Castle of Belvoir

Nazaré, Norte - Israel

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (1)

Images (1)

O “Castelo de Belvoir” localiza-se a 20 quilómetros ao sul do mar da Galileia, no norte de Israel.

No século XII os Cruzados ergueram diversos castelos na Terra Santa, tanto com a função de defesa dos seus domínios, quanto para servir como bases de apoio para as suas operações. A maioria destas fortificações situava-se em locais estratégicos.

História

O local – uma colina 500 metros acima do vale do rio Jordão -, foi adquirido pela Ordem de São João de Jerusalém (ou do Hospital) a Velos, um nobre francês, em 1168. Do seu topo podia controlar-se a rota de Gilead até ao Reino de Jerusalém, e um passo do rio vizinho. A norte localiza-se o mar da Galileia e a oeste uma região de colinas. O sítio dominava a área circundante e, nas palavras de Abu Shama o castelo estava “situado entre as estrelas, como um ninho de águia, e morada da lua”. (KENNEDY, Hugh. Crusader Castles. Cambridge: Cambridge University Press, 1994. ISBN 0-521-42068-7 p. 59.)

De imediato foram iniciados os trabalhos de construção do Castelo. Sob a gestão do Grão-Mestre Gilbert de Assailly a Ordem ganhou cerca de treze novos castelos, dos quais Belvoir foi o mais importante. (SIRE, H. J. A.. The Knights of Malta. New Haven: Yale University Press, 1994. ISBN 978-0-300-05502-3 p. 17.)

Belvoir representou o maior obstáculo ao objetivo islâmico de invasão do Reino Cruzado de Jerusalém a partir do leste. Nessa qualidade resistiu a um ataque das forças islâmicas em 1180. Durante a campanha de 1182, nas suas imediações foi travada a batalha do Castelo de Belvoir, entre o rei Balduíno IV de Jerusalém e Saladino.

Após a vitória de Saladino sobre os Cruzados na batalha dos Chifres de Hittin, Belvoir foi cercado. O assédio durou um ano e meio, até à capitulação dos defensores (5 de janeiro de 1189).

As defesas em Belvoir foram desmanteladas em 1217-1218 pelos governantes islâmicos, que temiam a sua reconquista pelos Cruzados. Em 1240 o local foi cedido aos Cruzados por acordo. Entretanto, a falta de recursos não permitiu encetar as obras de restauração necessárias e o local voltou ao controlo islâmico.

Entre 1963 e 1968, o Departamento de Antiguidades de Israel realizou escavações arqueológicas no castelo, trazendo à luz a complexidade de sua arquitetura militar.

Atualmente as suas ruínas inscrevem-se no Parque Nacional de Belvoir, constituindo-se no Castelo Cruzado mais bem preservado do país.

Características

Belvoir é um dos primeiros exemplos do plano de castelo concêntrico, que foi amplamente utilizado em castelos Cruzados posteriores. A sua traça era bastante simétrica, com uma parede exterior retangular, reforçada por torres quadradas nos vértices e em cada lado, em torno de um recinto interior quadrado com quatro torres nos vértices e outra na parede oeste. O castelo era cercado por um fosso de 20 metros de largura e 12 metros de profundidade.



Related links 

Castelo de Belvoir
Website do Ministério das Relações exteriores de Israel, versando sobre o Castelo de Belvoir, que se localiza em posição dominante do Vale do Rio Jordão, ao Sul da Galiléia, próximo à Nazaré, atual Israel.

http://www.mfa.gov.il/MFAPR/Facts%20About%20Israel/Belvoir%20-%20Forta...

 Print the Related links

Contribution

Updated at 09/02/2016 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contributions with medias: Projeto Fortalezas Multimidia (Gabriel) (1).


  • Castle of Belvoir


  • Castle

  • 1168 (AC)

  • 1168 (AC)



  • France


  • Conserved Ruins






  • Tourist-cultural Center

  • ,00 m2

  • Continent : Asia
    Country : Israel
    State/Province: Norte
    City: Nazaré



  • Lat: 32 -36' 17''N | Lon: 35 -32' 43''E







  • Castelo Hospitalário



Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Castle of Belvoir