http://www.fortalezas.org
 
Conjunto de Fortificações Coloniais do Brasil indicado para o Patrimônio Cultural da Humanidade  




Nas palavras do autor, "Nosso interesse em participar de seminários e congressos nacionais e internacionais com o tema Conjunto de Fortificações Coloniais do Brasil indicado para o Patrimônio Cultural da Humanidade, está relacionado com a divulgação do valor simbólico da Arquitetura & Engenharia Militar do período colonial: por elas veremos o Brasil edificado. A justificativa para a apresentação de alguns aspectos históricos relevantes – destacando a importância das fortificações para a formação da nossa nacionalidade – e de suas diferentes técnicas construtivas está na falta de esclarecimento/divulgação junto à sociedade civil sobre a importância do “pertencimento” – ou seja, no valor simbólico das fortificações coloniais erguidas para “repelir inimigos” e que hoje, obsoletas para fins militares, se abrem para “receber amigos”. E, o momento é oportuno pois o Governo do Brasil indicou um conjunto de dezenove (19) fortificações coloniais para concorrer, como bem seriado, ao título de Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. O tema será desenvolvido em quatro tópicos sequenciais: A - Relatos históricos e construtivos: A1) as fortificações a Leste da linha imaginária de Tordesilhas (séculos XVI e XVII), A2) as fortificações construídas no século XVIII, a Oeste da referida linha imaginária e A3) as fortificações no limite Sul da linha imaginária de Tordesilhas (Século XVIII); B - Um “modelo” singular de processo de restauração; C - Novos usos do patrimônio cultural de origem militar; e, D - Resultados e proposições. Encerra-se esta proposição com algumas conclusões pessoais e referências bibliográficas."

  • Elcio Rogério Secomandi
  • 2019
  • Santos
  • Portugues
  • 17 p., il., color.
  • Download




Contribuciones

Actualizado en 26/05/2020 por el tutor Projeto Fortalezas Multimídia (Jéssica Pedrini).