http://www.fortalezas.org
Fort Good Hope

, -

 

O “Forte Good Hope” localiza-se na cidade de Senya Beraku, na região Central, no litoral do Gana.

Foi uma das diversas fortificações erguidas pelos europeus na chamada “Costa do Ouro”, inicialmente para o comércio de ouro e madeiras e, posteriormente, para o tráfico de escravos para as Américas.

História

Remonta a um entreposto comercial estabelecido pela Companhia Neerlandesa das Índias Ocidentais (WIC) em 1667.

Posteriormente, entre 1705-1706, a convite do chefe dos Agona, foi construído um pequeno forte de planta triangular, em pedra e cal, nomeado como "De Goede Hoop" (“Boa Sorte”), devido à copiosa quantidade de ouro e de escravos que aqui esperavam obter. Embora o comércio do primeiro não tenha se desenvolvido a contento, o tráfico cresceu exponencialmente graças aos conflitos entre os diferentes grupos étnicos locais, de tal forma que já em 1715 não comportava o número de cativos.

Em 1724 o forte foi reedificado, passando a apresentar a atual conformação.

No contexto da Quarta Guerra Anglo-Neerlandesa (1781-1784), em fins de 1781 o "HMS Leander", sob o comando do capitão Thomas Shirley, e a chalupa canhoneira "HMS Alligator" navegaram para a Costa do Ouro Neerlandesa liderando um comboio de navios mercantes e alguns transportes. Inicialmente Shirley desfechou um ataque à posição Neerlandesa em Elmina (17 de fevereiro de 1782), sendo repelido quatro dias depois. Voltou-se então para a captura dos fortes Neerlandeses de menores dimensões na região:

- Fort Nassau (20 canhões);

- Fort Kormantin (Fort Courmantyne, 32 canhões);

- Fort Lijdzaamheid (Fort Patience, 22 canhões);

- Fort Goede Hoop (18 canhões); e

- Fort Crèvecœur (Ussher Fort, 32 canhões). (CROOKS, 1973:62.)

Estes fortes foram guarnecidos com tropas trazidas do Forte de Cape Coast.

Em um relatório oficial datado de 1804, o forte foi descrito como “um dos melhores e mais espaçosos fortes na costa [do Ouro]”.

Com a abolição do tráfico de escravos no Reino Unido (“Slave Trade Act”, 1807), e as disposições do Tratado Anglo-Neerlandês de 1814, o forte perdeu a sua função, vindo a ser abandonado em 1816.

Pelos termos dos Tratados Anglo-Neerlandeses de 1870-1871 a Costa do Ouro Neerlandesa foi formalmente cedida ao Reino Unido (6 de abril de 1872).

Em algum momento na posse britânica, o forte abandonado caiu em ruínas, estado em que se encontrava quando da Independência do Gana (1957).

De acordo com o “National Monuments Instrument” (EI 42, 1972), encontra-se classificado como Monumento Nacional.

Encontra-se classificado como Património Mundial pela UNESCO como um dos "Fortes e Castelos em Volta, Grande Acra e regiões Central e Ocidental", desde 1979.

Na década de 1980 foi objeto de obras de conservação e restauro, sendo parte dele utilizado como pousada em nossos dias.

Características

Exemplar de arquitetura militar, abaluartado.

O primitivo forte, de pequenas dimensões, apresentava planta triangular, com baluartes nos vértices. Adossada à cortina sul erguia-se uma edificação de serviço.

O forte atual foi erguido com planta quadrangular e baluartes nos vértices. Uma grande prisão para escravos do sexo masculino foi construída no bastião sudoeste. Dispostos em torno do terrapleno encontravam-se os quartéis da tropa, a casa do comando, armazéns, cozinha, uma prisão para escravos do sexo feminino e o paiol. Posteriormente uma muralha exterior foi construída ao redor do forte, hoje quase desaparecida.

Bibliografia

ANQUANDAH, Kwesi J.. Castles and Forts of Ghana, 1999, p. 33.

CROOKS, John Joseph. “Records Relating to the Gold Coast Settlements from 1750 to 1874”. London: Taylor & Francis, 1973. ISBN 978-0-7146-1647-6

VAN DANTZIG, Albert. "Forts and Castles of Ghana". Accra: Sedco Publishing Ltd., 1980. ISBN 9964-72-010-6




  • Fort Good Hope


  • Fort

  • 1705 (AC)

  • 1706 (AC)



  • Netherlands


  • Featureless and Well Conserved

  • National Protection
    UNESCO World Heritage
    De acordo com o “National Monuments Instrument” (EI 42, 1972), encontra-se classificado como Monumento Nacional.
    Encontra-se classificado como Património Mundial pela UNESCO como um dos "Fortes e Castelos em Volta, Grande Acra e regiões Central e Ocidental", desde 1979.



  • +233-302 221633 / 221635

  • gmmb-acc@africaonline.com.gh



  • ,00 m2

  • Continent : Africa
    Country : Ghana
    State/Province: Central
    City: Senya Beraku



  • Lat: 5 -24' 46''N | Lon: 0 29' 24''



  • The fort’s opening hours are 9:00am to 4:30pm.




  • Década de 1980: intervenção de conservação e restauro.








Contribution

Updated at 06/01/2016 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contributions with medias: Carlos Luís M. C. da Cruz (1).