Nuno de Mendonça

Portugal

Nuno de Mendonça (1612-1692), 2.º conde de Vale de Reis, foi um nobre portugês. 

Biografia

Era neto do 1.º conde de Vale de Reis, título instituído por Filipe IV de Espanha por Carta Régia de 16 de agosto de 1628, que exerceu o cargo de Vice-rei de Portugal sob aquele soberano.

Após a Restauração da Independência Portuguesa (1640), o seu nome chegou a ser referido como integrante do grupo de nobres portugueses apoiantes do deposto Filipe IV, e da tentativa de contragolpe que planeava o assassinato de João IV de Portugal (1640-1656), no qual estaria implicada a Inquisição Portuguesa, e que culminou com a condenação do então arcebispo de Braga, Sebastião de Matos Noronha, e na execução de Luís de Noronha e Meneses, marquês de Vila Real, seu filho, Pedro de Noronha e Meneses, conde de Caminha, e outros, a 29 de agosto de 1641.

Alcaide-mor de Faro, de Loulé e de Albufeira, exerceu as funções de Governador-Geral das Armas do Reino do Algarve por três períodos: em 1646, de 1651 a 1658, e de 1667 a 1671.

No contexto da Guerra da Restauração (1640-1668) foi o responsável, no Algarve, pelo reforço da defesa costeira, erigindo os fortes de São Lourenço, em Faro, de São Sebastião em Castro Marim, o Forte de Cacela, em Cacela, e o de São João da Barra, em Tavira. Neste último, dos que se encontram em melhor estado, o Portão de Armas é encimada por uma lápide com o seu nome.

Também esteve envolvido nas ordens de reforço da ponte romana de Tavira, sobre o rio Gilão, no contexto das obras de defesa da cidade.

De acordo com CAETANO DE SOUSA, foi ainda comendador de Santa Maria de Villa Cova, S. Miguel de Armamar, S. Salvador de Monte Corveda e Santo André Theozello. (CAETANO DE SOUSA, Antonio. Memorias Historicas e Genealogicas dos Grandes de Portugal. [S.l.: s.n.], 1755.

De acordo com a mesma fonte, foi ainda Gentil-Homem da Câmara do Príncipe D. Teodósio, Presidente do Senado da Câmara, e depois do Conselho Ultramarino, e do Conselho de Estados de Afonso VI de Portugal (1656-1683) e de Pedro II de Portugal (1683-1706) . Chegou a ser proposto para vedor da Fazenda, cargo que não chegou a assumir por ter falecido antes de tomar posse, em 1692.

Contribution

Updated at 20/09/2017 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.




Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Character > Nuno de Mendonça