro das muralhas.

Em 1954 a Câmara Municipal da Nazaré empreendeu uma abertura nas rochas para a colocação de uma escada de ferro dando acesso às camadas rochosas sobre as quais o forte se ergue.

Em 1977 a Câmara promoveu obras de conservação do portão principal e impermeabilização do terraço.

O conjunto do “Forte de São Miguel Arcanjo / Farol da Nazaré” encontra-se classificado como Imóvel de Interesse Público, pelo Decreto nº 95/78, publicado no Diário da República, I Série, n.º 210, de 12 de setembro.

Entre 2005 e 2006 o Ministério da Marinha elaborou e executou projeto de drenagem pluvial na zona envolvente ao forte.

De propriedade pública estatal, afeta ao Ministério da Defesa Nacional (Direcção de Faróis), embora atualmente bem conservada, a estrutura encontra-se ameaçada de desabamento em virtude do avançado processo erosivo que solapa a falésia em que se implanta, pelo lado sul. Hoje é a sede oficial do Projeto "North Canyon". Desde 2013 a Câmara Municipal da Nazaré tenta obter a gestão administrativa do monumento junto ao Ministério da Defesa.

Características

Exemplar de arquitetura militar em estilo maneirista, de enquadramento marítimo, isolado, implantado no extremo oeste do promontório alcantilado, caindo a pique sobre o mar, rodeado a norte, oeste e sul pelo mar, em frente à pedra do Guilhim (1 km a oeste).

A planta e alçado iniciais mostravam uma fortificação reforçada a oeste por baluarte de ângulos flanqueantes, guaritas nos ângulos, canhoneiras abertas do lado norte. No interior erguia-se uma capela sob a invocação de São Miguel Arcanjo.

Apresenta planta longitudinal, irregular, orgânica (adaptada ao terreno), com baluartes nos vértices. As muralhas, em aparelho de pedra irregular com cantaria nos vértices, apresentam contrafortes, abrigando oito dependências que atendiam as funções de Quartel da Tropa, Casa do Comando, Paiol e Armazéns. No segundo piso abre-se a Praça de Armas.

Encimando o portão monumental, sob um lintel, destaca-se uma imagem em baixo-relevo de São Miguel Arcanjo, patrono do forte, e uma inscrição: "El-Rey Dom Joam o Quarto – 1644", ambas atualmente bastante desgastadas.

O farolim, composto por lanterna pintada de vermelho sobre a muralha do forte com altura de 8 metros, tem sistema iluminante composto por ótica de cristal omnidireccional fixa, de luz branca e alcance luminoso de 14 milhas náuticas, a uma altitude de 50 metros, completado por um sinal sonoro de aviso em dias de nevoeiro intenso.

Bibliografia

CALLIXTO, Carlos Pereira, "O ataque ao forte de São Miguel da Nazaré". s.d.

FIGUEIREDO, Frei Manuel de, BNL, Cód. 1479, 1780.

Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira (v. 18). Lisboa, s.d..

PEREIRA, Esteves; RODRIGUES, Guilherme. "Portugal, Diccionário (v. V)". Lisboa, 1911.

VILHENA, João Francisco; LOURO, Maria Regina. "Faróis de Portugal". Lisboa, 1995.



 Related character


 Print the Related character

Related bibliography 


 Print the Related bibliography

Contribution

Updated at 17/06/2016 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

With the contribution of contents by: Projeto Fortalezas Multimídia (Renata Valentini).

Contributions with medias: Projeto Fortalezas Multimídia (Renata Valentini) (29), Carlos Luís M. C. da Cruz (4).


  • Fort of São Miguel Arcanjo

  • Forte do Morro da Nazaré, Forte da Nazaré

  • Fort



  • Giovanni Vicenzo Casale

  • Philip II of Spain

  • Portugal


  • Restored and Well Conserved

  • National Protection
    O conjunto do “Forte de São Miguel Arcanjo / Farol da Nazaré” encontra-se classificado como Imóvel de Interesse Público, pelo Decreto nº 95/78, publicado no Diário da República, I Série, n.º 210, de 12 de setembro.

  • Ministério da Defesa Nacional (Portugal)






  • ,00 m2

  • Continent : Europe
    Country : Portugal
    State/Province: Leiria
    City: Nazaré



  • Lat: 39 -37' 44''N | Lon: 9 5' 6''W



  • Encontra-se aberto de julho a 16 de setembro de 2014, com visitas diárias, das 10h00 às 20h00, e a oferta de 3 exposições aos visitantes:

    - Mostra histórica e documental "Forte de S. Miguel Arcanjo, O Guardião da Memória";

    - Exposição de esculturas da artista plástica Adélia Alberto; e

    - Mostra fotográfica "North Canyon: Nazaré, Raízes do Mar".

    Entrada: 1 Euro (parte da receita reverte para um fundo de manutenção do monumento)








Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Fort of São Miguel Arcanjo