Juan de Amalibia

España

Juan de Amalibia (século XVI) foi um militar espanhol. Capitão de Infantaria, exerceu o cargo de Governador Militar dos Açores interino (1595-1596). CHAGAS refere-o como "Melibli" e MALDONADO como "Melibre"; ambos atribuem-lhe o posto de sargento-mor, dados que são contrariados pelas fontes documentais. 

Biografia

A sua boa aceitação pelos soldados do "tercio" espanhol e pela população da Terceira terá levado o mestre-de-campo Antonio de la Puebla, ao sentir que a morte se aproximava, a inclui-lo no seu testamento como sucessor no cargo, em detrimento de outro capitão com maior antiguidade, mas gozando de pouca simpatia. Tendo o mestre-de-campo falecido em 8 de julho de 1595, no dia seguinte a Câmara Municipal de Angra oficiou ao soberano dando-lhe conta do facto, e congratulou-se por o capitão Amilibia assumir interinamente o seu lugar; não deixou, porém, de acrescentar que preferiria que Juan de Horbina voltasse a ocupar o lugar de governador dos Açores; caso o monarca não atendesse a este desejo, a confirmação do capitão Amilibia no cargo seria bem aceite. Não foi esse o entendimento real e, em fevereiro do ano seguinte chegava à Terceira o mestre de campo Antonio Centeno, investido no cargo. Em 1597 o capitão Amilibia ter­se-á deslocado à Espanha para visitar a família, desconhecendo-se se retornou aos Açores. O seu governo foi pacífico, marcado por especial preocupação com as obras do Castelo de São Filipe do Monte Brasil, atrasadas por falta de dinheiro e de cal, encontrando-se mesmo paradas à data do falecimento de Antonio de la Puebla, mas sendo, entretanto, retomadas. Não menor preocupação mostrou pelo bem ­estar dos seus soldados, chegando a desviar temporariamente para o pagamento de soldos, verbas destinadas às obras da fortaleza.

Bibliografia:

CHAGAS, Diogo das. Espelho Cristalino em Jardim de Várias Flores (2.ª ed.). s.l., Presidência do Governo Regional dos Açores / Direção Regional da Cultura; Universidade dos Açores, Centro de Estudos Doutor Gaspar Frutuoso, 2007, pp. 264-266.

CHAGAS, Diogo das. "Relação do que aconteceu na Cidade de Angra da ilha Terceira, depois da feliz aclamação d'el rei D. João IV, que Deus guarde, na restauração do Castelo de S. João Baptista do Monte Brasil, até se embarcarem os castelhanos que o ocupavam (…)”. In Arquivo dos Açores, vol. X, 1888, pp. 193-232.

FARIA, Manuel. Governadores do Presídio Militar Espanhol nos Açores (4): Juan de Amalibia. In Diário Insular, ano LXXII, n.º 22717, 20 jun 2019, p. 11.

MALDONADO, Manuel Luís. Fenix Angrence (3 vol.). Angra do Heroísmo, Instituto Histórico da Ilha Terceira, 1989-1997. 

Contribuciones

Actualizado en 11/07/2020 por el tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.




Imprima el contenido


Registre su correo electrónico para recibir noticias sobre este proyecto


Fortalezas.org > Personaje > Juan de Amalibia