Pedro de Alcântara Belegarde

Brazil

O capitão Candido Norberto Jorge de Belegarde, comandante de um destacamento de artilharia que veio com a comitiva da Família Real, é pai de Pedro de Alcântara Belegarde, que nasceu na Viagem. Cândido Norberto, já major, morreu em 1810, deu praça de cadete ao menino, seu afilhado Pedro de Alcântara Belegarde, que, em em maio de 1816, foi transferido para o Regimento de Artilharia do Rio, vindo do 1° Regimento de Portugal.

Concluído o seu curso na Academia Militar, foi em 30 de maior de 1826 transferido para o Imperial Corpo de Engenheiros; como major foi lente da Academia. Em 1836 concorreu notavelmente para a fundação e foi diretor e lente da Escola de Arquitetos Mediadores da Província do Rio, onde preparou e publicou compêndios para ela.

Ao mesmo tempo, com seu tio, Coronel Conrado Jacob de Niemeyer, apresentou a Assembléia Legislativa o seu plano para o arrasamento do Morro do Castelo. Em 1837, com outros cidadãos de reconhecida ilustração científica e literária, fundou nessa capital o atual Instituto Histórico e Geográfico de Rio de Janeiro.

Em 1841, a convite do governo provincial de Pernambuco, partiu com o seu tio, o Coronel Conrado Jacob de Niemeyer, para aquela província, onde organizou um plano para a canalização das águas potáveis do Recife, obra que se realizou com aplauso merecido.

Doutor em Matemática. Foi encarregado de negócios e cônsul no Paraguai, onde celebrou o tratado de aliança que facilitou o desenvolvimento da política do Império no Rio do Prata.

Fonte: TAVARES, Aurélio de Lyra. A Engenharia militar portuguesa na construção do Brasil. Rio de Janeiro: Editora Biblioteca do Exército, 2000. 218p.

Contribution

Updated at 29/09/2008 by the tutor Projeto Fortalezas Multimidia (Gabriel).




Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Character > Pedro de Alcântara Belegarde