João Torriano

Portugal

Frei João Torriano, também grafado como João Turriano (1611—1679), foi um religioso da Ordem de São Bento (O.S.B.) e arquiteto português. Exerceu os cargos de Engenheiro-mor do Reino e de Lente (professor) de Matemática na Universidade de Coimbra.

Biografia

Filho do arquiteto cremonense Leonardo Torriani (1559-1628) e da abastada proprietária portuguesa D. Maria Manuel, era irmão de Diogo Torriano, que se afirma, sem fundamentos, ter exercido o cargo de "Engenheiro -mor do Reino" de Portugal por volta de 1630.

João, aos 10 anos de idade, já mostrava grandes capacidades, tendo o pai solicitado ao monarca um soldo para a sua educação. Em 1626, o pai, Leonardo, foi chamado pelo valido D. Gaspar de Guzman, conde-duque de Olivares, à corte de Madrid, para dirigir as fortificações de Espanha, Portugal, Itália e Índias. Diante desta promoção – último engenheiro militar italiano desde o reinado de Filipe II ao serviço da Coroa, solicitou para o seu filho João uma pensão de 100 ducados, uma vez que estudava Filosofia no Mosteiro de Santo André de Rendufe, perto de Braga.

Com o falecimento do pai (1628), João professa na Ordem de São Bento (1629), renunciando a sua herança e respectiva pensão. Segue então para Coimbra, estudar Teologia. Tendo vivido no Colégio de São Bento, ali estudou ainda arquitectura e matemática, em livros que eram do seu pai.

De acordo com alguns historiadores, João teve formação com arquitecto, tendo iniciado os seus estudos continuados na Aula da Ribeira das Naus (Aula de Risco do Paço da Ribeira), onde o pai leccionara Engenharia e Fortificação.

No contexto da Guerra da Restauração da independência portuguesa (1640-1668), em 1641 foi nomeado para o cargo de Engenheiro-mor do Reino. No exercício dessa função traçou diversas fortificações e obras de arquitectura religiosa. Com relação à defesa da barra do Tejo, onde o superintendente era D. António Luís de Meneses, conde de Cantanhede, que tendo contado com o contributo inicial do Engenheiro das Fortificações da Barra, Mateus do Couto, o Velho, na sequência da gestão danosa deste profissional (mais tarde ilibado do crime de traição), D, João IV solicita ao seu Conselho de Guerra a nomeação de um engenheiro português acima de qualquer suspeita. Desse modo, João Torriano foi encarregue da direcção das obras do Forte de São Julião da Barra (o “Escudo do Reino”), vindo a desenhar o Forte do Bugio e o Forte de São Buno de Caxias. Além destas, acompanhou e deu pareceres nas obras da Praça-forte de Peniche, do Forte de São Francisco Xavier no Porto, e projectou o Forte de Nossa Senhora das Neves, em Matosinhos.

Será, entretanto, em termos de arquitetura religiosa, o maior número de projectos de João Torriano, como por exemplo o da Igreja Nova do Mosteiro de São Bento em Santo Tirso (iniciada em 1659), e as concepções do dormitório novo e das hospedarias do mosteiro beneditino de Semide, dos dormitórios do Mosteiro das Inglesinhas e da Estrela, em Lisboa, o de Odivelas e o de Travanca. Neste último destacam-se a alteração da capela-mor, em que se apeou a primitiva, de planta semicircular, para se edificar uma nova, de planta retangular, com maior profundidade. Também são de sua autoria a traça do Mosteiros de Tibães e, em 1648, foi lhe atribuída a traça do Convento de Santa Clara-a-Nova, no Monte da Esperança, em Coimbra, iniciado a 3 de julho de 1649.

Foram-lhe igualmente confiadas as empreitadas das capelas-mores das sés de Viseu e Leiria (a Capela-mor, junto com Baltasar Álvares, de quem seria um dos mais afamados continuadores), bem como as obras do Mosteiro de Santa Maria em Alcobaça, onde teve intervenções ao nível da fachada (onde fez colocar duas estátuas em pedra, representando São Bento e São Bernardo) e do novo dormitório dos noviços.

Após treze anos de serviços prestados à Coroa, trocou a arquitetura pela docência da Cadeira de Matemática na Universidade de Coimbra, substituindo o então falecido catedrático Frei Pedro de Menezes.

Contribuições

Atualizado em 21/02/2020 pelo tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.




Imprimir o conteúdo


Cadastre o seu e-mail para receber novidades sobre este projeto


Fortalezas.org > Personagem > João Torriano