Manuel de Sousa Sepúlveda

Portugal

Manuel de Sousa Sepúlveda (1505-1553) foi um militar português.

Destinado a uma carreira eclesiástica, acabou por embarcar para a Índia em 1534 e aí se destacou como combatente às ordens de Martim Afonso de Sousa.

Participou na conquista de Damão e na expedição a Diu quando aquela fortaleza foi entregue aos portugueses, em 1535. Ainda com Martim Afonso, esteve na expedição de auxílio ao rei de Cota, em Ceilão, combatendo o samorim. Em 1540, combateu a rainha de Batticaloa às ordens de D. Estêvão da Gama. Pelos serviços prestados, acabou por ser nomeado capitão de Diu. Nessa qualidade, defendeu a praça dos grandes ataques do rei de Cambaia, verificados em 1546.

Em 1551 encontramo-lo na defesa de Cochim e na jornada de Chembé. No ano seguinte, Sepúlveda regressava ao reino com a mulher e os filhos, vindo de Cochim, capitaneando o galeão São João, carregado com pimenta e mais de 500 pessoas a bordo. Uma violenta tempestade nas proximidades do cabo da Boa Esperança fez naufragar a nau. Iniciou-se então uma caminhada dramática dos sobreviventes pelo sul de África, pretendendo atingir Moçambique, lentamente dizimados pela fome, pelas doenças, pelos ataques dos indígenas e das feras. Sepúlveda perdeu na viagem toda a família e ele próprio acabou por desaparecer nas imediações de Lourenço Marques. O naufrágio de Sepúlveda é referido n'Os Lusíadas, e foi imortalizado em várias obras da literatura portuguesa, entre as quais um famoso poema de Jerónimo Corte Real.

Related fortifications

Contribution

Updated at 29/06/2019 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.




Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Character > Manuel de Sousa Sepúlveda