Cartas topográficas contem as plantas e prospectos das fortalezas que defendem a cidade da Bahia de Todos os Santos e seu reconcavo por mar e terra

Trata-se de um documento da segunda metade do século XVIII. De autoria de José Antônio Caldas, o documento possui as plantas e perspectivas das fortificações construídas por terra e mar, na Cidade da Bahia de Todos os Santos (Salvador-BA). Na página de rosto, na continuação do título, apresenta a seguinte menção: "Ajunta-se a cada hua a individuação do lugar, e distancia, em que está situada: a declaração de sua figura, e partes, e o mapa da guarnição, munições. e apetrechos. Como tudo se achava no anno de 1762". As Plantas possuem a data expressa de 1764, exceto a planta [IX], 1763; alguns dados, junto ao texto, reportam-se a 1762.

No documento aparece as seguintes plantas: Planta nº 1: Forte de São Bartolomeu da Passagem, copiada por Jozé Ramos de Souza; Escala ca. 1:270 determinada com o valor calculado 8,10 cm correspondente a "100 palmos"; 1764. - 36,7x21,8 cm em folha de 41,7x26,4 cm; inclui alçado. Planta nº 2: Planta e prospeto do Forte de Nossa Senhora de Monserrate, copiada por Manuel Álvares Barbosa; Escala ca. 1:280 determinada com o valor calculado 8,00 cm correspondente a "100 Palmos" Portugueses; 1764; 37,5x22,5 cm em folha de 41,6x26,4 cm; inclui um alçado. Planta nº 3: Planta e fachada do Fortinho de São Alberto, copiado por Jozé Ramos de Souza; Escala ca. 1:270 determinada com o valor calculado 8,25 cm correspondente a "100 palmos" Portugueses; 1764; 36,3x21,6 cm em folha de 41,6x26,4 cm; inclui um alçado. - Planta nº 4: Planta e fachada do Forte de São Francisco, copiada por Jozé Ramos de Souza; Escala ca. 1:270 determinada com o valor calculado 8,15 cm correspondente a "100 palmos"; 1764; 36,4x21,6 cm em folha de 41,6x26,5 cm; inclui um alçado. Planta nº 5: Planta, e fachada da Bateria de São Paulo, copiada por Jozé Ramos de Souza; Escala ca. 1:270 determinada com o valor calculado 8,05 cm correspondente a "100 palmos"; 1764. - 36,8x21,5 cm em folha de 41,6x26,4 cm; inclui um alçado. Planta nº 6: Planta e fachada do Forte do Barbalho, copiada por Jozé Ramos de Souza; escala ca. 1:540 determinada com o valor calculado 8,10 cm correspondente a "200 palmos"; 1764; 48,3x32,3 cm em folha de 51,5x37,1 cm; inclui um alçado. Planta nº 7: Planta e fachada do Forte de S. Diogo, copiada por Jozé Ramos de Souza; Escala ca. 1:270 determinada com o valor calculado 8,10 cm correspondente a "100 palmos"; 1764; 36,9x21,7 em folha de 41,6x26,4 cm; inclui um alçado. Planta nº 8: Planta e fachada do Forte de Santa Maria, copiada por Luiz da Rocha e Souza; Escala ca. 1:270 determinada com o valor calculado 8,30 cm correspondente a "100 palmos" Portugueses; ca. 1762; 35,0x19,9 cm em folha de 41,6x26,4 cm; inclui um alçado. Planta nº 9: Planta e fachada do Forte de S. Antonio da Barra; copiada por Jozé Ramos de Souza; Escala ca. 1:270 determinada com o valor calculado 8,15 cm correspondente a "100 palmos"; 1763; 37,8x22,7 cm em folha de 41,6x26,4 cm; inclui um alçado. Planta nº 10: Planta e fachada do Forte de Santa Cruz do Paraguaçu, copiada por Jozé Ramos de Souza; Escala ca. 1:270 determinada com o valor calculado 8,05 cm correspondente a "100 palmos"; 1764; 35,7x21,2 cm em folha de 41,6x26,3 cm; inclui um alçado. Planta nº 11: Planta e fachada do Forte de Santo Antônio Além do Carmo, copiada por Jozé Ramos de Souza; Escala ca. 1:540 determinada com o valor calculado 8,10 cm correspondente a "200 palmos";1764; 37,7x23,1 cm em folha de 41,6x26,4 cm, inclui um alçado. Planta nº 12: Planta e fachada da Fortaleza de São Lourenso na Ponta da Ilha de Itaparica fronteira a Cidade de Salvador, copiada por Jozé Ramos de Souza, Escala ca. 1:270 determinada com o valor calculado 8,20 cm correspondente a "100 palmos" Portugueses; 1764; 37,0x21,7 cm em folha de 41,6x26,5 cm; inclui um alçado. Planta nº 13: Planta e fachada do Forte do Mar Nossa Senhora do Pópulo, e São Marcelo, copiada por Jozé Ramos de Souza; Escala ca. 1:540 determinada com o valor calculado 8,15 cm correspondente a "200 palmos" Portugueses; 1764. - 36,2x21,2 cm em folha de 41,6x26,5 cm; inclui um alçado.

Os direitos e a localização do documento original pertencem à Biblioteca Nacional (Portugal), disponibilizado no site da mesma instituição: http://purl.pt/854

  • Document
  • José Antônio Caldas
  • 1764
  • Portuguese
  • 29 folhas manuscritas; 13 plantas, tinta da china e aguadas em rosa e cinza ; 43 cm

Contribution

Updated at 13/08/2009 by the tutor Projeto Fortalezas Multimídia (Jaime José S. Silva).



Print the contents


Register your email to receive news on this project


Fortalezas.org > Bibliography > Cartas topográficas contem as plantas e prospectos das fortalezas que defendem a cidade da Bahia de Todos os Santos e seu reconcavo por mar e terra