Pedro Antonio Cevallos Cortes y Calderon

Spain

Pedro Antonio Cortez y Calderon Cevallos nasceu em Cadiz, em 29 de junho de 1715 e faleceu em Córdoba, seis meses antes da saída espanhola da Ilha de Santa Catarina, em 30 de julho de 1778.

Primeiro Vice-Rei do Rio da Prata, Governador de Buenos Aires e comandante da esquadra espanhola que invadiu e conquistou a Ilha de Santa Catarina, em 1777. Era profundamente religioso e ligado aos jesuítas. Suas ações, como governador de Buenos Aires e após Vice-Rei do Prata, tiveram grandes repercussões no Brasil Colônia. Teve grande influência militar no Oeste e Sul do Brasil onde foram erigidas diversas fortificações para conter sua agressividade contra os portugueses no Brasil.

Em 1763, comandou as forças que partiram de Buenos Aires e conquistaram sucessivamente: Colônia do Sacramento, fortes de Santa Tereza e São Miguel, vila de Rio Grande e São José do Norte. No final do ano de 1776, Carlos III, rei da Espanha, para restabelecer o domínio espanhol nos territórios ocupados pelos portugueses, enviou para o sul do Brasil numerosa expedição, a maior esquadra que já cruzou o Atlântico em todos os tempos, comandada por Cevallos. A expedição deveria, antes de agir contra o Rio Grande, apoderar-se da Ilha de Santa Catarina, considerada base indispensável para as operações. O sistema de fortificação da Ilha de Santa Catarina já era conhecido por Cevallos, pois anos antes, em viagem para Buenos Aires, onde ia assumir o cargo de Governador, fizera escala em Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis , e, então, como Portugal e Espanha estivessem em plena paz, lhe foi franqueado o conhecimento do que havia para a defesa da Ilha. Na madrugada de 20 de fevereiro de 1777, a esquadra espanhola já se achava na altura da Ilha do Arvoredo, e, no dia 23 de fevereiro, vários batalhões desembarcaram com peças de artilharia, na Praia de Canasvieiras, tomando a bateria de São Caetano e, no dia 24, a fortaleza de São José da Ponta Grossa . No dia 25, parte da esquadra aproximou-se da fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim, que também capitulou. A Fortaleza de Santo Antônio de Ratones foi encontrada abandonada. Tendo obtido sucesso na entrada da Barra Norte, cujas fortalezas já estavam em seu poder, Cevallos ordenou que parte da esquadra fosse enfrentar a Fortaleza de Nossa Senhora da Conceição, na Ilha de Araçatuba, na entrada da Barra Sul, mas essa também se entregou sem resistência. E também o Forte da Lagoa da Conceição, no Litoral Leste.Tendo ocupado as entradas das duas Baías, Cevallos avançou sobre a capital, que foi encontrada abandonada, no dia 27 de fevereiro de 1777.

General e vice-rei, o espanhol Pedro de Cevallos decidiu construir no antigo povoado de Santa Teresa, uma zona de conflito entre os Impérios de Portugal e Espanha, uma fortaleza de grande resistência, com forma pentagonal, ainda que irregular, orientada estratégicamente com fins de vigilância - a Fortaleza de Santa Teresa., no Uruguai.

Contribution

Updated at 12/11/2012 by the tutor Roberto Tonera.




Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Character > Pedro Antonio Cevallos Cortes y Calderon