Pedro Nunes Tinoco

Portugal

Pedro Nunes Tinoco (? - 8 de fevereiro de 1641) foi um arquiteto português. Com estilo marcadamente maneirista, desenvolveu vários trabalhos em Lisboa e Coimbra.

Foi o patriarca de uma família de destacados arquitetos portugueses atuantes nos séculos nos séculos XVII e XVIII.

Biografia

Iniciou a sua carreira em 1604, ao ser nomeado para um dos três “lugares de aprender a arquitetura” com Nicolau de Frias que lecionou na Aula dos Paços da Ribeira, em Lisboa, de 1597 a 1610, onde sucedeu Filippo Terzi.

A sua primeira comissão como arquiteto real foi a reforma do Convento de Santa Clara, em Lisboa, que havia sido destruído no terramoto de 1 de novembro de 1755.

Em 1615 projetou os Paços da "Frol da Rosa", no Crato.

Interveio nas obras de diversos templos, como por exemplo a Igreja e Convento de Santa Marta (1616–1636) e a Igreja do Salvador (1616–1617), ambos localizados em Lisboa, com projetos bem recebidos pela crítica de sua época, o que contribuiu para a sua reputação de prestígio.

Participou desde o início (setembro de 1617), ao lado de expoentes como João Baptista Lavanha, Leonardo Torriani e Teodósio de Frias, nos estudos do projeto preparatório para a construção do Aqueduto das Águas Livres, proposto por Filipe III de Espanha (1598-1621), com a função de transportar água de Montemor a Lisboa. Este projeto ter-lhe-à sido confiado com exclusividade a partir de 1625 mas apenas começaria a ser implementado em 1732, sob o reinado de João V de Portugal (1706-1750).

Em 1619 projetou o túmulo de D. Brás Henriques que se encontra na Igreja do Convento de Santo António da Lourinhã.

A partir de 1620 exerceu o cargo de arquiteto do Priorado do Crato.

Em 1622 projetou a sacristia do Mosteiro de Santa Cruz em Coimbra, concluída em 1624. Um espaço único abobado, de aparência despojada, onde contrastava a decoração em mármore colorido nas paredes e azulejos.

Em 1624, sucedendo Baltasar Álvares, Tinoco assumiu o projeto de Terzi nas obras do Mosteiro de São Vicente de Fora, que haviam sido iniciadas em 1582. Trabalhou nestas obras até à data de seu falecimento, quando foi substituído por seu filho.

Em 1640, os mestres Leonardo Jorge e Diogo Vaz assumiram as obras da capela do Santíssimo Sacramento na Igreja de São Nicolau de Lisboa para seguirem o projeto de Pedro Nunes Tinoco.

Para além de edifícios sacros, Tinoco efetuou estudos de engenharia para a construção de obras públicas e na construção de edifícios civis, como as casas nobres da Calçada do Congro, em Lisboa.

Contribution

Updated at 04/03/2017 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.




Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Character > Pedro Nunes Tinoco