Casa do Trem Bélico de Santos

Santos, São Paulo - Brazil

Search for fortification's images

Date 1 Date 2

Medias (1)

Images (1)

A Casa do Trem Bélico localiza-se na Rua do Tiro Onze, esquina com a Rua Visconde de Rio Branco, na cidade de Santos, Estado de São Paulo.

Embora haja menções de uma Casa do Trem santista já em documentos do século XVII, guardados no arquivo da antiga Alfândega, a construção do atual edifício deve ter sido iniciada ou reiniciada em 1734, a mando do então governador militar João dos Santos Alá, no reinado de D. João V (LEMOS, 2008: 221). A obra foi provavelmente interrompida em 1736 e posteriormente retomada a partir de 1738, sendo o Brigadeiro José da Silva Paes o principal responsável pela conclusão e acabamento do edifício (MORI, 2003: 195). A data de 1734 (início ou retomada das obras) esteve gravada, juntamente com as Armas Reais, na verga do portal tardo-maneirista de sua porta de entrada (detalhe também atribuído a Silva Paes).

A Casa do Trem era o edifício destinado à guarda de instrumental e de petrechos de guerra, um armazém de material bélico abastecendo quartéis e fortes (armamentos, munição e demais suprimentos militares, chamados à época de "Trem bélico"), sem função industrial ou manufatureira, e tanmbém sem a função de depósito de pólvora (próprio dos paióis), embora possa ter sido utilizado eventualmente também nessa última função.

A construção manteve suas funções originais durante todo o século XVIII e grande parte do seguinte. Após a Guerra do Paraguai, passou a ser ocupada pelo Corpo da Polícia Permanente e chegou mesmo a abrigar uma escola (LEMOS, 2008: 221). Posteriormente foi sede do Comando do IV Distrito Militar (durante a Revolta da Armada, em setembro de 1893); residência de soldados empenhados na construção da Fortaleza de Itaipu (1901); sede do Tiro de Guerra n° 11 (de 1910 a 1945), fato que veio a dar nome à rua em que se situa. Após essa data, teve vários outros usos e recentemente (2004) funcionava como Centro de Apoio Social para atendimento da população local.

Em 1940, a antiga Casa do Trem foi tombada como Monumento Nacional. Em 1965, o imóvel passou para a responsabilidade do Patrimônio Histórico Nacional (atual IPHAN), que realizou algumas intervenções de emergência e manutenção. Foi reparado em 1977, numa iniciativa do órgão estadual de preservação (CONDEPHAAT) e finalmente restaurada mais completamente nos anos noventa através de uma parceria entre o IPHAN e a Prefeitura de Santos (MORI, 2003: 199). A construção recebeu novas obras de restauração em 2009, para abrigar um centro de informações turísticas sobre o circuito de visitação das fortificações da baixada santista.



 Related character


 Print the Related character

Related bibliography 

Arquitetura Militar: um panorama histórico a partir do Porto de Santos
Adler Homero Fonseca de Castro
Carlos A. C. Lemos
Victor Hugo Mori

Book
2003
 
Casa do Trem Bélico
Carlos A. C. Lemos
Victor Hugo Mori
Clara Correia d'Alambert

Chapter
2008
 
Fortes e Fortificações do Litoral Santista
J. Muniz Jr.

Book
1982
 
Circuito Turístico dos Fortes: Região Metropolitana da Baixada Santista.
Elcio Rogério Secomandi

Book
2005
 
Circuito dos fortes da Costa da Mata Atlântica: cinco séculos em 8 pontos estratégicos
Governo do Estado de São Paulo

Folder
2005
 
Circuito dos fortes da Costa da Mata Atlântica: cinco séculos em 8 pontos estratégicos
Carlos Zundt
Tamara Gakiya Medvechikoff
André Santana Meireles
Francisco Gomes da Costa Neto

Catalog
2005
 
Actas virtuais do 6° Seminário Regional de Cidades Fortificadas e 1° Encontro Técnico de Gestores de Fortificações
Universidade Federal de Santa Catarina

Annals
2010
 
Casa do Trem Bélico (1734): resgate das fortificações coloniais de defesa do Porto de Santos pelo aproveitamento turístico
Elcio Rogério Secomandi

Article
2010
 
A primeira e a última linhas de tiro do Brasil: as fortalezas de Santos
Sergio Willians

Article
2011
 
Armamentos históricos
Aldo João Alberto

Folder
2011
 
Restauro da Casa do Trem Bélico
Victor Hugo Mori

Book
2011
 
Armada no mar & Bandeiras na terra
Elcio Rogério Secomandi

Book
2013
 
Zé Corneteiro é o Anfitrião da Casa do Trem Bélico
Sheila Almeida

Article - Newspaper
2014
 

 Print the Related bibliography



Related links 

Casa do Trem Bélico de Santos
Website Novo Milênio, com informações acerca da Casa do Trem Bélico de Santos e do Tiro de Guerra n° 11, que teve nesta construção sua sede. A Casa do Trem localiza-se na cidade de Santos, Estado do Rio São Paulo.

