Buraco assassino

Um "buraco assassino" ("meurtrière") consiste num buraco no teto de uma entrada ou da casa de guarda em uma fortificação, através do qual os defensores podiam disparar, lançar ou despejar objetos ou substâncias ofensoras como pedras, flechas, água a ferver, areia quente, cal virgem, alcatrão ou óleo fervente, sobre os atacantes abaixo. Este tipo de defesa foi introduzida em castelos normandos e plantagenetas durante a Baixa Idade Média.

Contribuciones

Actualizado en 28/01/2021 por el tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

 


Imprima el contenido


Registre su correo electrónico para recibir noticias sobre este proyecto


Fortalezas.org > Entrada