http://www.fortalezas.org
Bateria de Imbituba

, -

 

A Bateria de Imbituba localizava-se numa ponta de terra, 5 léguas [aproximadamente 33 Km] ao norte da Barra de Laguna (SOUZA, 1885:126), atual cidade de Imbituba, no litoral Sul do estado de Santa Catarina.

Fortificação de menor importância, esta bateria encontrava-se há muito desaparecida já em torno de 1881 (SOUZA, 1885:126). Outro autor, complementa que foi erguida por determinação do governador da Capitania de Santa Catarina, Coronel Joaquim Xavier Curado (GARRIDO, 1940: 145), cuja gestão transcorreu de 8 de dezembro de 1800 a 5 de julho de 1805.

Segundo Boiteux, o capitão-mór de Laguna Jerônimo Francisco Coelho seria o responsável pela construção dessa Bateria de Imbituba, erguida em 1801 (BOITEUX, 1985: 121), e pelo forte ou bateria da Barra de Laguna, "(...) construído pouco antes de 1800, a sua custa (...)" (BOITEUX, 1985: 113).

Esse capitão-mór teria futuramente como neto o Brigadeiro Jerônimo Francisco Coelho, lagunense, que herdaria o mesmo nome do avô, e seria, além de um militar importante, o fundador da imprensa catarinense.

A bateria ainda existia em 1839, pois durante os acontecimentos da Revolução Farroupilha (e República Catarinense), ao chegar à Imbituba, o capitão tenente Ricardo Hayden "(...) tratou então desde logo de encravar quatro peças de calibre 18 que encontrou montadas no pequeno forte existente (...)" (BOITEUX, 1985: 121).




  • Bateria de Imbituba


  • Battery

  • 1801 (AC)

  • 1806 (AC)


  • Joaquim Xavier Curado

  • Portugal

  • 1839 (AC)

  • Missing






  • Disappeared

  • 0,00 m2

  • Continent : South America
    Country : Brazil
    State/Province: Santa Catarina
    City: Imbituba

    Essa bateria localizava-se numa ponta de terra, 5 léguas ao norte da Barra de Laguna, atual cidade de Imbituba, no litoral Sul do estado de Santa Catarina.


  • Lat: 28 14' 3''S | Lon: 48 38' 57''W




  • Em 1839, durante os acontecimentos da Revolução Farroupilha (e República Catarinense), ao chegar à Imbituba, o capitão tenente Ricardo Hayden "(...) tratou então desde logo de encravar quatro peças de calibre 18 que encontrou montadas no pequeno forte existente (...)" (BOITEUX, 1985: 121).










Contribution

Updated at 02/07/2010 by the tutor Roberto Tonera.

With the contribution of contents by: Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contributions with medias: Projeto Fortalezas Multimidia (Elisangela) (1).