http://www.fortalezas.org
Fanal Fort

, -

 

O "Forte do Fanal", também referido como "Forte da Ponta da Cruz" (BAPTISTA DE LIMA, 1982), localizava-se na freguesia de São Pedro, concelho de Angra do Heroísmo, costa sul da ilha Terceira, na Região Autónoma dos Açores, em Portugal.

Em posição dominante sobre a baía do Fanal, no lado oeste do Monte Brasil, constituiu-se em uma fortificação destinada à defesa deste ancoradouro contra os ataques de piratas e corsários, outrora frequentes nesta região do oceano Atlântico.

História

Sebastião I de Portugal (1557-1578), atendendo a uma exposição da Câmara Municipal de Angra, determinou a construção de "duas estâncias para ter nelas peças de artilharia", uma no porto de Pipas e outra nos Fenais (Fanal), em detrimento do que lhe havia sido proposto erguer na ponta do Monte Brasil, por "pessoas que tinham muita notícia e experiência das obras de fortificação". (Carta-régia à Câmara Municipal de Angra, datada de 4 de julho de 1572, In: DRUMMOND, 1981.) Em anexo, enviava ao corregedor Diogo Álvares Cardoso as plantas para as fortificações, com o pedido de maior brevidade na sua execução.

No início do século XVII, acerca da fortificação da Terceira no contexto da Crise de Sucessão de 1580, um anónimo referiu:

"Naquele tempo [crise de Sucessão de 1580], (...) e pois não havia em toda esta ilha Terceira outro forte ao longo do mar, mais que uma fortaleza, que se chama de São Sebastião; a qual El-rei D. Sebastião mandou fazer, depois que se tomou a ilha da Madeira pelos franceses pelo Caldeira [Pierre Bertrand de Montluc], que depois foi tomado, e foi feita dele justiça na cidade de Lisboa; e temendo-se esta ilha que fizessem outro tanto, (...)." (Anónimo, Relação das Coisas que aconteceram em a cidade de Angra, Ilha Terceira, depois que se perdeu El-Rei D. Sebastião em África, 1611. In: Arquivo dos Açores, vol. IX, 1887, pp. 16)

E complementou:

"Depois de idas as sobreditas armadas [no ano de 1581], entrava o inverno, e determinaram o corregedor [Ciprião de Figueiredo e Vasconcelos (1578-1582)], e os mais que regiam a ilha, de fazerem com brevidade todas as fortalezas na ilha; (...) e indo corrente para o poente [entre o Monte Brasil e a Silveira]  se fez e ordenou outro forte (...), e todos com artilharia e fechados, e artilheiros; e de forte a forte iam muros com seus cordões, e corredores por detrás, e boas portas pelo pela banda da terra." (Op. cit, p. 19)

Após a conquista da Terceira (julho de 1583) por D. Álvaro de Bazán, 1.º marquês de Santa Cruz de Mudela, foi inventariado o seguinte material bélico neste forte:

"No forte chamado os Fanais: Uma peça de ferro coado de cinco quintais; outra peça de ferro de sete quintais e vinte arráteis; outra de ferro coado, de treze quintais." (FRUTUOSO, 1998:Livro VI, cap. 26, p. 85)

Encontra-se representado e referido apenas como "Forte" na carta de Luís Teixeira, contíguo ao istmo do Monte Brasil, a Oeste, sobre o "Porto do fanal" ("Descripçam da Ylha do Bom Ihesu chamado Terceira", 1587, mapa, cor, 64 x 89 cm, Portolano 18, Biblioteca Nazionale Centrale di Firenze).

Pouco mais tarde, a carta de Jan Huygen Linschoten, apenas assinala na peninsula do Monte Brasil "Os Façhos." e uma estrutura fortificada identificada como "S. António" ("A Cidade de Angra na Ilha Iesu Xpo da Terceira que esta em 30 Graos", 1595).

É uma vez mais FRUTUOSO que, à época, na descrição da cidade de Angra, regista:

"Na volta do monte do Brasil pera a banda do ponente está outra baía grande, chamada Fanais, cercada de alta rocha, e no baixo dela, com muro e portas guarnecidas de artilharia e casa de vigia, que se chama o porto de São Pedro, por respeito da igreja do mesmo apóstolo da dita cidade, que aí está perto." (FRUTUOSO, 1998:Livro VI, cap. 3, p. 15)

Encontra-se relacionado por BAPTISTA DE LIMA (1982), que o indica como desaparecido no século XVIII.



 




  • Fanal Fort

  • Forte dos Fanais, Forte da Ponta da Cruz

  • Fort





  • Portugal


  • Missing

  • Monument with no legal protection





  • Disappeared

  • ,00 m2

  • Continent : Europe
    Country : Portugal
    State/Province: Autonomous Region of Azores
    City: Angra do Heroísmo



  • Lat: 38 -40' 42''N | Lon: 27 13' 43''W




  • 1583: 3 peças antecarga, de alma lisa, de ferro.










Contribution

Updated at 01/08/2018 by the tutor Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contributions with medias: Carlos Luís M. C. da Cruz (2).