Manuel de Almeida da Gama Lobo Coelho d Éça (Barão de Batovi)

Brasil

O marechal Manuel de Almeida da Gama Lobo Coelho d Éça, primeiro e único Barão de Batovi, (Desterro, 15 de abril de 1828 — Desterro, 24 de abril de 1894), foi um militar e político brasileiro, casado com Ana Pereira da Gama.

Participou com distinção da Guerra do Paraguai, além de ter sido presidente da província de Mato Grosso, nomeado por carta imperial de 31 de janeiro de 1883, de 7 de maio de 1883 a 13 de setembro de 1884. Lutou nas guerras do sul, na Campanha contra Rosas, na luta contra Aguirre e na Guerra da Tríplice Aliança. Em 1891, já na República, foi graduado no posto de Marechal de Campo e voltou para a sua terra natal.
Envolveu-se na Revolução Federalista e, por conta disso, foi preso e sumariamente fuzilado a mando do então presidente e antigo amigo Floriano Peixoto, na Fortaleza de Anhatomirim.

Foi comendador da Imperial Ordem da Rosa e da Imperial Ordem de São Bento de Avis, além de oficial da Imperial Ordem do Cruzeiro. Barão de Batovi com honras de Grandez, título conferido por decreto imperial em 28 de agosto de 1889, faz referência ao antigo povoado gaucho de São Gabriel do Batovi, mais especificamente de uma coxilha ou cerro chamado Batovi, devido aos seus préstimos militares na região.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Manuel_de_Almeida_Lobo_d%27E%C3%A7a

Contribuições

Atualizado em 14/06/2012 pelo tutor Projeto Fortalezas Multimidia (Jefté).




Imprimir o conteúdo


Cadastre o seu e-mail para receber novidades sobre este projeto


Fortalezas.org > Personagem > Manuel de Almeida da Gama Lobo Coelho d Éça (Barão de Batovi)