http://www.novomilenio.inf.br/santos/h0177.htm
Porto de Santos - Armada no mar & Bandeiras na terra
Website sobre as fortificações da Baixada Santista, no litoral do Estado de São Paulo.

http://www.secomandi.com.br
Fortes, Fortins e Fortalezas por Coronel Elcio Secomandi - www.secomandi.com.br
Página do website VIMEO reunindo vídeos produzidos pela jornalista Nívea Francisco e que abordam os trabalhos de educação patrimonial realizados pelo professor Élcio Rogério Secomandi tendo como tema as fortificações brasileiras, em especial aquelas localizadas na região da Baixada Santista, no litoral de São Paulo.

https://vimeo.com/album/3875130
Educação Patrimonial: Fortes e Fortalezas
Trata-se de página de extensão da Universidade Católica de Santos (Unisantos) voltada à educação patrimonial, tendo como foco principal as fortificações brasileiras. A página serve como uma espécie de portal de acesso a vários projetos e instituições ligados a essa área do patrimônio fortificado nacional e internacional. Em destaque estão os materiais de pesquisa elaborados pelo Professor Emérito Élcio Rogério Secomandi sobre fortes e fortalezas do litoral e da fronteira terrestre do Brasil, com destaque especial para as construções na costa paulista.

http://www.unisantos.br/portal/extensao/educacao-patrimonial-fortes-e-...

 Print the Related links

Contribution

Updated at 06/10/2009 by the tutor Projeto Fortalezas Multimidia (Mayra).

Contributions with medias: edson santana do carmo (1).


  • Casa do Trem Bélico de Santos


  • Ammunition Depot

  • 1734 (AC)

  • 1738 (AC)



  • Portugal


  • Restored and Well Conserved

  • State Protection
    Livro Histórico: Inscrição: 124, Data: 19-02-1940. vol.1, folha 022.
    Livro Belas Artes: Inscrição: 277, Data: 19-02-1940. vol.1, folha 048.
    N° Processo: 0219 - T - 39.

  • União Federal (Brasil)

  • Prefeitura Municipal de Santos (São Paulo)

  • (13) 3221-1385


  • Tourist-cultural Center
    A construção recebeu novas obras de restauração em 2009, para abrigar um centro de informações turísticas e culturais sobre o circuito de visitação das fortificações da baixada santista. Dispõe ainda de área para o desenvolvimento de ações educativas e mostras temporárias, além de cafeteria, setor administrativo e sanitários.

  • 0,00 m2

  • Continent : South America
    Country : Brazil
    State/Province: São Paulo
    City: Santos

    A antiga Casa do Trem está localizada na Rua Tiro Onze, n° 11, esquina com rua Visconde do Rio Branco, no centro da cidade de Santos, Estado de São Paulo.


  • Lat: 23 55' 59''S | Lon: 46 19' 24''W


  • A Casa do Trem se localiza junto à área portuária de Santos. Antigamente possuía seu próprio ancoradouro, conhecido como Porto Geral da Casa do Trem Real.

  • Visitação pública.
    Como chegar:
    1 - Partindo da entrada de Santos: siga pela Av. Martins Fontes, continue pela Av. Getúlio Vargas, suba o viaduto, siga pela Av. São Francisco até a Rua Martins Afonso, entre na mesma e siga até a Rua Visconde de Rio Branco, seguindo enfim até a Rua Tiro Onze.
    2 - Partindo da Praça Mauá: siga pela Rua Augusto Severo, passe pela Praça Antônio Teles, seguindo pela Rua Visconde do Rio Branco até a Rua Tiro Onze.   



  • As paredes da construção são feitas de uma mistura de pedra, cascalho e cal de sambaqui, tendo espessura de 90 cm.
    Possui portal de cantaria com desenho de estilo "tardo-maneirista", atribuído a Silva Paes.
    A escadaria externa de acesso ao pavimento superior é feita de pedra lavrada.

  • Em 1965, o imóvel passou para a responsabilidade do Patrimônio Histórico Nacional (atual IPHAN), que realizou algumas intervenções de emergência e manutenção. Foi reparado em 1977, numa iniciativa do órgão estadual de preservação (CONDEPHAAT) e finalmente restaurada mais completamente nos anos noventa através de uma parceria entre o IPHAN e a Prefeitura de Santos (MORI, 2003: 199). A construção recebeu novas obras de restauração em 2009.




Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Fortification > Casa do Trem Bélico de Santos