Antônio Carlos Furtado de Mendonça

Portugal

Marechal Furtado de Mendonça. Nasceu em Lisboa em 1728, tendo vindo para o Brasil como Comandante do Regimento de Moura.

Foi nomeado Governador militar da Ilha de Santa Catarina em 1775, e logo ao assumir o governo entrou em desavença com o o Governador da Capitania Pedro Antônio da Gama Freitas.

Furtado de Mendonça exerceu o posto até a invasão espanhola em 1777. Em seu governo foram terminados os Fortes de São Luiz e Santa Bárbara, até então incompletos. Também mandou fazer uma estacada na Praia de Fora, possivelmente entre os Fortes de São Francisco e São Luiz, o que daria um pouco mais de segurança ao sítio.

Quando assumiu o governo da Ilha apelou ao Vice-Rei, Lavradio, no sentido de melhor guarnecer Santa Catarina, haja vista a situação precária das tropas, a inexistência de uma força naval e o eminente ataque espanhol.

Mandou abrir uma estrada ligando a Capital ao atual bairro de Itacorubi para facilitar as comunicações com as fortificações do norte da Ilha.

Por ocasião da invasão espanhola, o Marechal Furtado de Mendonça escreveu uma carta ao Marquês de Lavradio em 24 de fevereiro de 1777, dia da tomada da Fortaleza da Ponta Grossa, relatando o episódio desta forma: “O poder dos castelhanos é sem questão desproporcionado, pois trazendo elles 10.000 homens, que defensa poderemos fazer com uma tropa que não chega a 2.000 em que entram auxiliares de Ordenanças”.

Nos atos da devassa que apurou os culpados pela tomada da Ilha, foi levado ao Rio de Janeiro, onde apresentou defesa pessoal, acusando o Comandante da Esquadra Portuguesa, Almirante MacDouall. Apesar de anistiado em 1786, foi impedido para o exercício de qualquer função pública.
 

Contribution

Updated at 08/10/2013 by the tutor Roberto Tonera.




Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Character > Antônio Carlos Furtado de Mendonça