João de Mascarenhas

Portugal

D. João de Mascarenhas (1633-1681),  2.º conde da Torre, foi um fidalgo e militar português. Recebeu o título de marquês de Fronteira do Príncipe-Regente D. Pedro, em nome de D. Afonso VI, em 1670 como recompensa pelos seus feitos militares,

Durante a Guerra da Restauração destacou-se a sua ação nas batalhas do Ameixial (1663) e de Montes Claros (1665). Em recompensa pelos serviços militares prestados durante o conflito, e por ter apoiado D. Pedro II contra D. Afonso VI em 1667-1668, o primeiro concedeu-lhe, por carta de 7 de janeiro de 1670, o título de marquês de Fronteira e o cargo de grão-prior do Crato; recebeu ainda a nomeação real de gentil-homem da Câmara e vedor da Fazenda.

Fundou, em Benfica, o solar dos marqueses da Fronteira, célebre pela sua riqueza artística e opulência.

Contribution

Updated at 13/07/2019 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.




Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Character > João de Mascarenhas