http://www.fortalezas.org
Forte de São Joaquim de Jequitaia

, -

 

O Forte de São Joaquim de Jequitaia localizava-se na Praia da Jequitaia, perto de Monte Serrat, limite norte da cidade de Salvador, no Estado da Bahia.

GARRIDO (1940) complementa que formava um quadrilátero com as edificações do antigo Arsenal de Guerra e da Estação Central dos Caminhos de Ferro (Op. cit., p. 93).

No contexto da Questão Christie (1862-65), o "Relatório do Estado das Fortalezas da Bahia" ao Presidente da Província (03/ago/1863), dá-o como reparado (ROHAN, 1896:51), citando:

"(...) É um quadrilátero com o desenvolvimento próximo de 78 braças, das quais formam o plano de fogo 327 palmos, montando 11 peças, sete de calibre 24 e quatro de 18.

Suas construções estão reparadas e bem conservadas; mas cumpre observar que o plano, todo lajeado e bem construído, em que se movem os reparos, além da sua escassa largura (26 1/2 palmos) é superior ao nível de terrapleno, formando um degrau de dois palmos de altura, e não tem a declividade própria; donde resulta que o serviço da colocação das peças em bateria deverá ser penoso e difícil no caso em que os reparos saltem fora da plataforma com a impulsão do recúo, o que aliás a pouca largura desta permite prever. Conviria pois fazer-lhe as reparações que a devem corrigir. Além disso convém cimentar o terraço para consolidá-lo, ladrilhar o chão das casas e pintá-las.

Finalmente resta-me observar que transformação da atual prisão do Forte em depósito de pólvora parece de utilidade; e que é bem sensível a falta d'água no recinto do Forte, necessidade que pode ser sanada ou com a colocação de uma pena d'água derivada do encanamento da cidade (o que é melhor), ou com a abertura de uma cisterna que receba as águas dos telhados convenientemente encanadas." (Op. cit., p. 60)

SOUZA (1885), denomina-o Forte de Jequitaia ou Forte do Noviciado. Observa que, tendo estado artilhado com seis peças, era incapaz de resistência pela sua insuficiente elevação, que o deixava vulnerável a um bombardeio (Op. cit., p. 94). Em 1896 encontrava-se completamente desarmado (RIGHB, Vol. 3, nr. 7, mar/1896. nota à p. 60).

BARRETTO (1958) denomina-o também como Forte de São Joaquim, localizando-o entre o Forte de Santo Alberto e o Forte de São Filipe de Monte Serrat (Forte de Nossa Senhora de Monte Serrat) informando que sua planta tinha o formato de um polígono quadrangular, e acrescenta que, à sua época (1958), estava ocupado pelo CPOR - Curso de Preparação de Oficiais da Reserva (Op. cit., p. 187).

Encontra-se atualmente (julho/2003) em processo de restauração para abrigar em breve um museu da Petrobrás.




  • Forte de São Joaquim de Jequitaia

  • Forte de Jequitaia; Forte do Noviciado; Forte de São Joaquim.

  • Fort

  • 1863 (AC)




  • Brazil


  • Featureless and Well Conserved








  • ,00 m2

  • Continent : South America
    Country : Brazil
    State/Province: Bahia
    City: Salvador

    Localizava-se na Praia da Jequitaia, perto de Monte Serrat, limite norte da cidade de Salvador, no Estado da Bahia.


  • Lat: 12 56' 53''S | Lon: 38 30' 9''W




  • Conforme o "Relatório do Estado das Fortalezas da Bahia" ao Presidente da Província (03/ago/1863), haviam 11 peças, sete de calibre 24 e quatro de 18.
    SOUZA (1885:94), computa seis peças de artilharia.
    Em 1896 encontrava-se completamente desarmado (RIGHB, Vol. 3, nr. 7, mar/1896. nota à p. 60).

  • O "Relatório do Estado das Fortalezas da Bahia" ao Presidente da Província (03/ago/1863) informa: "(...) É um quadrilátero com o desenvolvimento próximo de 78 braças, das quais formam o plano de fogo 327 palmos (...)".









Contribution

Updated at 20/05/2013 by the tutor Roberto Tonera.

With the contribution of contents by: Carlos Luís M. C. da Cruz.

Contributions with medias: Projeto Fortalezas Multimídia (Bernardo) (6), Projeto Fortalezas Multimidia (Elisangela) (1).