Juan Ponce de León

Spain

Juan Ponce de León (século XVI – Angra, 2 de maio de 1621) foi um militar espanhol. Mestre de Campo, exerceu o cargo de Governador do Castelo de São Filipe do Monte Brasil (1618-1621). Sucedeu a D. Gonçalo Mexia no governo da fortaleza, recebendo o comando de Alonso Verdejo, sargento-mor, que o assegurou após a morte do titular.

Em 1620, Filipe III de Espanha (1598-1621) enviou missiva às Câmaras Municipais da ilha Terceira a dar conta de terem zarpado de Argel 46 navios corsários com o fim de assaltarem as ilhas do Açores, e ordenando que se preparassem para a defesa. A defesa dos Açores era, efetivamente, missão dos açorianos, por intermédio das capitanias-mores e suas companhias de Ordenanças, tuteladas pelos poderes das Câmaras Municipais. Também sabemos que a força do presídio espanhol nos Açores pouco significava para a proteção das ilhas, menos ainda para as dominar. Por último, temos conhecimento de que, na Capitania da Praia foram empreendidas importantes obras nos diversos fortes, muito danificados pelo terramoto de 1614.

Ponce de Léon era, já então, homem de avançada idade. Fizera-se acompanhar para a Terceira de esposa e filhos. Faleceu em Angra, a 2 de maio de 1621, assistindo-o nos últimos momentos Frei Diogo das Chagas. A família regressou a Espanha. Até à chegada de D. Pedro Esteban d'Ávila, o seu sucessor na propriedade da castelania, o comando do presídio foi exercido pelo tenente de gente de guerra, D. Alonso Cimbron.

Bibliografia: FARIA, Manuel (2019). Governadores do Presídio Militar Espanhol nos Açores (14): Juan Ponde de León. In Diário Insular, ano LXXII, n.º 22.779, 4 set, p. 11.

Contribution

Updated at 12/09/2019 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.




Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Character > Juan Ponce de León